sociedade

Contribuímos para o progresso da sociedade através de ajudas, iniciativas e programas solidários que incentivam a igualdade, a formação e o desenvolvimento das comunidades.

TeInteresa
  • Os especialistas calculam que mais de oito toneladas de plástico não biodegradável acabam nos mares e oceanos todos os anos. Na luta contra esse inimigo é vital que as grandes superfícies comerciais adotem medidas, no entanto pequenos supermercados livres de plástico como o unPacked em Madri ou o YES FUTURE em Barcelona são pioneiros em uma batalha travada com armas como a compra a granel, a reutilização de embalagens ou o uso de sacolas de tecido.

    A pandemia da COVID-19 castigou a economia mundial e obrigou a tomada de medidas de curto prazo para dar liquidez aos mercados, apoiar coberturas de desemprego ou reforçar os recursos dos sistemas de saúde. Os trabalhos para desenvolver programas de recuperação econômica no médio e longo prazo estão iniciando em todo o mundo e cada vez mais governos, organismos e empresas apostam em uma recuperação verde.

  • Elas não estão nos mapas, mas nos nossos oceanos existem cinco ilhas de plástico flutuante que ameaçam com acabar com boa parte da vida marinha, afetando as mudanças climáticas. Algumas destas manchas de lixo — como a do Pacífico Norte — têm uma superfície como a França, Espanha e Alemanha juntas.

    A disponibilidade dos alimentos, o acesso das pessoas aos mesmos e um consumo adequado do ponto de vista nutricional são os três pilares sobre os quais se assenta o conceito de segurança alimentar. As mudanças climáticas, a escassez de recursos hídricos ou a degradação dos solos são algumas das ameaças que colocam em perigo a segurança alimentar, além dos atuais efeitos socioeconômicos da pandemia da COVID-19.

  • Num mundo submetido a uma constante transformação pela revolução digital, a inovação tornou-se imprescindível. Além de ser certo para o mundo dos negócios, também é válido para as cidades. Descubra quais são as mais inovadoras e competitivas do mundo e quais são os critérios que as levaram até os primeiros postos.

    A autoestima, a ambição e as expectativas das meninas são as primeiras vítimas dos estereótipos de gênero. Portanto, erradicar os clichês e seus comportamentos associados deveria ser prioritário para qualquer sociedade e deve começar nas escolas. Algumas iniciativas defendem a introdução de referências femininas nas salas de aula como primeiro passo.