NotíciaVolver

21/10/2020

Através de sua filial norte-americana AVANGRID

Iberdrola compra nos Estados Unidos a PNM Resources, a companhia elétrica do Nuevo México e Texas

Ignacio Galán

Presidente da Iberdrola

A operação é consequência da estratégia que seguimos durante mais de 20 anos: operação amistosa, focada em negocios regulados e em energias renováveis, em países com boa qualificação creditícia e estabilidade jurídica e regulatória e que oferecem oportunidades de crescimento futuro

  • A aquisição envolve um valor da empresa de aproximadamente 8,3 bilhões de dólares
  • Trata-se de uma transação amistosa, aprovada e recomendada pelo Conselho de Administração da PNM Resources aos seus acionistas
  • A integração na Avangrid dará origem a uma das maiores companhias do setor norte-americano com 10 companhias elétricas reguladas em 6 estados (Nova York, Connecticut, Maine, Massachusetts, Novo México e Texas) e a terceira operadora de energia renovável dos Estados Unidos com uma presença total em 24 estados
  • A Companhia combinada contará com ativos superiores a 40 bilhões de dólares, terá aproximadamente, um EBITDA de 2,5 bilhões de dólares e um lucro líquido de 850 milhões de dólares1
  • A combinação da Avangrid e da PNM, gerenciará mais de 4,1 milhões de pontos de fornecimento, uma Base Regulatória de Ativos (RAB) de 14,4 bilhões de dólares, mais de 168.000 km de redes e aproximadamente 10,9 GW de capacidad instalada2
  • A transação contribuirá positivamente para os resultados desde o primeiro ano
  • Com essa operação, o Grupo Iberdrola acelera seu crescimento através da oitava transação corporativa desde o início da pandemia da Covid após as aquisições na França (St Brieuc e Aalto Power), na Austrália (Infigen), companhias de eólica offshore na Suécia e Japão e de projetos eólicos onshore na Escócia e Brasil
  • Novo México e Texas são estados onde a Iberdrola tem atualmente 1.900 MW renováveis e 1.400 MW em carteira, além de ter iniciado a atividade comercial no Texas. Há mais de 15 anos financia a cátedra “Rei Felipe VI em Tecnologias da Informação e suas aplicações” da Universidade do Novo México
  • Está previsto que a operação seja fechada em 2021, sujeita à aprovação dos acionistas da PNM Resources e das autorizações regulatórias correspondentes

O conselho de administração da Avangrid Inc. aprovou a aquisição da PNM pela Avangrid. Essa transação amistosa, recomendada pelo conselho de administração da PNM, que será efetuada através de uma fusão, permitirá que os acionistas da PNM recebam aproximadamente 4,318 bilhões de dólares em dinheiro vivo. O valor da empresa implícito seria de aproximadamente 8,3 bilhões de dólares considerando uma dívida líquida mais ajustes de aproximadamente 4 bilhões de dólares.

O preço de compra representa um prêmio de 10,0% sobre o preço por ação da PNM na terça-feira, 20 de outubro, e 19,3% sobre o preço médio da ação da PNM durante os 30 dias anteriores à quarta-feira do dia 21 de outubro.

A combinação da Avangrid e da PNM, com aproximadamente 4,1 bilhões de pontos de fornecimento, uma Base Regulatória de Ativos (RAB) de aproximadamente 14,4 bilhões de dólares, mais 168.000 km de redes de distribuição e transporte e aproximadamente 10,9 GW de capacidade instalada (em 2019), acelerará o crescimento do Grupo Iberdrola nos Estados Unidos.

O acordo entre a Avangrid e a PNM, está sujeito à aprovação dos acionistas da PNM. Dado que a PNM e suas filiais operam em um setor regulado, serão necessárias autorizações em âmbito estatal (New Mexico Public Regulation Commission e Public Utility Commission of Texas) e em âmbito federal (Federal Energy Regulatory Commission, Hart Scott Rodino Clearance, Committee on Foreign Investment in the United States, Federal Communications Commission y Nuclear Regulatory Commission). Espera-se que este processo esteva fechado em 2021.

Ignacio Galán, Presidente do Grupo Iberdrola e da Avangrid afirmou: “A operação é consequência da estratégia seguida durante mais de 20 anos: operação amistosa, focada em negócios regulados e em energias renováveis, em países com boa qualificação creditícia e estabilidade jurídica e regulatória e que oferecem oportunidades de crescimento futuro".

Novo México e Texas são estados conhecidos para a Iberdrola. Atualmente conta com 1.900 MW renováveis e 1.400 MW em carteira, além de ter iniciado a atividade comercial no Texas. A Fundación Iberdrola financia há mais de quinze anos a cátedra “Rei Felipe VI em Tecnologias da Informação e suas aplicações” da Universidade do Novo México.


Avangrid

Avangrid, companhia listada na New York Stock Exchange, é uma empresa integrada de energia com negócios regulados e operações em 24 estados que consolida as operações nos Estados Unidos de sua companhia matriz, Iberdrola.

Em 2019, a Avangrid tinha aproximadamente 2,3 bilhões de pontos de fornecimento de eletricidade e aproximadamente 1 milhão de pontos de fornecimento de gás. A companhia distribuiu um total de 36 gigawatts hora (GWh) de eletricidade com uma capacidade instalada de 8,1 gigawatts (GW)

A Avangrid, no dia 20 de outubro, registou uma capitalização de mercado de aproximadamente 16,774 bilhões de dólares, um valor da empresa de 25,665 bilhões de dólares e um EBITDA de 1,867 bilhão de dólares no final de 2019.


PNM

PNM Resources, companhia listada na New York Stock Exchange, é uma empresa integrada de energia com sede social em Albuquerque, Novo México. Em 2019, através de suas filiais reguladas PNM e TNMP, tinha 2,8 gigawatts (GW) de capacidade instalada, forneceu eletricidade para aproximadamente 790.000 pontos de fornecimento e distribuiu um total de 14,9 terawatts hora (TWh) no Novo México e Texas.

A PNM, no dia 20 de outubro, registrou uma capitalização de mercado de aproximadamente 3,926 bilhões de dólares, um valor da empresa de 7,480 bilhões de dólares e um EBITDA de 586 milhões de dólares no final de 2019.


Ajuste estratégico

A aquisição da PNM se ajusta à estratégia do Grupo Iberdrola:                                                            

  • Crescimento em negócio regulado, principalmente em transporte e distribuição, e renováveis
  • Aumenta a exposição em países com boa qualificação creditícia (AAA)
  • Contribuição positiva para resultados imediatos
  • Mantendo a solidez financeira





1 dados pró-forma 2019
2 Inclui a geração regulada que considera ativos próprios de geração incluídos no Rate Base e PPAs contratados com tarifas aprovadas pela comissão regulatória cujo custo repercute nos clientes