NotíciaVolver

05/12/2020

O Grupo entregou material de saúde de primeira necessidade - entre eles um total de 400 respiradores - e realizou atividades solidárias avaliadas em mais de 40 milhões de euros

Iberdrola doa 50 equipamentos de respiração ao Exército para continuar combatendo a COVID-19

A Iberdrola entregou ao Exército espanhol 50 equipamentos de respiração com o objetivo de continuar contribuindo para o reforço da capacidade de resposta contra a COVID-19. O carregamento, integrado por respiradores de última geração - modelo Aeonmed VG70 (Intrusive Oxygen Ventilator) - será destinado aos centros hospitalares determinados pelas autoridades de saúde como prioritários.

Desde o início da pandemia, a Iberdrola adquiriu 400 equipamentos de respiração, mais de 4 milhões de máscaras, 242.000 macacões de proteção e 30.000 óculos de proteção.

Esta nova leva de material faz parte de uma ação global da Iberdrola durante a crise de saúde do coronavírus, que incluiu a aquisição de artigos de saúde de primeira necessidade por um importe global superior a 40 milhões de euros, após disponibilizar à Administração sua capacidade de acesso global a suprimentos.


Mais de 150 medidas para enfrentar a COVID-19

A aquisição de material de saúde e de prevenção, em coordenação com as autoridades, faz parte da resposta global do Grupo contra a crise de saúde do coronavírus, que inclui a funcionários, fornecedores e os grupos sociais mais vulneráveis da sociedade.

A Iberdrola ativou seu plano de ação desde os primeiros momentos em que a pandemia surgiu, com a implantação de mais de 150 medidas para garantir o fornecimento nos países onde está presente e atender as necessidades de grupos sociais e clientes mais vulneráveis.

Entre as ações desenvolvidas, a Companhia reforçou o serviço energético de 350 hospitais e instalações convertidas em centros médicos durante o estado de alarme. Da mesma forma, coincidindo com o surgimento do coronavírus e com o objetivo de contribuir para a recuperação da economia e da criação de empregos, decidiu adiantar pedidos a fornecedores por um valor de 4 bilhões de euros no primeiro semestre e aumentar seus investimentos neste ano até 10 bilhões de euros.

Desde que foi decretado o estado de alarme, a Iberdrola mobilizou mais de 2.000 voluntários em iniciativas solidárias na Espanha. Com a campanha 'Voluntários contra a COVID', esse coletivo colaborou de forma altruísta e a partir de suas próprias casas em36 projetos de 21 entidades sociais, beneficiando mais de 12.000 pessoas de grupos sociais vulneráveis.

A Iberdrola se converteu no primeiro grupo empresarial em certificar em âmbito mundial, e em todas as suas filiais, com a AENOR (Associação Espanhola de Normalização e Certificação) seu protocolo de atuação contra a COVID-19. Este certificado avaliza suas atuações para enfrentar a pandemia do coronavírus, garantindo tanto a segurança e a saúde das pessoas quanto a manutenção e a qualidade do fornecimento energético.

Acesso a informação legal