NotíciaVolver

29/03/2021

Assume posições nesta nova plataforma de crescimento após a compra de uma carteira eólica offshore de 7.300 MW realizada há três meses

A Iberdrola adquire três parques eólicos na Polônia e reforça sua aposta neste mercado renovável

  • Somam uma capacidade instalada de 163 MW e praticamente toda a sua produção está associada a contratos de compra e venda de energia (PPA) para 10 anos
  • Os projetos estão incluídos no Baltic Sea Hub, o polo renovável do grupo que atuará como epicentro de sua atividade eólica no eixo Alemanha, Polônia e Suécia

A Iberdrola continua ganhando posições em uma de suas novas plataformas de crescimento renovável para os próximos anos: Polônia. O grupo chegou a um acordo com a CEE Equity Partner para a aquisição de nova capacidade em energia renovável no país: três parques eólicos que somam uma potência de 163 megawatts (MW) e cuja produção está praticamente associada a contratos de compra e venda de energia (PPA) para 10 anos. Dois dos projetos, com uma capacidade de 112,5 MW, já estão em funcionamento, e o terceiro (50,4 MW) iniciará sua construção em breve.

O acordo reforça a aposta da companhia nesse mercado em crescimento, onde já conta com uma posição privilegiada para liderar seu processo de descarbonização, após a aquisição de 70 % do promotor Sea Wind, que possui uma carteira de sete projetos offshore, com uma capacidade potencial de até 7.300 MW.

A operação está alinhada com a estratégia de crescimento da companhia em países com classificação A - mais de 75 % do seu EBITDA em 2020 provém de países com esta notação - e ambiciosos objetivos renováveis: A Polônia pretende que 23 % de sua matriz energética provenha de energias limpas até 2030 e, para tal, planeja implementar 8.000 MW de capacidade eólica offshore nesta década.

A nova aquisição também promove a colocação em funcionamento do Sea Baltic Hub, um polo de energia renovável no mar Báltico que atuará como epicentro de serviços offshore e onshore, além de proporcionar conteúdo local aos projetos da Iberdrola no eixo Alemanha, Polônia e Suécia. O Báltico tem um potencial de desenvolvimento eólico offshore de 93.000 MW, dos quais 28.000 MW estão em águas polonesas.


Rumo à liderança global em energia eólica offshore

O acordo anunciado hoje está em linha com a estratégia da Iberdrola de se consolidar como líder em energia eólica mundial e se soma a uma dúzia de transações realizadas pela companhia nos últimos doze meses no segmento eólico offshore e onshore, o que lhe permitiu reforçar mercados como a França, Reino Unido, Estados Unidos e Brasil e se posicionar em novas plataformas de crescimento como Austrália, Japão, Suécia, Polônia e Irlanda.

Em energia eólica onshore, a carteira do grupo passava de 16.000 MW no encerramento de 2020, enquanto a offshore era de 19.000 MW; 9.000 MW deles estão prontos para sua construção.


Investimentos verdes para promover a recuperação econômica

A Iberdrola lidera há duas décadas a transição energética atuando como agente indutor na recuperação verde da economia, criação de empregos e na transformação do tecido industrial.

A companhia lançou um plano de investimento histórico de 75 bilhões de euros para o período 2020-2025 com o objetivo de dobrar sua capacidade renovável e aproveitar as oportunidades da revolução energética que as principais economias do mundo enfrentam.

Após vinte anos promovendo a transição energética com investimentos de 120 bilhões de euros, a Iberdrola é líder em energia renovável com uma capacidade instalada de cerca de 35.000 MW, o que converte seu parque de geração em um dos mais limpos do setor energético.

Com emissões de 98 grCO2/kWh, que são dois terços inferiores à média europeia, a estratégia de investimento em energias limpas e redes levará a Iberdrola a ser uma companhia neutra em carbono na Europa até 2030.

Acesso a informação legal