economia

Criamos valor de forma sustentável para a economia no desenvolvimento de nossas atividades empresariais. Estamos comprometidos com a luta contra as mudanças climáticas e com um modelo de economia sustentável. Tudo isto no âmbito de nossa estratégia de responsabilidade social e de cumprimento das normas tributárias.

TeInteresa
  • O grupo Iberdrola atua como indutor de desenvolvimento econômico e social criando emprego estável e de qualidade. Portanto, nesse sentido, comprometeu-se a investir 75 bilhões de euros até 2025, que aumentarão até 150 bilhões em 2030, para dinamizar o tecido industrial e criar emprego nos países onde está presente.

  • A Neoenergia está presente em 18 estados e gerencia 13,9 milhões de pontos de fornecimento em uma área de concessão de mais de 840.800 km2. A empresa também presta serviço para uma população formada por mais de 34 milhões de habitantes e desde 1.º de julho de 2019 se destaca como a principal empresa de energia elétrica privada presente na atividade de redes listada na B3 de São Paulo graças a uma capitalização de aproximadamente 19 bilhões de reais brasileiros.

    Com a crise gerada pela pandemia da COVID-19, estão surgindo numerosas vozes desde todos os âmbitos da sociedade que propõem aproveitar este momento de recuperação como uma oportunidade para promover a transição para um novo modelo socioeconômico que seja climaticamente neutro, resiliente, sustentável e inclusivo. É o que se chama Green Recovery ou recuperação verde, uma visão com a qual o grupo Iberdrola está plenamente comprometido e uma meta para a qual tem trabalhado desde há mais de duas décadas.

  • A Iberdrola apresentou ao programa Next Generation EU 150 projetos que mobilizarão investimentos de mais de 21 bilhões de euros na Espanha e envolverão 350 pequenas e médias empresas, instituições, sócios tecnológicos, start-ups e toda a cadeia de valor. Essas ações — relacionadas ao hidrogênio verde, energias renováveis inovadoras, mobilidade sustentável, armazenamento energético, redes elétricas inteligentes, eletrificação do calor e reciclagem de componentes de tecnologias limpas — contribuirão para a transformação industrial do país, colocando o foco na sustentabilidade, energia verde e acessível e na criação de empregos.

    Descubra mais artigos interessantes relacionados

    O Fórum Econômico Mundial organiza sua 50ª reunião anual entre os dias 21 e 24 de janeiro. Com o lema Grupos de interesse para um mundo coeso e sustentável, o encontro reunirá os principais líderes empresariais, governamentais e da sociedade civil para tratar os desafios e oportunidades derivados da Quarta Revolução Industrial. O grupo Iberdrola, membro do Fórum, participará novamente do evento, o qual definirá a agenda global com vistas a 2020.