sustentabilidade ambiental

A Iberdrola é uma referência internacional em sustentabilidade ambiental. Promovemos os modelos de negócio sustentáveis, procurando um desenvolvimento que satisfaça as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras.

TeInteresa
  • A poluição atmosférica não é a única que tem efeitos prejudiciais para os seres vivos do planeta. A poluição sonora, conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), é um dos fatores ambientais que provoca mais problemas de saúde. Só na Europa, conforme a Agência Europeia do Meio Ambiente (AEMA), causa 16.600 mortes prematuras/ano e mais de 72.000 hospitalizações.

    Quando falamos de poluição temos a tendência de levantar os olhos, mas este problema não afeta só aos nossos céus. Os solos, onde cultivamos frutas, legumes ou hortaliças, também sofrem as consequências. Por exemplo, seus efeitos chegam até nós por meio dos alimentos anteriormente mencionados. Chegou a hora de cuidar da terra que está debaixo dos nossos pés!

  • O ano de 2019 fechou um decennium horribilis para o clima do planeta. O veredito apresentado pela Organização Meteorológica Mundial (OMM) durante a COP25 foi taxativo: a década mais quente da história desde que estão sendo registrados dados (1850). As consequências da subida da temperatura média da Terra vão desde o aumento do nível dos oceanos até a proliferação de fenômenos meteorológicos extremos.

    As mudanças climáticas são o grande problema ambiental que a humanidade terá que enfrentar durante a próxima década; porém, não é o único. A seguir, reexaminaremos alguns deles — desde a escassez de água à perda de biodiversidade ou à gestão dos resíduos — e veremos quais são os desafios que temos pela frente.

  • O aumento do nível do mar provocado pelo aquecimento global poderia chegar aos 2 metros de altura no final do século XXI. Esta subida dos oceanos deixaria milhares de quilômetros de costas sujeitas à mercê das inundações, comprometendo a segurança de 745 milhões de pessoas em todo o mundo.

    O plástico está invadindo os oceanos e os danos ecológicos são incalculáveis. Diante desta situação, surgem várias perguntas: Como o plástico chega ao mar? De onde vêm os resíduos? O que podemos fazer para evitar isso? A seguir, indicamos os principais culpados.