SEMANA DO CLIMA DE NOVA YORK 2021

Uma oportunidade global para acelerar a ação climática

#mudanças climáticas #sustentabilidade ambiental #ação social

Sob o slogan Getting it done (Fazendo acontecer), a Semana do Clima de Nova York (20 - 26 de setembro) colocou o foco no cumprimento dos objetivos climáticos e na necessidade de aumentar os compromissos assumidos pelas empresas, governos e organizações. O grupo Iberdrola, referência mundial na luta contra as mudanças climáticas, esteve novamente presente no evento, uma oportunidade global para unir esforços com o objetivo de acelerar a ação climática e avaliar o progresso antes da COP26.

 Todas as informações sobre a Semana do Clima de Nova York

IBERDROLA, NA VANGUARDA DA AÇÃO CLIMÁTICA

A Iberdrola investiu 120.000 milhões de euros em energias renováveis, redes elétricas e armazenamento nas últimas duas décadas. Um compromisso pioneiro com a energia limpa que a coloca numa posição de liderança em termos de ação climática, com emissões de CO2 já seis vezes inferiores às dos seus concorrentes europeus.

Mas o compromisso climático do grupo não termina aqui: a Iberdrola se comprometeu a investir 150 bilhões de euros mais até 2030 para continuar liderando a transição energética da economia mundial. Seu objetivo é atingir a neutralidade de carbono na Europa até 2030, 20 anos antes do horizonte definido pelo Velho Continente, e ser uma empresa neutra em carbono a nível global até 2050.

Com o apoio a iniciativas como a Semana do Clima de Nova York, a Iberdrola enfatiza a necessidade de agir com urgência para manter o aquecimento global abaixo de 1,5ºC e mitigar os efeitos das mudanças climáticas no planeta. Um propósito que só será possível unindo os esforços de todos os agentes de todas as geografias e setores para multiplicar a eficácia dos compromissos individuais e encontrar novas soluções.

Nesse sentido, a indústria elétrica desempenha um papel fundamental. As energias renováveis, as redes inteligentes e a eletrificação dos usos da energia serão os vetores chave para a descarbonização da economia. E o grupo Iberdrola trabalha para se manter na vanguarda desta transformação verde.

  • sub SINAIS ENCORAJADORES Ignacio Galán, presidente da Iberdrola.

    "É positivo que o mundo esteja avançando na direção certa à medida que nos aproximamos da COP26"

    Em entrevista à Bloomberg TV, o presidente do grupo Iberdrola, Ignacio Galán, destacou os avanços da Semana do Clima de Nova York, que abre caminho para a COP26, que se realizará em Glasgow em novembro. Galán aplaudiu os anúncios feitos pela China, Estados Unidos, União Europeia e Reino Unido, que considera "sinais encorajadores" para o combate às alterações climáticas a nível global. Exortou também a UE a monitorizar de perto as políticas dos diferentes Estados-membros para garantir que as medidas que tomam são consistentes com os planos europeus de redução das emissões.

  • sub AGIR URGENTEMENTE

    "A COP26 vai ser um momento crucial para mostrar nosso compromisso"

    Ignacio Galán falou na sessão Energy Action Days, das Nações Unidas, onde elogiou o papel "chave" desta organização na ação climática. O presidente do grupo sublinhou que "cada dia conta" no combate às mudanças climáticas. Por isso devemos começar hoje a construir "uma economia mais forte e sustentável, capaz de criar empregos de qualidade de forma massiva". Será este o espírito com que a Iberdrola participará em novembro na COP26, da qual a sua subsidiária ScottishPower é o principal patrocinador.

  • sub COMPROMISSO COM CATAR Ignacio Galán, presidente da Iberdrola.

    Galán se reúne com o CEO da Qatar Investment Authority

    O presidente da Iberdrola reuniu-se em Nova York com Mansoor bin Ebrahim Al Mahmoud, CEO da Qatar Investment Authority, primeiro acionista da Iberdrola. O gestor deu mostras de seu apoio ao projeto do grupo e ao seu plano de investimentos histórico de 150 bilhões até 2030, o que permitirá à empresa se antecipar e aproveitar as oportunidades de transformação energética das principais economias do mundo. Galán e Al Mahmoud fizeram um balanço da evolução da Iberdrola nos diferentes negócios e países em que está presente, bem como os principais objetivos até ao final do ano.

  • sub INVESTIMENTOS ESG

    Galán destaca a boa posição dos Estados Unidos para atrair investimentos que promovam a descarbonização

    Na Conferência Econômica Transatlântica, organizada pela Spain-U.S. Chamber of Commerce e a Cámara de Comercio de España, o presidente do grupo Iberdrola debateu a importância de fazer investimentos com base em critérios ambientais, sociais e de governança (ESG) para combater as mudanças climáticas. Galán afirmou que, para atrair esses investimentos, os Estados Unidos contam com marcos estáveis e previsíveis, incentivos fiscais para energias renováveis e tarifas de rede pactuadas de forma transparente, bem como uma boa cooperação federal e estadual, o que permitiu à Iberdrola diversificar e ser presente em 25 estados do país.

  • sub RENOVÁVEIS, REDES E ARMAZENAMENTO

    "Não alcançaremos os objetivos climáticos se não investirmos maciçamente em energia renovável, redes inteligentes e armazenamento"

    Ignacio Galán participou da Cúpula sobre o Impacto do Desenvolvimento Sustentável 2021, organizada pelo Fórum Econômico Mundial (WEF), coincidindo com a Semana do Clima de Nova York e a Assembleia Geral das Nações Unidas. Durante a sua intervenção, o presidente da Iberdrola sublinhou que, para se atingir a neutralidade do carbono, é fundamental ter enquadramentos “claros e estáveis” que dêem confiança aos investidores, tal como estão a fazer os Estados Unidos. Além disso, ele insistiu na necessidade de agilizar os procedimentos administrativos para reduzir os tempos de licitação para instalações ou redes renováveis e promover políticas fiscais baseadas no princípio de que "o poluidor paga".

  • sub GLOBAL COMPACT LEAD Ignacio Galán, presidente do Iberdrola.

    Iberdrola, a única espanhola reconhecida como 'empresa líder' pelo Pacto Global das Nações Unidas

    A Iberdrola tem sido reconhecida como uma das empresas membro do Global Compact LEAD pelo seu compromisso contínuo a favor do Pacto Global das Nações Unidas e dos 10 princípios para a promoção de uma atividade empresarial responsável. A utility, que faz parte deste ranking pelo quinto ano consecutivo, é o único membro espanhol deste seleto grupo de empresas, que representa 18 setores industriais de todas as regiões do mundo.

  • sub 'RACE TO ZERO BREAKTHOUGH'

    O setor elétrico avança na corrida rumo a emissões zero

    Na inauguração da Semana do Clima de Nova York, as principais empresas de energia elétrica anunciaram que 20 % do setor já faz parte da iniciativa Race to Zero Breakthough, cumprindo assim o objetivo traçado pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC), os climate champions da ONU e os presidentes da COP25 e COP26 antes da celebração em novembro desta grande cúpula do clima. A iniciativa, que tem sido apoiada pela Iberdrola desde o seu lançamento, articula o que os principais atores em 20 setores da economia mundial devem fazer e quando para alcançar as mudanças necessárias para alcançar um futuro resiliente e neutro em carbono em 2050 como tarde demais.

 

COMPROMISSOS ANUNCIADOS NA SEMANA DO CLIMA

Os anúncios sobre financiamento climático, fechamento das instalações a carvão e diretrizes da transição energética foram os assuntos protagonistas da Semana do Clima de Nova York.

  • Os Estados Unidos se comprometeram a quadruplicar seu apoio em termos de financiamento climático aos países em desenvolvimento, até 11 bilhões de dólares anuais em 2024. Este anúncio se une ao realizado anteriormente pela presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, de aumentar o financiamento climático da UE em 4 bilhões de euros anuais até 2027, os quais se somariam aos 25 bilhões anuais que já estão sendo concedidos.
  • A China anunciou que deixará de financiar usinas de carvão fora do seu país. Dito compromisso tem uma relevância especial, pois este país é o principal financiador desse tipo de usinas, seguido pela Coreia do Sul e Japão, que também anunciaram um compromisso semelhante há alguns meses.
  • Além disso, sete países (Reino Unido, Alemanha, França, Chile, etc.) lançaram uma parceria para deter a construção de novas usinas de carvão. Esta iniciativa está em consonância com o discurso do secretário-geral da ONU, António Guterres, que conferiu um papel prioritário a este assunto.
  • No âmbito do Diálogo de Alto Nível das Nações Unidas sobre Energia, Reino Unido, Brasil, Portugal e Alemanha, entre outros países, apresentaram formalmente os Energy Compacts, que expõem seus planos de transição energética e de descarbonização da economia. Neste caso, a Iberdrola teve uma participação muito ativa com a apresentação de dois pactos Energy Compacts [PDF], um sobre transição energética e outro sobre hidrogênio verde.

ALINHADOS COM A SEMANA DO CLIMA

Referência mundial.

Referência mundial na luta contra as mudanças climáticas

A companhia se comprometeu a reduzir sua intensidade de emissões até 50 gCO2/kWh em 2030 e ser neutra em carbono em 2050 a nível global.
Presença nas conferências.

Presença ativa nas conferências climáticas

Desenvolvemos uma intensa atividade no âmbito do debate global e regional em matéria de políticas climáticas.
Transição energética.

Nos antecipamos 20 anos à transição energética

A Iberdrola aposta em um modelo limpo, confiável e inteligente que substitua a produção de energia com fontes poluentes por energias limpas.
Líder mundial em energias renováveis.

Líder mundial em energias renováveis

O grupo Iberdrola já investiu 120 bilhões de euros em energias renováveis nos últimos 20 anos.
Mobilidade sustentável.

Promovemos a mobilidade sustentável

Lideramos a transição para a mobilidade sustentável e a eletrificação do transporte como uma forma eficaz para combater as mudanças climáticas.
Árvore.

'Green Recovery'

O grupo Iberdrola considera que a recuperação após a COVID-19 só pode ser verde e defende uma economia climaticamente neutra, resiliente, sustentável e inclusiva.
Financiamento verde.

Referência internacional em financiamento verde

A Iberdrola foi a primeira empresa espanhola a emitir bônus verde e atualmente é um modelo de referência internacional neste tipo de financiamento.
Biodiversidade.

Protegemos a biodiversidade

A companhia integra a conservação da biodiversidade dos ecossistemas em sua estratégia e promove as energias limpas como fonte de desenvolvimento sustentável.
ODS.

Líderes no impulso dos ODS

O grupo incluiu em sua estratégia empresarial os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, com foco no ODS 7 (energias renováveis e accesíveis) e ODS 13 (ação climática), além de contribuir diretamente para o ODS 9 (indústria, inovação e infraestruturas), entre outros.

CHAVES PARA UM FUTURO MAIS VERDE

Emprego.

Empregos verdes

A transição para uma economia descarbonizada é um motor de crescimento econômico com potencial para criar milhões de empregos verdes.
Impostos ambientais.

Impostos ambientais

Partem do princípio de que quem contamina paga, por isso os comportamentos nocivos para a saúde do planeta são taxados.
Green recovery.

A transição justa

A transição para uma economia neutra em carbono implicará alterações estruturais com um forte impacto sobre determinadas regiões, áreas e grupos sociais. Para não deixar ninguém para trás, esta transição deve ser justa.
Recuperação verde.

Medidas de recuperação verde

Cada vez mais governos, organismos e empresas apostam em uma recuperação verde após a COVID-19.
Década do clima.

2010-2019: a pior década para o clima

As consequências do aumento da temperatura média da Terra vão da subida do nível dos oceanos até a proliferação de fenômenos meteorológicos extremos.
Mudanças climáticas.

Mitigação e adaptação às mudanças climáticas

As mudanças climáticas ameaçam o futuro de nosso planeta, mas ainda há tempo para nos adaptar a elas e mitigar seus efeitos.
Recursos naturais.

Exploração excessiva dos recursos naturais

Os recursos naturais são imprescindíveis para a subsistência, mas se forem consumidos a uma velocidade maior do que a de sua regeneração natural, podem esgotar-se.
Infraestruturas sustentáveis.

Infraestruturas sustentáveis

Conforme estimativas do projeto The New Climate Economy, o mundo precisa investir 90 bilhões de dólares em infraestruturas sustentáveis até 2030.
Desenvolvimento urbano.

Desenvolvimento urbano sustentável

Cidadãos, urbanistas e arquitetos com consciência ecológica depositam suas esperanças nos ecobairros.
Bicicleta.

O futuro da mobilidade

Graças à revolução digital, ferramentas como o big data e conceitos como carsharing são vitais para criar cidades inteligentes com sistemas de mobilidade de alto rendimento.
Sustentabilidade alimentar.

Sustentabilidade alimentar

A alimentação sustentável fomenta o consumo de produtos locais, gera menos resíduos e limita o consumo de carne e peixe para proteger a biodiversidade.

O QUE OS ESPECIALISTAS OPINAM

Jim McClelland.

Desinvestimento e metas climáticas

Jim McClelland, fundador, editor e embaixador da SustMeme, argumenta que as metas climáticas levaram ao desinvestimento dos combustíveis fósseis, algo que está se espalhando para a carne e o plástico também.
Anita Sengupta.

O futuro verde e sustentável do transporte

Anita Sengupta, engenheira aeroespacial, cientista e piloto, afirma que "o caminho evolutivo para o transporte ecológico nos permite proteger nosso planeta com uma perspectiva interplanetária".
Jonathon Porritt.

Uma revolução imparãvel

Jonathon Porrit, cofundador do Forum for the Future, garante que "é mais rentãvel construir e explorar novos projetos de energia alternativa do que manter as instalações convencionais existentes".
Erik Solheim.

Novo modelo de desenvolvimento ecológico

Erik Solheim, ex-diretor executivo do PNUMA, escreve sobre a oportunidade inigualãvel que temos por diante: "pela primeira vez, é possível adotar um novo modelo de desenvolvimento ecológico".
Saskia Sassen.

As cidades, essenciais na mudança

A socióloga, escritora e professora Saskia Sassen comenta o papel das cidades para modificar a forma de gerenciar a nova era e insiste na necessidade de "nos movermos muito mais rãpido" para mudar as coisas.

 

Todas as informações sobre a

SEMANA DO CLIMA DE NOVA YORK

O que é a Semana do Clima de Nova York?

A Semana do Clima de Nova York (Climate Week NYC) é uma conferência climática que reúne líderes de governos, do mundo empresarial e da sociedade civil, assim como autoridades locais e organizações internacionais para debater como frear o aquecimento global.

Por que é comemorada a Semana do Clima de Nova York?

O objetivo da Semana do Clima de Nova York é reconstruir a economia global para as pessoas e o planeta como caminho para um futuro melhor. Para tal, busca reduzir as emissões globais de gases de efeito estufa pela metade até 2030.

Quem organiza a Semana do Clima de Nova York?

A Semana do Clima de Nova York é organizada pelo The Climate Group, em associação com a Organização das Nações Unidas (ONU) e a prefeitura da cidade de Nova York. The Climate Group é uma ONG ambiental que trabalha para acelerar a ação visando limitar o aumento da temperatura global a 1,5 °C.

Em que datas ocorreu a Semana do Clima de Nova York 2021?

A Semana do Clima de Nova York 2021 ocorreu entre os dias 20 e 26 de setembro.

Quais foram os temas da Semana do Clima de Nova York 2021?

Em 2021, a Semana do Clima de Nova York foi estruturada em torno de 10 grandes temas: construção, energia, indústria, alimentação, justiça ambiental, transporte, finanças, vida sustentável, natureza e política.

Quais foram as atividades da Semana do Clima de Nova York 2021?

A conferência do clima começou com a cerimônia de abertura, onde se reuniram líderes governamentais e empresariais para expor seus compromissos com a ação climática e encontrar fórmulas para continuar avançando rumo ao cumprimento dos ambiciosos objetivos climáticos.

Além disso, a Semana do Clima convidou a sociedade civil para participar organizando suas próprias atividades. No total foram realizados mais de 500 eventos virtuais em todo o mundo e atividades presenciais na cidade de Nova York.

Qual foi o lema da Semana do Clima de Nova York 2021?

O lema para 2021 foi Getting it done (Fazendo acontecer).