NEOENERGIA

Neoenergia, a gigante energética do Brasil, primeira empresa de rede cotada do Brasil

#empresa #Neoenergia #economia

A Neoenergia está presente em 18 estados e gerencia 13,9 milhões de pontos de fornecimento em uma área de concessão de mais de 840.800 km2. A empresa também presta serviço para uma população formada por mais de 34 milhões de habitantes e desde 1.º de julho de 2019 se destaca como a principal empresa de energia elétrica privada presente na atividade de redes listada na B3 de São Paulo graças a uma capitalização de aproximadamente 19 bilhões de reais brasileiros.

O grupo Iberdrola concluiu em agosto de 2017 uma das operações corporativas mais importantes de sua história recente: com a incorporação da Elektro Holding na Neoenergia, a empresa faz parte do gigante do mercado elétrico brasileiro e latino-americano após a aprovação das Assembleias de Acionistas de ambas as empresas.

O Conselho de Administração da Neoenergia decidiu iniciar o processo para sua entrada na bolsa do Brasil, conforme folheto preliminar apresentado pela empresa ao supervisor da bolsa de valores do país, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Finalmente, as ações da Neoenergia começarão a ser cotadas na Bolsa de São Paulo a partir do dia 1.º de julho de 2019. Essa operação representa a maior colocação desse tipo — Initial Public Offering (IPO) — até a presente data e a mais relevante do setor energético brasileiro desde o ano 2000.

Após o sucesso da oferta realizada, a estrutura do capital social da Neoenergia foi modificado: A Iberdrola controla 50 % + 1 ação; a Previ, 32,9 %, mantendo-se como acionista relevante e de longo prazo, e o restante, 17,139 %, fica como free float.

No início de 2021, a Neoenergia adquiriu o distribuidor CEB Distribuição por cerca de 400 milhões de euros, assumindo a exploração da sua atividade. A combinação da Neoenergia com o CEB-D cobrirá uma área de mais de 840,8 mil km2, com uma rede de distribuição de 616.731 km em 18 estados e atenderá 15,3 milhões de clientes, 7,7 % a mais do que os administrados até agora. A concessão CEB-D garante 25 anos de atividade regulada com rendimentos estáveis e previsíveis.

O plano de investimentos em 2021 vai triplicar o volume anual historicamente atribuído pelo CEB-D e vai melhorar a qualidade do serviço, implantar e digitalizar a rede e oferecer maior eficiência e satisfação aos seus clientes.

Segundo o presidente do grupo, Ignacio Galán, a operação reforça "nosso compromisso com o Brasil e permite à Neoenergia consolidar sua posição de liderança no país e na América Latina". Além disso, afirmou que isso contribui para o crescimento econômico e a geração de empregos em Brasília.

As cifras refletem claramente a nova dimensão adquirida pela Neoenergia:

 Presta serviço em um território com mais de 34 milhões de personas.

 Tem 13,9 milhões de pontos de fornecimento.

 Sua área de concessão compreende mais de 840.800 km2 e agrupa um total de 18 estados.

 Sua rede de distribuição se estende ao longo de 616.731 km.

A Neoenergia, o gigante energético do Brasil.#RRSSA Neoenergia, o gigante energético do Brasil.

 VER INFOGRÁFICO: A Neoenergia, o gigante energético do Brasil [PDF]

Compromisso e confiança

A Neoenergia é uma empresa socialmente responsável e plenamente integrada nas comunidades onde está presente, colocando as pessoas no foco de sua atividade e criando valor para seus clientes, acionistas, fornecedores, colaboradores e para a sociedade como um todo. A empresa também lidera o ranking das 100 empresas mais transparentes, elaborado pela ONG Transparência Internacional.

Após mais de vinte anos de presença ininterrupta no Brasil, o grupo Iberdrola ratifica seu compromisso com a primeira economia da América Latina, tal como demonstram seus planos de crescimento no médio e longo prazo nos setores das energias renováveis e redes. Nesse sentido, a Iberdrola foi adjudicatária em dezembro de 2018 — através da Neoenergia — de quatro projetos que representarão a construção de mais de 3.000 quilômetros de linhas de transmissão. Tais adjudicações se somam aos 1.652 quilômetros de linhas correspondentes aos projetos já adjudicados em 2017.

O grupo Iberdrola, através de sua filial brasileira, planeja investir 6 bilhões de euros no Brasil durante o período 2018-2022, tal como consta em suas Perspectivas Estratégicas, apresentadas no último mês de fevereiro em Londres.


 Complexo eólico onshore da Paraíba

 Usina hidrelétrica Baixo Iguaçu

   

* A Iberdrola, S.A. tem uma participação indireta de 50 % + 1 ação na Neoenergia, S.A.
** Disponível na versão em espanhol.