Parque eólico 'offshore' Windanker

Windanker, nosso terceiro parque eólico offshore no Mar Báltico

Projetos Iberdrola Eólica offshore Alemanha

O Grupo Iberdrola está desenvolvendo seu terceiro parque eólico offshore no Báltico, Windanker, com uma capacidade instalada de 315 MW. Assim, a empresa está fortalecendo o Hub do Báltico, que acrescentará mais de 1.100 MW de capacidade instalada.

Windanker
Projeto em andamento

Parque eólico offshore Windanker

Ubicación
Localização Mar Báltico (Alemanha)
Capacidad instalada
Capacidade total instalada 315 MW
Inversión
Investimento Mais de 1 bilhão de euros
Puesta en marcha
Inicio de operação Último trimestre de 2026

A Iberdrola encomendou um novo projeto renovável, o parque eólico offshore Windanker, localizado em águas alemãs do Mar Báltico. Assim, a empresa continua seu compromisso com a implantação de energias renováveis nos mercados internacionais, sendo este parque eólico o terceiro projeto eólico do grupo no Báltico.

Windanker tem um investimento planejado de mais de 1 bilhão de euros e alcançará uma capacidade instalada de 315 MW após o início de suas operações, programada para o último trimestre de 2026. A maioria da eletricidade renovável gerada será comercializada através de contratos de compra e venda de energia (PPAs) de longo prazo no mercado alemão.

Graças à evolução da tecnologia eólica offshore e seu conhecimento do Mar Báltico, a Iberdrola irá maximizar a eficiência de Windanker, que incorporará turbinas de nova geração com uma capacidade unitária de aproximadamente 15 MW.

Ainda em construção e com estudos geotécnicos em andamento, o futuro parque eólico alcançou um novo marco ao receber a autorização do trajeto de seu cabo submarino, algo fundamental para conectar a subestação offshore - a cerca de 24 quilômetros de distância - à rede nacional alemã. A aprovação foi recebida pela 50Hertz, a operadora do sistema de eletricidade no nordeste da Alemanha, e marca uma etapa crucial no processo de instalação e conexão do cabeamento de Windanker. A instalação das fundações está programada para começar em julho de 2025, enquanto os cabos de interconexão devem ser instalados a partir de dezembro do mesmo ano.

O transporte e a instalação das fundações das monoestacas e dos cabos de interconexão serão realizados pela Van Oord, a mesma empresa que participa no desenvolvimento do parque eólico offshore de Baltic Eagle. Assim como nesse outro projeto no Báltico, a empresa holandesa utilizará seu navio de carga pesada de 8.000 toneladas, chamado Svanen, que já instalou mais de 700 fundações em toda a Europa.

A Alemanha planeja desenvolver 20.000 MW de capacidade eólica offshore até 2030. Esta meta poderia ser revista no sentido de um aumento após a aprovação, nesta primavera, da necessidade de aumentar as reduções de emissão de CO2 para 65 % até 2030 e 88 % até 2040, com o objetivo de alcançar a neutralidade climática até 2045, cinco anos antes dos compromissos iniciais. A regulamentação na Alemanha é caracterizada pela estabilidade e previsibilidade, criando uma estrutura de confiança para os desenvolvedores de energia renovável.

E, além disso, você pode se interessar:

Você sabe o que é um PPA?

Um PPA (Power Purchase Agreement) é um acordo ou contrato de compra e venda de energia. 

Fortalecendo o Hub do Báltico 

O projeto fortalecerá o Hub do Báltico liderado pela empresa na Alemanha, que acrescentará mais de 1.100 MW de capacidade instalada, após um investimento conjunto de cerca de 3,5 bilhões de euros. O Hub também é composto pelo parque eólico Wikinger (350 MW), em operação, e Baltic Eagle (476 MW), em construção.

Windanker também se beneficiará de outras sinergias durante sua implementação, pois seu desenvolvimento coincide com o dos parques do complexo East Anglia Hub, no Reino Unido.

Iberdrola, líder mundial em energias renováveis

Na Iberdrola, decidimos apostar nas energias renováveis há mais de duas décadas como um pilar fundamental sobre o qual construir nosso modelo de negócios seguro, limpo e competitivo. Graças a essa visão, hoje somos líderes mundiais em energias renováveis, alcançando 42.387 MW de energias renováveis em operação após o primeiro trimestre de 2024.

Esse compromisso está refletido em nosso Plano Estratégico, no qual destinaremos 15,5 bilhões de euros brutos para energias renováveis. Desse total, mais da metade terá como foco a energia eólica offshore nos EUA, no Reino Unido, na França e na Alemanha, sendo que 28% será designado à energia eólica onshore e 18%, à energia solar.