ELETRIFICAR A ECONOMIA

A Iberdrola está comprometida com a eletrificação como base para uma economia sustentável

O setor elétrico produz a fonte de energia que melhor pode incorporar as renováveis e, por isso, a Iberdrola apoia a descarbonização da economia através de uma maior eletrificação, especialmente no setor de transportes (através do veículo elétrico) e da edificação (através da bomba de calor).

Para que a eletrificação seja possível, devem ser estabelecidas as bases para a criação de um ambiente competitivo equilibrado entre as fontes de energia:

1. TODAS AS FONTES SECUNDÁRIAS DE ENERGÍA (GÁS, GASOLINA E ELECTRICIDADE) devem assumir o custo de suas emissões para a atmosfera, internalizando o custo ambiental. Em outras palavras, deve se estabelecer uma tributação ambiental homogénea baseada no principio de "quem contamina paga".

Por que as energias renováveis precisam de apoios complementares ao preço da eletricidade?

A mudança climática é um fato indiscutível e a descarbonização da economia é o caminho obrigatório. O compromisso com a energia renovável é uma das soluções mais eficientes perante as mudanças climáticas, sendo a Iberdrola a empresa pioneira em energia renovável desde o ano 2000.

Muitos países definiram metas de energias renováveis com base em uma porcentagem do consumo final de energia. Ou seja, o consumo de gasolina, gás e eletricidade. Dado que a gasolina utilizada principalmente para transporte e o gás não podem introduzir energias renováveis de forma significativa, a eletricidade é a única que permite sua introdução massiva a partir de usinas eólicas, fotovoltaicas e hidrelétricas e, por isto, é a que desenvolveu a maior parte das renováveis até hoje, e que continuará a fazê-lo no futuro. Contudo as usinas renováveis concentram a maior parte dos seus custos na construção, com um custo variável de operação muito baixo por utilizar recursos naturais: vento, sol ou água. Por isto, quanto maior a penetração das renováveis, menor é o preço da energia elétrica obtida no mercado atacadista, dificultando a operação do investimento inicial. Ou seja, as energias renováveis requerem apoio complementar ao preço da eletricidade no mercado e, até agora, os países cobraram o preço desses apoios exclusivamente na conta da eletricidade, embora a maioria das energias renováveis seja construída para cumprir o objetivo fixado com base no consumo de gasolina e gás.

Este modelo de financiamento aumenta consideravelmente as tarifas de eletricidade, encarece a energia limpa deixando-a em desvantagem competitiva em comparação com as energias mais emissoras, faz com que o cliente de eletricidade suporte o custo das energias renováveis derivado do consumo do usuário do carro convencional e dificulta a descarbonização. Por isto, todos os produtos energéticos deveriam incluir no seu preço final o custo de suas emissões e sua quota proporcional de energias renováveis, de acordo com o principio de "quem contamina, paga", permitindo que os clientes saibam o custo ambiental das energias que utilizam.

A Iberdrola, com mais de 50% de geração de energia renovável está firmemente empenhada nas energias renováveis, por esquemas de compensação que assegurem o seu desenvolvimento e por um modelo de financiamento equitativo entre todas as energias, favorecendo a descarbonização da economia.

Ocultar informação

2. DEVEM SER ELIMINADAS AS BARREIRAS À ELETRIFICAÇÃO, retirando das tarifas elétricas os custos alheios ao fornecimento (políticas sociais, industriais, ambientais etc.) e fomentar os usos finais elétricos:

  • No caso do transporte, estabelecendo objetivos ambiciosos para veículos elétricos em relação aos veículos novos e assegurando a implantação de uma rede de recarga básica nas vias públicas, que ofereçam confiabilidade de abastecimento aos proprietários e usuários.
  • No caso da eletrificação, estabelecendo objetivos de soluções descarbonizadas (como a bomba de calor) em edificações novas e existentes.

Conheça a implantação do veículo elétrico

A União Europeia conseguiu reduzir suas emissões de CO2 em duas décadas em 17% apesar do fato de que nesse mesmo período o setor de transporte aumentou as suas emissões em 22%, tornando-se já responsável por 26% do total das emissões europeias. E isto ocorre porque o atual setor de transporte ainda é baseado na gasolina e no diesel e não conseguiu introduzir as energias renováveis de forma significativa. A título de exemplo, deve saber que 29% da eletricidade consumida pelos europeus é renovável, enquanto que no setor de transporte as renováveis só representam 7% da energia consumida. Todo isto fez do transporte a causa principal da poluição do ar, com os graves efeitos que têm na saúde nas áreas urbanas. Por isto, dada a sustentabilidade ambiental da eletricidade, é a energia menos emissora, a que mais desenvolveu energias renováveis e a que mais desenvolverá no futuro. E pelo fato do motor do veículo elétrico ser muito mais eficiente que os motores a diesel e gasolina, o veículo elétrico é a forma mais eficiente e viável para transformar o transporte, permitindo reduzir tanto as emissões de CO2 como a poluição ambiental nas cidades. Por conseguinte, é necessário implementar uma estratégia europeia que facilite o desenvolvimento massivo do veículo elétrico, promovendo o transporte de emissões zero.

E o momento é agora, uma vez que a União Europeia está desenvolvendo normativas tanto para implantar um sistema elétrico limpo como para modernizar o setor do transporte. Esta oportunidade deveria ser aproveitada para:

  1. Reduzir as barreiras econômicas e regulatórias que impedem o desenvolvimento do veículo elétrico.
  2. Assegurar que os veículos elétricos representem uma parte razoável do total dos veículos adquiridos na Europa.
  3. Garantir a implantação de infraestruturas de recarga de forma intensa e eficiente, que permita a decolagem do mercado.

Da Iberdrola contribuímos para a implantação do veículo elétrico desenvolvendo e comercializando serviços de recarga privada e pública. As soluções de recarga verde da Iberdrola se adaptam às necessidades dos clientes, particulares, empresas e frotas para uma mobilidade de emissões zero, integrando energia de origem renovável, serviços e a mais moderna tecnologia de recarga.

Ocultar informação