PARQUE EÓLICO OFFSHORE EAST ANGLIA ONE

Iberdrola instala a metade dos aerogeradores do East Anglia ONE

O grupo Iberdrola terminou o correspondente a 50% do parque eólico offshore East Anglia ONE, que está sendo construído em águas do Reino Unido. Com 714 MW de capacidade instalada, será um dos maiores parques eólicos offshore do mundo, após seu início de funcionamento na primeira metade de 2020.

Localização
Mar do Norte (Reino Unido)

N° de aerogeradores
102 turbinas WTG E19 Siemens Gamesa

Extensão total do parque
300 km2

Capacidade total instalada
714 MW

Investimento
2,5 bilhões de libras

Entrada em operação
Primeiro semestre de 2020

Projeto
East Anglia ONE

O grupo Iberdrola, por meio de sua filial no Reino Unido ScottishPower Renewables, já instalou 51 dos 102 aerogeradores de East Anglia ONE. O parque eólico offshore, que começou a fornecer energia elétrica em setembro, entrará em funcionamento no primeiro semestre de 2020 e proporcionará energia limpa para aproximadamente 630.000 lares ingleses graças a uma capacidade instalada de 714 MW.

Localizado no Mar do Norte — aproximadamente a 50 quilômetros da costa do condado inglês de Suffolk —, East Anglia ONE conta com um investimento de 2,5 bilhões de libras, tendo o grupo Iberdrola 60% das participações e a Green Investment Group (GIG), do grupo Macquarie, 40%.

A construção do parque East Anglia ONE impulsionou a incipiente indústria eólica offshore na Europa e criou emprego para mais de 1.300 pessoas em vários países (Espanha, Reino Unido, Países Baixos, Emirados Árabes Unidos), além de ser fundamental para vários setores, tal como o naval.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DO PARQUE EAST ANGLIA ONE

  • O parque ocupará uma extensão de 300 km2, o equivalente a 40.000 campos de futebol.
  • O complexo East Anglia ONE terá 102 aerogeradores de 7 MW de potência unitária fornecidos pela Siemens Gamesa. Uma vez instalados, terão uma altura de 167 metros (dois metros a mais que a Torre Iberdrola de Bilbau, Espanha) e pás de 75 metros.
  • As fundações, tipo jacket, foram fabricadas pela Navantia em Fene (Galiza, Espanha), pela Lamprell nos Emirados Árabes Unidos e pela Harland & Wolff em Belfast (Irlanda). Windar construiu as estacas em Avilés (Astúrias, Espanha).
  • A subestação offshore Andalucía II, fabricada pela Navantia em Puerto Real (Cádiz, Espanha), será a encarregada de coletar a eletricidade gerada pelos aerogeradores e transformar a tensão para poder transferi-la para a costa. Para tal, serão instalados dois cabos de exportação no fundo do mar, cada um deles de cerca de 85 quilômetros.
  • Esses cabos se conectam a outros seis subterrâneos de aproximadamente 37 km, desde Bawdsey até um novo transformador na subestação terrestre de Burstall, que conecta o parque eólico offshore à rede nacional.
  • A base de operações e manutenção, situada no porto de Lowestoft, dirigirá o funcionamento diário do parque durante seus mais de 30 anos de vida útil. Inaugurada em outubro de 2019, está composta pelo centro de coordenação marinha, pelos escritórios técnicos e pelo armazém, dando emprego a uma centena de pessoas.

 

 Revista 'The East Angle'. Número de verão 2019: "East Anglia Offshore Windfarm Projects"

 East Anglia ONE: aerogeradores* Nota [PDF]

 East Anglia ONE: fundações* Nota [PDF]

 East Anglia ONE: subestação* Nota [PDF]

 East Anglia ONE: jackets* Nota [PDF]

 East Anglia ONE: altura dos aerogeradores* Nota [PDF]

DOCUMENTÁRIO 'UNIDOS PELO VENTO'

No âmbito da Cúpula das Nações Unidas para o Clima (COP25), o grupo Iberdrola apresentou o documentário Unidos pelo vento, que mostra o lado mais social do parque eólico offshore East Anglia ONE. Mais de vinte trabalhadores, tanto da companhia quanto de vários de seus fornecedores, comentam a importância do trabalho em equipe, do companheirismo e do treinamento para implementar uma infraestrutura desta magnitude e complexidade, bem como sobre o efeito indutor que este projeto está tendo nas economias locais.

 Acesse o documentário completo

UMA DAS MAIORES INSTALAÇÕES RENOVÁVEIS DO MUNDO

East Anglia ONE é parte de um projeto ainda mais ambicioso. A Iberdrola promoverá um macrocomplexo eólico offshore denominado East Anglia Hub que estará composto por outros três parques: East Anglia One North, East Anglia Two e East Anglia Three. O novo desenvolvimento, que somará uma capacidade instalada total de 3.100 MW, começará a ser construído em 2022, significando um investimento de 6,5 bilhões de libras (mais de 7,6 bilhões de euros).

Conheça o complexo eólico offshore East Anglia ONE. Acesso.

INICIATIVA 'FROND MATS'

Como resposta à aposta contínua da empresa em pesquisa e inovação em energia eólica, a ScottishPower está desenvolvendo nas águas do parque East Anglia ONE a iniciativa Frond Mats (mantos vegetais), que utiliza a vegetação submarina sintética para reduzir os efeitos das correntes e proteger os aerogeradores dos efeitos da erosão, gerando uma economia significativa.