NotíciaVolver

06/05/2020

Realizou esta ação seguindo as especificações técnicas estipuladas pelo ministério

O grupo Iberdrola, por meio da Iberdrola Clientes, coloca à disposição das Forças e Corpos de Segurança do Estado um milhão de máscaras, roupas e óculos de proteção

  • O Presidente do grupo, Ignacio Galán, agradece às Forças e Corpos de Segurança do Estado sua vocação de serviço e o trabalho desenvolvido nas últimas semanas: “Como sempre têm feito, a Polícia Nacional e a Guarda Civil estão realizando um esforço heroico durante esta crise, mantendo-se na linha de frente e ao serviço de todos os cidadãos e, mais particularmente, do pessoal da área da saúde”
  • Fernando Sánchez, Diretor do Centro Nacional de Proteção de Infraestruturas e Cibersegurança (CNPIC), a Comandante da Guarda Civil Ana María Muñoz Rodríguez e o Inspetor da Polícia Nacional Leandro Gobierno López estiveram presentes no Campus Iberdrola em Madri para entregar estes equipamentos de proteção
  • Desde que tomou conhecimento do início da pandemia de coronavírus, o grupo Iberdrola na Espanha colocou-se à disposição da Administração para adquirir material de primeira necessidade, destinado majoritariamente aos Ministérios da Saúde e do Interior da Espanha, bem como às Forças Armadas do país.

A Iberdrola Clientes, empresa do grupo Iberdrola na Espanha, pôs à disposição do Ministério do Interior cerca de um milhão de máscaras[1], 20.000 óculos de proteção e 5.390 macacões, que serão distribuídos entre suas diferentes unidades nos próximos dias. A Companhia realizou esta ação seguindo as especificações técnicas estipuladas pelo ministério

Esta nova leva de material faz parte de uma ação global do grupo Iberdrola durante a crise de saúde do coronavírus, que inclui a aquisição de artigos de saúde de primeira necessidade por um importe global de 30 milhões de euros (com um peso total de 80 toneladas), após disponibilizar à Administração sua capacidade de acesso global a suprimentos.

Estiveram presentes, na entrega do material de saúde no Campus Iberdrola de San Agustín de Guadalix (Madri), responsáveis da empresa Iberdrola Clientes, que entregaram o material ao Diretor do Centro Nacional de Proteção de Infraestruturas e Cibersegurança (CNPIC), Fernando Sánchez, à Comandante da Guarda Civil Ana María Muñoz Rodríguez e ao Inspetor da Polícia Nacional Leandro Gobierno López.

O presidente do grupo, Ignacio Galán, enviou uma mensagem de apoio e gratidão aos Corpos e Forças de Segurança do Estado: “Como sempre têm feito, a Polícia Nacional e a Guarda Civil estão realizando um esforço heroico durante esta crise, mantendo-se na linha de frente e ao serviço de todos os cidadãos e, mais particularmente, do pessoal da saúde”.

A aquisição de material de saúde e de prevenção, em coordenação com as autoridades, faz parte da resposta global da Iberdrola contra a COVID-19, que inclui funcionários, fornecedores e a sociedade em geral.

Desde o primeiro momento em que a ameaça do vírus foi perceptível, o grupo Iberdrola na Espanha implementou mais de 150 medidas para proteger a saúde e a segurança das pessoas, cuidar da segurança do fornecimento e reforçá-lo em instalações essenciais, como é o caso dos hospitais e centros de saúde. Com as medidas de segurança reforçadas para o pessoal de campo e cerca de 95% do quadro de pessoal dos escritórios trabalhando de forma remota, também habilitou facilidades de pagamento para seus clientes e serviços gratuitos para grupos sociais vulneráveis.


Mais investimentos e mais empregos para a recuperação verde

Uma vez que superemos a crise de saúde, a Iberdrola tem a convicção de que o caminho da recuperação deve estar alinhado com a transição para uma economia descarbonizada.

Neste sentido, o Presidente do grupo, Ignacio Galán, asseverou que “o caminho da recuperação econômica deve ser necessariamente verde. Para tal, temos planos claros tanto na Europa, com o European Green Deal, quanto na Espanha, com o PNIEC (Plano Nacional Integrado de Energia e Clima). As medidas tomadas nas últimas semanas demonstram que a Iberdrola já está plenamente engajada nesta tarefa”.

Para isso, a Companhia prevê acelerar seus investimentos até atingir o recorde de 10 bilhões de euros em 2020 e contratar 5.000 novos profissionais neste ano, depois de ter já contratado 3.500 em 2019.

Da mesma forma, a Iberdrola considera prioritária a manutenção de sua cadeia de suprimentos. Portanto, adiantou pedidos no trimestre por um valor de quase 4 bilhões de euros de mais de 10.000 fornecedores, o dobro que em 2019. Mais concretamente e conforme os dados de encerramento da empresa, março foi o mês mais ativo neste âmbito, pois foram realizadas adjudicações avaliadas em aproximadamente 2,9 bilhões de euros, quase 75% do total trimestral. Por outro lado, 24% da quantia global esteve destinada a fornecedores radicados na Espanha (mais de 940 milhões de euros). Este volume de recursos mobilizará projetos, a atividade industrial da cadeia de valor e a inovação em âmbitos como a energia renovável, redes inteligentes e sistemas de armazenamento em grande escala.

Em resumo, a resposta da Iberdrola contra a crise do coronavírus COVID-19 é plenamente consequente com o modelo que aplica há décadas, orientado para a criação de valor sustentável para acionistas, funcionários e sociedade em geral.

 

[1] 50.000 do modelo FFP3, 48.530 FFP2 e 900.000 cirúrgicas.

Acesso a informação legal