talento digital

A evolução das TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação) impulsionou o desenvolvimento de um tipo de talento associado à digitalização e essas capacidades são cada vez mais demandadas. Apresentamos para você as últimas tendências.

TeInteresa
  • A digitalização revolucionou a educação, permitido que os estudantes possam aprender a partir de qualquer lugar. Durante a pandemia da COVID-19 isso se tornou fundamental, reabrindo o debate sobre o modelo educativo e fazendo com que professores e estudantes se perguntem: chegou o momento de apostar em um modelo semipresencial?

    Transformar seu horizonte profissional pode ser rápido e simples graças aos bootcamps. Estamos falando de treinamentos especializados que englobam diferentes ramos do setor digital, são intensivos e rápidos, duram em média dois meses, e focam na prática, já que buscam atender à crescente procura por profissionais das empresas. Além disso, não exigem ter um diploma anterior.

  • A Iberdrola, em colaboração com um grupo de empresas industriais e tecnológicas, está promovendo o desenvolvimento de uma nova plataforma digital para centros de transformação (SSP, em sua sigla em inglês, Secondary Substation Platform). Baseada em Edge Computing, permitirá que a Companhia continue liderando a transformação digital do Negócio de redes.

    A inteligência digital se revela como imprescindível em um mundo que avança liderado pela digitalização. Por essa razão, o desenvolvimento de habilidades e competências relacionadas com as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), que vai muito mais além de saber utilizar um smartphone ou um tablet, deve ser uma das prioridades para a sociedade em geral e para o setor educativo em particular.

  • A pandemia da COVID-19 causou impacto em vários âmbitos, incluindo o setor educativo. Consequentemente, o processo de aprendizagem de milhares de crianças está acontecendo atualmente longe de suas salas de aula. A evolução das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) durante os últimos anos tem facilitado sua rápida implementação, mas com vantagens e inconvenientes.

    Em plena transformação digital, o conceito user centric passou a integrar as estratégias de negócio de empresas de todo o mundo com um objetivo: colocar o cliente no centro de suas ações para lhes oferecer a melhor experiência possível. Uma das vertentes fundamentais desse conceito é o design, um processo que inclui as necessidades e interesses dos usuários.