COMPLEXO EÓLICO 'OFFSHORE' EAST ANGLIA HUB

East Anglia Hub: o nosso maior projeto de energia eólica 'offshore' em todo o mundo

O grupo Iberdrola construirá em águas do Reino Unido o macrocomplexo eólico offshore de East Anglia Hub, que agrupará três projetos com uma capacidade instalada total de 3.100 MW: East Anglia ONE North, East Anglia TWO e East Anglia THREE. As obras, cujo investimento é de 6,5 bilhões de libras, começarão em 2022 e durarão quatro anos.

Localização
Mar do Norte (Reino Unido)

Capacidade total instalada
3.100 MW

Investimento total
6,5 bilhões de libras

Início das obras de construção
2023

Complexo eólico offshore
East Anglia Hub

O grupo Iberdrola — através de sua filial no Reino Unido ScottishPower Renewables — promoverá East Anglia Hub, um macrocomplexo eólico offshore que terá uma capacidade instalada de 3.100 MW e um investimento próximo a 6,5 bilhões de libras.

Essa potência é suficiente para abastecer com energia limpa 2,7 milhões de residências britânicas e representa mais de 7,5 % do objetivo de 40 GW de energia eólica offshore estabelecido pelo governo do Reino Unido até 2030. O parque de East Anglia Hub contribuirá de forma considerável para atingir essa meta, apoiando a recuperação verde em âmbito regional e nacional e ajudando a cumprir os compromissos de neutralidade climática.

Esta infraestrutura, que será o maior projeto eólico offshore da companhia em todo o mundo, incluirá três dos desenvolvimentos que a Iberdrola tem em sua carteira atualmente na área de East Anglia (zona sul do Mar do Norte): East Anglia ONE North, East Anglia TWO e East Anglia THREE. Os parques eólicos offshore serão construídos de forma simultânea, o que permitirá reduzir o tempo de construção e colocação em serviço, aumentar as oportunidades para a cadeia de suprimentos, diminuir o custo da energia limpa e contribuir ativamente para os objetivos offshore do país.

East Anglia THREE [PDF] — de 1.400 MW — estará localizado a 69 quilômetros (offshore) da costa de Norfolk, perto da área metropolitana de Londres. Este primeiro projeto já tem a autorização de construção. Os dois restantes — que perfazem outros 1.700 MW — enviaram as solicitações de planejamento, que estão sendo analisadas pela Inspeção de Planejamento do Reino Unido. De acordo com o resultado dessas considerações, se prevê que a construção do parque East Anglia Hub comece em 2023 e finalize em 2026.

SIEMENS GAMESA, FORNECEDORA PREFERENCIAL DAS TURBINAS

A Iberdrola, através da ScottishPower Renewables, selecionou a Siemens Gamesa Renewable Energy (SGRE) como fornecedora preferencial para proporcionar e instalar uma das turbinas eólicas mais potentes e produtivas do mundo em seu projeto East Anglia Hub. As duas empresas chegaram a um acordo para trabalhar juntas no próximo leilão Contracts for Difference, previsto para o final do ano, com a intenção de fechar acordos para o fornecimento e instalação de turbinas até então.

A seleção de uma empresa fornecedora preferencial neste momento permitirá que a Iberdrola e a SGRE somem forças tanto no que se refere ao plano do projeto quanto ao desenho de uma turbina de nova geração de 14 MW de potência unitária, a fim de conseguir mais eficiência e maximizar as oportunidades para a cadeia de suprimentos.

O possível fornecimento e instalação de 200 turbinas para o parque East Anglia Hub, por parte da SGRE, permitirão replicar e maximizar os êxitos do trabalho conjunto realizado no East Anglia ONE criando empregos e apoiando a cadeia de suprimentos do Reino Unido.

Com este desenvolvimento, a Iberdrola se converterá em um dos principais operadores de energia eólica offshore do Reino Unido, onde já opera o parque East Anglia ONE (714 MW de capacidade).