sociedade

Contribuímos para o progresso da sociedade através de ajudas, iniciativas e programas solidários que incentivam a igualdade, a formação e o desenvolvimento das comunidades.

TeInteresa
  • A biodiversidade do planeta está ameaçada e o principal culpado é aquele que, paradoxalmente, mais depende dela: o ser humano. Frear a perda de biodiversidade, entendida como a redução ou desaparecimento da diversidade de seres vivos que habitam o planeta, é um dos grandes desafios da humanidade. A seguir, enumeramos suas causas, consequências e possíveis soluções.

    Como parte de seu compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, o grupo Iberdrola contribui de forma direta para alcançar o ODS 17 através de sua adesão e participação em diferentes projetos e iniciativas tanto em âmbito mundial quanto nos países onde desenvolve sua atividade. Seu objetivo é fortalecer os meios para executar as ações necessárias visando conseguir os 17 objetivos e revitalizar a Parceria Mundial para o Desenvolvimento Sustentável.

  • No âmbito de seu compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, o grupo Iberdrola aposta na educação de qualidade, inclusiva e equitativa. Alcançar esse objetivo exige promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

    A pandemia e o confinamento nos lembraram a importância de ter uma rotina diária de exercícios adequada, inclusive na nossa própria sala. Parece que aquilo que começou como uma necessidade pode se tornar uma tendência diante do receio de frequentar academias, centros esportivos ou piscinas em prol da saúde. Além disso, graças aos múltiplos apps e plataformas digitais sobre esporte, agora é mais fácil do que nunca.

  • Nova York se tornará o epicentro da agenda climática durante o mês de setembro. A cidade norte-americana será a sede de dois eventos imprescindíveis para medir o compromisso do mundo com o aquecimento global. Por uma lado, a Cúpula de Ação Climática organizada pela ONU (23 de setembro) e, por outro, a Semana do Clima (23-29 setembro). A perspectiva de ambos eventos é a próxima conferência da ONU no Chile sobre mudanças climáticas (COP25).

    Um elemento que vale destacar no denominado "novo normal" é a fusão do discurso climático e econômico, com foco em todas as atividades da agenda climática relativamente a esses dois aspectos que devem estar intrinsecamente ligados para conseguir que a recuperação propicie uma economia robusta, saudável e sustentável. A seguir expomos os principais eventos sobre o clima até o final de 2020.