NEXT GENERATION EU

Mobilizamos investimentos de 30 bilhões de euros para liderar a transição verde e digital

#economia #emprego #energias renováveis

A Iberdrola apresentou ao programa Next Generation EU 175 projetos que mobilizarão investimentos de 30 bilhões de euros na Espanha e envolverão 350 pequenas e médias empresas, instituições, sócios tecnológicos, start-ups e toda a cadeia de valor. Essas ações — relacionadas ao hidrogênio verde, energias renováveis inovadoras, mobilidade sustentável, armazenamento energético, redes elétricas inteligentes, eletrificação do calor e reciclagem de componentes de tecnologias limpas — contribuirão para a transformação industrial do país, colocando o foco na sustentabilidade, energia verde e acessível e na criação de empregos.

O que é o programa Next Generation EU?

A companhia estima que suas iniciativas criarão 45.000 postos de trabalho/ano, estáveis e com alta qualificação, assim como um crescimento econômico de mais de 1,5 % do PIB. Além disso, terão um impacto positivo na competitividade do tecido industrial espanhol e na balança de pagamentos (entre 500 milhões e 1 bilhão de euros por ano), trarão consigo a redução das emissões de gases de efeito estufa e contribuirão para a melhoria de zonas urbanas e o desafio demográfico, pois incluem mais de 7 bilhões de euros em projetos desenvolvidos em zonas rurais.

Ignacio Galán, presidente do grupo Iberdrola

Devemos construir um ecossistema empresarial e industrial para aproveitar o potencial da Espanha

Os projetos — alinhados ao binômio transição verde e digital estabelecido pela União Europeia — permitirão a recuperação verde no curto prazo e a transformação do país no médio e longo prazo, orientando-o para setores do futuro. Serão liderados por agentes com capacidade indutora e de gestão e desenvolvidos de forma colaborativa, envolvendo as PMEs e o ecossistema empresarial e os elos da cadeia de valor industrial em todas as regiões autônomas espanholas.

 

Programa Next Generation EU.#RRSSPrograma Next Generation EU.

 VER INFOGRÁFICO: Programa Next Generation EU [PDF]

Adicionalmente, a Iberdrola está implementando um plano de investimento de 75 bilhões de euros até 2025 através do qual visa dobrar sua capacidade renovável e adiantar-se à revolução energética que as principais economias do mundo enfrentam. Na Espanha, a companhia prevê investir 14,3 bilhões de euros, dos quais mais de 7 bilhões se destinarão ao desenvolvimento de novos projetos renováveis, enquanto mais de 4,5 bilhões servirão para fortalecer e continuar digitalizando as redes elétricas.
 

 Mais informações sobre Next Generation EU, uma oportunidade para transformar a economia [PDF]

HIDROGÊNIO VERDE PARA PROMOVER PRODUTOS SUSTENTÁVEIS LIVRES DE EMISSÕES

A Iberdrola lidera 54 propostas de hidrogênio renovável apresentadas ao programa Next Generation EU — mediante o Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência do Governo da Espanha —, as quais mobilizarão um investimento de mais de 2,5 bilhões de euros para a instalação nos próximos anos de uma potência de mais de 1 gigawatt (GW) de eletrolisadores na Espanha. Esse plano permitiria a produção de 60 mil toneladas de hidrogênio verde por ano, o que equivale a 25 % do objetivo nacional — que prevê a instalação de 4 GW até 2030 — e conseguiria que mais de 25 % do hidrogênio atualmente consumido na Espanha não gerasse emissões de CO2.

Os projetos estariam localizados em 15 regiões autônomas e contribuiriam para o desenvolvimento da cadeia de valor, envolvendo mais de 50 empresas e criando quase 5.000 empregos qualificados através de mais de 500 fornecedores locais. Além disso, os investimentos ultrapassariam a cifra de 4 bilhões de euros, considerando a capacidade renovável associada e necessária para a geração de energia verde, com uma potência de 4.000 megawatts (MW) provenientes do sol e do vento.

As iniciativas apresentadas, orientadas para a capacitação tecnológica e o desenvolvimento industrial, se distribuem em quatro áreas de desenvolvimento: fertilizantes, mobilidade, projetos industriais e cogerações.

 

Hidrogenio verde, promovemos produtos sustentáveis livres de emissoes.#RRSSHidrogênio verde, promovemos produtos sustentáveis livres de emissões.

 Produção de amônia para fertilizantes 100 % verde

Quatro dos projetos de hidrogênio verde seriam realizados através da parceria da Iberdrola e da Fertiberia, que prevê o desenvolvimento de 830 MW de hidrogênio verde até 2027 nas instalações de Puertollano (Ciudad Real) e Palos de la Frontera (Huelva). A iniciativa representa um investimento de 1,8 bilhão de euros e poderia tornar a Espanha líder industrial no setor do hidrogênio verde e primeiro país com 100 % de produção de amônia totalmente verde para fertilizantes.

O projeto de inovação começou com o lançamento do maior complexo de hidrogênio verde para uso industrial da Europa, que entrará em operação neste ano em Puertollano, e é integrado por uma usina fotovoltaica de 100 MW, um sistema de baterias de íon-lítio (20 MWh) e um dos maiores sistemas de produção de hidrogênio via eletrólise (20 MW).

Para realizar esses projetos, a Iberdrola criou a Iberlyzer, uma nova empresa tecnológica dedicada ao desenvolvimento, industrialização e fornecimento de instalações de eletrólise para a geração de hidrogênio verde na Espanha. A Iberlyzer, que iniciará seu funcionamento nesse mesmo ano, se converterá no primeiro fabricante de eletrolisadores em grande escala no país e prevê fornecer mais de 200 MW de eletrolisadores em 2023.

 Hidrogênio verde para a mobilidade: transporte urbano pesado, logística e portos

Mais de 20 projetos de hidrogênio serão realizados no âmbito dessa mobilidade, tanto de transporte urbano pesado quanto de desenvolvimento de uma rede de abastecimento em polos logísticos ou projetos em portos. O investimento necessário superaria a cifra de 425 milhões de euros para a instalação de 115 MW de eletrolisadores.

  • A Iberdrola construirá uma usina produtora de hidrogênio na Zona Franca de Barcelona, que será utilizada pelos ônibus da empresa Transports Metropolitans de Barcelona (TMB), que usem essa tecnologia, assim como por outras frotas e indústrias do parque industrial.
  • A companhia criaria uma rede de corredores de hidrogênio verde para o abastecimento, principalmente destinada às frotas de transporte rodoviário de veículos pesados. A rede seria integrada por 19 polos logísticos, entre os quais Saragoça, Múrcia e Valência.
  • Nos portos de Tenerife e Las Palmas de Gran Canaria, desenvolverá instalações de abastecimento de hidrogênio verde para a frota de veículos industriais e manipulação de cargas, adaptando essas áreas à futura conversão da frota marítima movida a hidrogênio.

 Descarbonização de processos industriais e cogerações

A proposta da Iberdrola em termos de hidrogênio verde se complementa com o desenvolvimento dessa tecnologia para vários projetos industriais com um investimento de mais de 155 milhões de euros e uma potência de 70 MW de eletrólise:

  • Instalação de hidrogênio verde localizada nos arredores da antiga usina de carvão de Lada (Astúrias), com o objetivo de reduzir significativamente as emissões de gases de efeito estufa na indústria da região.
  • Projetos industriais baseados na substituição de hidrogênio cinza (obtido de fontes poluentes) por verde em escala industrial e outras iniciativas de aproveitamento energético em usinas de cogeração distribuídas por todo o país, assim como projetos industriais intensivos relativos à emissão de CO2 que serão propostos em escala-piloto, transformando essas instalações em usinas de alto nível tecnológico.

O PRIMEIRO PARQUE EÓLICO 'OFFSHORE' FLUTUANTE

Outra das iniciativas apresentadas pela Iberdrola ao programa Next Generation EU é o projeto do primeiro parque eólico offshore flutuante em escala industrial da Espanha. A instalação, que teria uma potência de 300 MW e significaria um investimento de mais de 1 bilhão de euros, se tornaria um polo de industrialização e criação de empregos no país: o estudo, projeto e engenharia poderiam começar neste ano e até sua entrada em operação (prevista para 2026), criaria mais de 2.800 empregos anuais exigindo a participação de 66 empresas e centros tecnológicos espanhóis, incluindo 52 PMEs. No curto prazo, no cenário 2021-2022 e antes do começo da fase de construção, a iniciativa poderia criar entre 1.000 e 2.000 empregos.

 

Energia eólica offshore flutuante: projetamos o primeiro parque eólico offshore flutuante da Espanha.#RRSSEnergia eólica 'offshore' flutuante: projetamos o primeiro parque eólico 'offshore' flutuante da Espanha.

Essa atividade envolveria, segundo as estimativas da companhia, nove regiões autônomas espanholas, contribuindo assim para a estruturação do território e a criação de oportunidades industriais e de inovação em um mercado em crescimento, com um alto componente exportador. O parque também contribuiria para a luta contra as mudanças climáticas, pois evitaria a emissão na atmosfera de 202.500 tCO2/ano.

Esse projeto inovador e pioneiro seria a ponta de lança para o desenvolvimento de até 2.000 MW eólicos offshore flutuantes que a Iberdrola identificou e que poderiam ser construídos na costa da Galiza, Andaluzia ou nas Ilhas Canárias.

MOBILIDADE ELÉTRICA EM CORREDORES E CIDADES

No âmbito da mobilidade elétrica, a companhia lidera 12 propostas — em colaboração com fornecedores, clientes e regiões autônomas — que representariam um investimento de mais de 1 bilhão de euros e com impacto em todo o território nacional espanhol. Junto à aceleração da implantação de infraestruturas de recarga e inovação em corredores, via pública e privada em cidades, a companhia propôs iniciativas de recarga singular com start-ups, assim como projetos de eletrificação de ônibus urbanos e interurbanos e o desenvolvimento de corredores de recarga elétrica para o transporte rodoviário de veículos pesados.

 

Mobilidade elétrica: investimos em infraestruturas de recarga e inovacao.#RRSSMobilidade elétrica: investimos em infraestruturas de recarga e inovação.

Destaca-se a parceria estratégica com a empresa Irizar para promover a eletrificação das frotas de transporte público nas cidades. Sob a égide dessa parceria seriam desenvolvidos quatro projetos com um investimento associado de 400 milhões de euros:

 Projeto indutor estratégico que engloba toda a cadeia de valor do ônibus com zero emissão para avançar rumo à descarbonização do transporte de passageiros urbano e interurbano.

 Desenvolvimento de demonstradores (sistemas de protótipos) em oito cidades espanholas para que tenham frotas com zero emissão. A iniciativa propõe a renovação de 377 ônibus elétricos e 50 caminhões elétricos e infraestruturas de recarga associadas.

 Desenvolvimentos tecnológicos inovadores, criação de novas infraestruturas de recarga e digitalização de serviços para impulsionar a cadeia de valor, o que contribuirá para descarbonizar o transporte de passageiros urbano e rodoviário. 

 Hubs para os habitantes e recarga rápida para e-ônibus em diversas infraestruturas da região de Madri. O projeto aborda a eletrificação das principais estações de baldeação, áreas intermodais e estacionamentos situados em zonas relevantes, assim como a criação de hubs para os habitantes com pontos de recarga e lugar para deixar motos, bicicletas, patinetes e carsharing.

O QUE É NEXT GENERATION EU?

O programa Next Generation EU é um pacote de fundos da União Europeia destinado a reparar os danos econômicos e sociais imediatos causados pela pandemia de COVID. A companhia considera esse plano uma oportunidade sem precedentes para estimular a transformação da economia rumo a um modelo mais sustentável, resiliente, inclusivo e competitivo, assim como para intensificar a atividade e criar novas figuras de colaboração público-privada.

Na Espanha, o Next Generation EU é articulado através do Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência do Ministério de Transição Energética.

 

Mais informações sobre o

PLANO DE RECUPERAÇÃO, TRANSFORMAÇÃO E RESILIÊNCIA

O que é o Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência do Governo da Espanha?

O Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência é o instrumento que mobilizará nos próximos três anos 50 % dos recursos destinados à Espanha provenientes do programa Next Generation EU. Mais concretamente, guiará a execução de cerca de 72 bilhões de euros entre os anos 2021 e 2023, em consonância com as prioridades estabelecidas pelos fundos europeus de recuperação: o investimento verde representa mais de 37 % do total do Plano e a digitalização cerca de 33 %.

O Plano está estruturado em torno das quatro transformações que o governo da Espanha, liderado pelo primeiro-ministro Pedro Sánchez, situou no centro de sua estratégia de política econômica: a transição ecológica, a transformação digital, a igualdade de gênero, e a coesão social e territorial. A iniciativa, que foi apresentada no dia 7 de outubro de 2020, também se inspira na Agenda 2030 e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

O que é a Manifestação de Interesse (Call of interest) do Programa Impulso de projetos indutores de Competitividade e Sustentabilidade Industrial?

Em dezembro de 2020, o Ministério da Indústria, Comércio e Turismo espanhol abriu uma consulta pública para identificar projetos indutores capazes de modernizar a indústria do país com o objetivo de elaborar o mapa das possíveis grandes iniciativas que serão financiadas com fundos europeus no âmbito do Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência.

Quais requisitos devem ser cumpridos por tais projetos?

  • Projetos indutores com efeitos de curto e longo prazo.
  • Realizados de forma cooperativa, envolvendo todos os elos da cadeia de valor industrial.
  • Com um caráter marcadamente inovador que forneça valor agregado em termos de P&D.
  • Com um caráter estruturador do território.
  • Envolver as PMEs.
  • Com um impacto significativo na competitividade.
  • Contribuir para a dupla transição verde e digital estabelecida pela União Europeia.

Quais objetivos devem ter os projetos?

Quais foram as manifestações de interesse apresentadas?

Publicaram-se nove manifestações de interesse, das quais quatro já estão fechadas:

  1. Projetos indutores para uma transição energética justa e inclusiva: hidrogênio renovável.
  2. Projetos indutores para enfrentar o desafio demográfico e o combate ao despovoamento.
  3. Projetos Estratégicos para a Recuperação e Transformação Econômica (PERTE).
  4. Expressão de interesse relativa à mobilidade elétrica: infraestrutura de recarga, inovação e eletrificação do parque móvel.


  5. As outras cinco ainda estão em andamento:
  6. Mecanismos para a promoção de comunidades energéticas locais como ferramenta de recuperação econômica face à COVID-19.
  7. Ações que incentivem as energias sustentáveis nas ilhas espanholas como instrumento de recuperação.
  8. Fomento da economia circular no âmbito empresarial como instrumento para a recuperação.
  9. Flexibilidade do sistema energético, infraestrutura elétrica e redes inteligentes e implantação do armazenamento energético.
  10. Expressão de interesse relativa às energias renováveis.