MUDANÇAS CLIMÁTICAS E EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA

Apoio aos acordos internacionais para combater o aquecimento global

O grupo Iberdrola assumiu o compromisso de se manter entre as maiores empresas europeias com as menores emissões de CO2 por kWh gerado. A empresa foca seus esforços em reduzir gradualmente a intensidade das emissões de gases de efeito estufa, impulsionar as fontes renováveis de energia e apostar nas tecnologias mais eficientes.

Acordo de Paris.

RELATÓRIO DE GASES DE EFEITO ESTUFA

O grupo Iberdrola publica este relatório [PDF] para facilitar a verificação do inventário dos Gases de Efeito Estufa e informar de forma transparente aos seus stakeholders sobre as emissões da empresa, de acordo com os compromissos assumidos na Política Ambiental [PDF] e na Política contra as Mudanças Climáticas [PDF] aprovadas em dezembro de 2009 e modificadas pela última vez em outubro de 2018.

PRINCIPAIS ACORDOS INTERNACIONAIS

As principais opções para enfrentar as mudanças climáticas a partir do setor elétrico são: a promoção das energias renováveis, o uso da geração termelétrica de combustíveis fósseis com menor teor de carbono e a melhoria da eficiência na geração, transmissão e uso final da energia.

O grupo Iberdrola, ciente do papel fundamental desempenhado pelo setor elétrico nessa área, tem uma política contra as mudanças climáticas por meio da qual se compromete a promover o apoio aos acordos internacionais necessários para enfrentar esse problema ambiental, impulsionar o desenvolvimento de tecnologias eficientes do ponto de vista das emissões de GEE, fomentar o uso eficiente da energia e sensibilizar seus clientes para o consumo responsável de energia.

A empresa apoia as negociações políticas de alto nível, a fim de que se cumpram os objetivos climáticos no médio e longo prazo:

  • A Iberdrola aderiu ao CEO Climate Leadership Group, criado no Fórum Econômico de Davos, cuja finalidade é propor soluções reais e tangíveis para continuar lutando contra as mudanças climáticas.
  • Durante os atos de ratificação do Acordo de Paris — realizados em abril de 2016 em Nova York —, o grupo Iberdrola assinou os objetivos propostos pela organização Carbon Disclosure Project (CDP) por meio do projeto Road to Paris 2015.
  • O grupo Iberdrola se destaca como o único representante do setor elétrico no Diálogo de Talanoa, um processo global de debate construtivo e propostas de soluções por parte de governos e sociedade civil.
  • A empresa participa ativamente de diferentes cúpulas climáticas por meio de uma rota ciclística e da entrega de seu manifesto contra as mudanças climáticas, em que a Iberdrola estabelece seus compromissos e principais eixos de atuação na luta contra o aquecimento global.

Mais informaçao. Pegada ambiental.