FINALISTAS PRÊMIOS IBERDROLA SUPERA

Os Prêmios Iberdrola SuperA selecionam 12 projetos pelo seu trabalho de promoção da igualdade de gênero através do esporte

A promoção do esporte feminino e a inclusão é o denominador comum das mais de 400 candidaturas apresentadas aos Prêmios Iberdrola SuperA, lançados pela companhia para reconhecer projetos e iniciativas esportivas desenvolvidas na Espanha a favor da igualdade de gênero e do empoderamento da mulher por meio da prática esportiva.

Os Prêmios Iberdrola SuperA premiam as atividades ou projetos que promovam a prática esportiva entre as mulheres, aumentem sua visibilidade, melhorem a logística e as instalações, incentivem a conciliação profissional e criem novas referências.

As mais de 400 candidaturas recebidas provêm de associações, clubes e federações esportivas nacionais e autonômicas, escolas do ensino fundamental e médio e entidades públicas ou privadas que desenvolveram ou que atualmente estejam gerenciando uma carreira esportiva ou algum projeto alinhado aos objetivos dos prêmios.

DOIS FINALISTAS EM CADA CATEGORIA

Em cada categoria, com um prêmio cuja dotação é de 50.000 euros, foram selecionados dois finalistas:

 Iberdrola SuperA Social

Categoria que premia a atividade, projeto e/ou programa que promova a integração social das mulheres através da prática esportiva.

Foram apresentadas 48 candidaturas, sendo selecionadas:

  • MAAVI Foundation Clube de Futebol (Roquetas de Mar, Almeria): clube de futebol dirigido a meninas de 4 a 17 anos que visa acabar com as desigualdades da região, onde a porcentagem de imigração é muito alta, através desse esporte.
  • Escola Feminina Servalabari (Sevilha): clube de futebol com um projeto de intervenção social no bairro de Las Tres Mil Viviendas de Sevilha para trabalhar a igualdade de gênero.

 Iberdrola SuperA Base

Categoria que premia a atividade, projeto e/ou programa que se destaque por incentivar o esporte-base entre as meninas (até 16 anos) para melhorar a saúde, integração e qualidade de vida das pessoas.

Foram apresentadas 97 candidaturas, sendo selecionadas:

  • Não é só futebol (Fuenlabrada, Madri): o clube esportivo Fuenlabrada Atlantis deseja criar uma academia para potencializar o equilíbrio entre o esporte e o desempenho acadêmico. O objetivo é evitar que as meninas abandonem a prática esportiva, muito frequente nessas faixas etárias.
  • Promoção da Igualdade de Gênero na prática esportiva em idades precoces nas instituições educacionais (Castela e Leão): projeto realizado nas escolas e desenvolvido pela Associação de Federações Esportivas de Castela e Leão (AFEDECYL), para fomentar a prática esportiva nas meninas de 11 a 16 anos.

 Iberdrola SuperA Competição

Categoria que premia a atividade, projeto e/ou programa que facilite a inclusão da mulher nas competições.

Foram apresentadas 110 candidaturas, sendo selecionadas:

  • Mulher, vida e esporte. Todas somos hockey (Saragoça): projeto do clube de hockey feminino Pilaricas VACH, formado em sua maioria por mães, que pretende consolidar seus dois times nas competições nacionais espanholas.
  • Equipe Feminina de Triathlon CAPEX (Badajoz): clube de triathlon pertencente ao clube esportivo CAPEX, que tem como meta consolidar o time feminino para participar de competições nacionais espanholas. Organizam várias provas para menores de idade ao longo do ano visibilizando o Triathlon e procurando que as meninas de 15 a 19 anos não deixem de praticar esporte.

 Iberdrola SuperA Difusão

Categoria que premia a atividade, projeto e/ou programa que seja uma referência para a difusão do esporte praticado por mulheres e que contribua para transmitir a importância do papel da mulher no esporte e na sociedade.

Foram apresentadas 110 candidaturas, sendo selecionadas:

  • Futfem.com: portal jornalístico para a difusão do futebol feminino mais antigo em língua espanhola. Futfem.com quer crescer em conteúdos audiovisuais e obter recursos suficientes para cobrir os próximos e mais importantes eventos internacionais de futebol feminino, como a Eurocopa 2022 e o Mundial 2023 da Austrália.
  • Donosti Cup (San Sebastián): maior torneio internacional de futebol de base da Espanha, com uma grande participação feminina. O torneio tem 13 categorias e está aberto para jogadoras e jogadores de 10 a 18 anos. Pretendem que haja mais times femininos, melhorar as instalações e criar um programa de embaixadoras.

 Iberdrola SuperA Inclusão

Categoria que premia a atividade, projeto e/ou programa que seja um exemplo de inclusão na prática esportiva de atletas com capacidades especiais.

Foram apresentadas 45 candidaturas, sendo selecionadas:

  • Esporte e Mulher (Foothand): programa da Fundação Accesibilidad Universal para integrar e normalizar a prática esportiva entre as meninas. Consiste na prática de futebol em cadeira de rodas com times onde podem participar tanto pessoas com mobilidade reduzida quanto sem limitações. Fomenta a igualdade e aproxima o esporte mais célebre das meninas com mobilidade reduzida como ferramenta de reabilitação, lazer e socialização, dado seu caráter inclusivo.
  • Muito por fazer (Toledo): programa de halterofilia da Associação Loida Zabala para treinar mulheres com lesão medular e diferentes deficiências motrizes. Sua criadora é a atleta Loida Zabala, 14 vezes campeã da Espanha e possuidora de três diplomas paralímpicos.

 Iberdrola SuperA +

Categoria que premia a atividade, projeto e/ou programa com finalidades solidárias, desenvolvidos durante a crise da COVID-19 por parte de atletas, federações ou outras entidades relacionadas à atividade esportiva.

Foram apresentadas 20 candidaturas, sendo selecionadas:

  • Juntas venceremos: jogadoras da divisão Primeira Iberdrola, lideradas por Vicky Losada, jogadora do F. C. Barcelona, que lançaram uma plataforma online com o objetivo de arrecadar fundos para doá-los à Fundação Open Arms, que se dedica a ajudar grupos sociais desfavorecidos durante a crise da COVID-19. As futuras doações serão destinadas à allWomen e à Woman Leader, ambas dedicadas à luta pela igualdade das mulheres.
  • EsporteNAS: programa da Associação Espanhola de Psicólogos Especialistas em Alta Sensibilidade (PAS Espanha) de ajuda psicológica a mulheres e meninas esportistas após a crise da COVID-19.

JÚRI DE HONRA

As candidaturas foram selecionadas por um Júri de Honra composto por 13 figuras de destaque do esporte espanhol, oito mulheres e cinco homens:

  • Amanda Sampedro, capitã do Atlético de Madrid feminino e da Seleção espanhola.
  • Carolina Marín, primeira jogadora de badminton espanhola considerada a número 1 da história.
  • Conchita Martínez, ex-tenista e ex-capitã das seleções espanholas feminina e masculina de tênis.
  • Javier Fernández, melhor patinador da história da Espanha.
  • Jesús Carballo, ex-ginasta e presidente da Real Federação Espanhola de Ginástica.
  • Manu Carreño, jornalista especializado em esportes.
  • Marta Arce, judoca paralímpica.
  • Paloma del Río, voz das transmissões de competições de ginástica rítmica, ginástica artística, patinação artística e hípica da TVE. Atualmente é coordenadora de Patrocínios e Federações da Rádio e Televisão Espanhola (RTVE).
  • Sandra Sánchez, carateca, número 1 do ranking mundial WFK.
  • Silvia Navarro, capitã da seleção espanhola de handebol.
  • Talant Dujshebaev, um dos melhores jogadores de handebol de todos os tempos.
  • Teresa Perales, nadadora paralímpica.
  • Vicente del Bosque, treinador de futebol e ex-treinador da seleção nacional da Espanha.


A cerimônia de premiação dos Prêmios SuperA acontecerá no dia 25 de novembro.