NotíciaVolver

08/03/2020

Os prêmios se enquadram no âmbito do firme compromisso da Companhia com o ODS 5 da Agenda 2030 da ONU

Iberdrola cria os prêmios Iberdrola SuperA para promover e dar maior visibilidade ao esporte praticado por mulheres

  • O prazo para apresentar candidaturas para as sus cinco categorias está aberto partir de hoje: Iberdrola SuperA Base, Iberdrola SuperA Competição, Iberdrola SuperA Inclusão, Iberdrola SuperA Social e Iberdrola SuperA Difusão
  • O Júri de Honra, que estará integrado por reconhecidas personalidades do mundo do esporte, emitirá sua decisão no próximo mês de julho

A Iberdrola convocou a primeira edição dos Prêmios Iberdrola SuperA, cujo objetivo é reconhecer e dar visibilidade às melhores iniciativas implementadas na Espanha em prol da igualdade de gênero e do empoderamento da mulher através da prática esportiva e que pretendem ser uma referência no mundo do esporte.

Desta forma, a empresa segue em frente com seu seu compromisso com a consecução do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 5 da Agenda das Nações Unidas até 2030, que enfatiza a igualdade de gênero.

Os Prêmios Iberdrola SuperA têm cinco categorias:

  • Iberdrola SuperA Base: reconhecerá programas que se concentram na promoção do esporte-base entre meninas e na melhoria de sua saúde, integração e qualidade de vida.
  • Iberdrola SuperA Competição: apoiará iniciativas que favoreçam a inclusão da mulher nas competições.
  • Iberdrola SuperA Inclusão: distinguirá projetos que sejam um exemplo e uma referência em termos da integração das mulheres esportistas com deficiências.
  • Iberdrola SuperA Social: premiará as ações que promovam a integração social das meninas e/ou mulheres através da prática esportiva.
  • Iberdrola SuperA Difusão: apoiará os planos que tenham se tornado uma referência para a difusão e a visibilidade do esporte praticado por mulheres e que contribuam para transmitir a importância do papel da mulher no esporte e na sociedade.

Cada categoria contará com um montante econômico de 50.000 euros para o financiamento dos programas, atividades e projetos propostos e poderão apresentar suas candidaturas pessoas físicas, jurídicas, associações, clubes e federações esportivas nacionais e autonômicas (Espanha); colégios, escolas de ensino médio e o outras entidades públicas ou privadas que tenham desenvolvido ou estejam atualmente gerenciando uma carreira esportiva ou algum projeto em consonância com os objetivos destes Prêmios. O prazo de apresentação das candidaturas está aberto desde hoje, 8 de março, até o próximo 31 de maio e as condições de participação estão em www.premiosiberdrolasupera.es.

Para escolher os projetos vencedores, a Iberdrola designará uma Comissão Técnica que fará uma primeira avaliação e escolherá, por sua vez, o Júri de Honra que fará a seleção definitiva. Este júri estará composto por reconhecidas personalidades do mundo do esporte e seus membros serão divulgados nas próximas semanas. A decisão dos Prêmios Iberdrola SuperA será conhecida em julho, que serão entregues no segundo semestre do ano.


Iberdrola, pioneira na promoção do esporte praticado por mulheres

O incentivo ao esporte praticado por mulheres se tornou uma ferramenta fundamental para Iberdrola e a promoção da igualdade real entre homens e mulheres um de seus valores essenciais.

Alinhado com seu compromisso com o ODS 5 da Agenda 2030 das Nações Unidas, a Iberdrola se tornou em 2016 a primeira empresa em fazer uma aposta firme e global na igualdade e empoderamento da mulher por meio do esporte. Atualmente, a Companhia respalda no total 16 federações: ginástica, triatlo, natação, rugby, canoagem, badminton, futebol, handebol, voleibol, hockey, tênis de mesa, atletismo, karatê, boxe, surfe, esportes de inverno e esgrima. A empresa também cede seu nome para 22 campeonatos, todos eles da categoria superior, além de 35 competições.

Paralelamente, a cedência de recursos, instalações, serviços médicos e árbitros, assim como a promoção e o patrocínio de diferentes iniciativas neste âmbito por parte do Grupo Iberdrola ajudou a ampliar em 32% o número de atletas com inscrição nas federações de ditas disciplinas, chegando a 316.000 mulheres. Além disso, está permitindo que as atletas de elite espanholas que tenham feito suas carreiras esportivas em outros países possam voltar a competir na Espanha, ajudando a melhorar o nível das competições nacionais.

Acesso a informação legal