sociedade

Contribuímos para o progresso da sociedade através de ajudas, iniciativas e programas solidários que incentivam a igualdade, a formação e o desenvolvimento das comunidades.

TeInteresa
  • A Cúpula Para a Ação Climática da ONU 2019 acontecerá no próximo dia 23 de setembro na Sede da Organização das Nações Unidas —Nova York— e priorizará nove áreas de ação prioritárias, todas elas lideradas por 19 países com o apoio de diferentes organizações internacionais. Indubitavelmente, este encontro servirá para ter uma ideia da dimensão do compromisso real do mundo em relação com a crise do clima.

    A invasão dos plásticos no nosso planeta é uma realidade. Basta lembrarmos que a ilha de resíduos plásticos que flutua no oceano Pacífico já tem 1,6 milhões de km2. Se queremos preservar o planeta, chegou a hora de cada um nós agir.

  • Jean-Michel Cousteau dedicou toda a sua vida ao mar e, por essa razão, vê com uma mistura de temor e preocupação como o ser humano o maltrata. Por exemplo, com a presença — cada vez maior — de plásticos em suas águas. Apesar disso, o explorador francês não perde a esperança e está otimista em relação ao futuro, desde que todos tenhamos interiorizado esta máxima: "Se você protege o oceano, está protegendo a si mesmo".

    Ajudam a combater a poluição, favorecem a biodiversidade no núcleo das grandes cidades e facilitam o controle da temperatura e da umidade. As áreas verdes no seio das metrópoles também são um importante elemento de coesão social. O conceito do parque urbano como espaço aberto para os cidadãos usufruírem surgiu no século XIX, mas sua importância é tal que marca a configuração das urbes em todo o mundo.

  • A compra a granel ressurgiu para brecar o desperdício de alimentos e a invasão de embalagens de plástico na natureza. Esse tipo de comércio, usual até poucas décadas atrás, se tornou um dos pilares do movimento global Resíduo Zero, pois permite comprar alimentos e bens domésticos por peso e sem embalagens.

    Você tem certeza de que sabe como preservar o meio ambiente? Muitas pessoas acreditam que têm uma convivência respeitosa com a natureza, mas nossos hábitos de consumo revelam o contrário. Muitos de nossos costumes corriqueiros parecem sustentáveis, mas, na realidade, poluem. Conheça os cinco erros mais prejudiciais para a saúde de nosso planeta.