Iberdrola lança o projeto de hidrogênio verde que permitirá a produção sustentável de whisky escocês nas Highlands

Notícia Volver

08/03/2021

Iberdrola lança o projeto de hidrogênio verde que permitirá a produção sustentável de whisky escocês nas Highlands

A Iberdrola, por meio de sua filial ScottishPower, uniu-se às principais destilarias e empresas de bebidas espirituosas do Reino Unido e ao Porto de Cromarty Firth para o desenvolvimento de um projeto de hidrogênio verde nas Terras Altas, permitindo que a Escócia faça uso dessa tecnologia e combata as mudanças climáticas na produção de whisky, entre outras bebidas.

O Programa de Hidrogênio do Norte da Escócia visa desenvolver um centro de vanguarda no fiorde de Cromarty para produzir, armazenar e distribuir hidrogênio renovável na região, bem como em outras partes do Reino Unido e da Europa.

Um de seus principais projetos, cuja análise de viabilidade será apresentada em maio, servirá para proporcionar hidrogênio renovável às destilarias escocesas. O plano será financiado pela ScottishPower, pelos gigantes do setor das bebidas Glenmorangie, Whyte & Mackay e Diageo e pela companhia energética Pale Blue Dot.

O hidrogênio será produzido através de eletrolisadores alimentados por eletricidade 100 % limpa proveniente dos parques eólicos offshore e onshore tanto atuais quanto futuros ao longo da costa de Cromarty Firth.

O fornecimento de hidrogênio verde permitirá que a Glenmorangie, Whyte & Mackay e Diageo descarbonizem os processos de geração de calor em suas destilarias e fábricas de maltagem, situadas perto de Cromarty Firth, utilizando hidrogênio como substituto de combustíveis fósseis na produção do vapor necessário para realizar o processo de destilação.

O projeto contribuirá para os objetivos de neutralidade climática e descarbonização da economia escocesa, que deseja se converter em uma referência mundial em um setor com futuro como o do hidrogênio verde.

O projeto alia a estratégia e as ações de empresas energéticas que trabalham no desenvolvimento de uma tecnologia competitiva para o fornecimento de hidrogênio verde, como a indústria da destilação e de serviços públicos – tais como os portos –, que apostam em descarbonizar suas operações. Nas Highlands existe uma grande oportunidade para descarbonizar a indústria, o transporte e o setor da climatização e exportar hidrogênio verde para outras partes do Reino Unido e da Europa continental.

A Escócia tem potencial para ser um precursor mundial na produção de hidrogênio verde em larga escala. Não devemos subestimar o imenso efeito positivo dessa tecnologia que será determinante para a descarbonização da Escócia e para a criação de empregos e a atividade econômica.

Nos próximos anos serão desenvolvidos até 15 novos locais para a implantação de energia eólica offshore, dos quais um número importante está localizado nas proximidades de Cromarty Firth. As águas profundas do porto, as instalações existentes e sua localização nas proximidades de um vasto potencial de energia renovável convertem a região em um lugar estratégico para instalar uma usina de hidrogênio verde.

Além de ajudar na luta contra as mudanças climáticas, o hidrogênio verde também criará importantes oportunidades econômicas no país ao contribuir para a reativação de um porto que tem um longo histórico como centro do setor energético do Mar do Norte. Da mesma forma, incentivará a transição da cadeia de suprimento da indústria para uma economia verde com alto valor agregado.

O Programa de Hidrogênio do Norte da Escócia é um projeto emblemático que mostra como a colaboração entre a indústria e o setor energético oferece soluções sustentáveis no longo prazo para as regiões onde a eletrificação não chega. As Terras Altas da Escócia foram o centro da revolução das energias renováveis durante as duas últimas décadas e agora estarão novamente no centro da revolução do hidrogênio verde.


Projeto de hidrogênio verde no Porto de Nigg

Este projeto se soma a outro recentemente estabelecido pela filial da Iberdrola – ScottishPower – com a Global Energy Group, para trabalharem juntas na identificação de processos e instalações que poderiam ser alimentados com hidrogênio no porto de Nigg.

O hidrogênio verde será gerado no porto de Nigg e utilizado para alimentar as instalações, maquinaria pesada e veículos utilizados nas operações diárias do local, assim como para abastecer os processos de altas temperaturas e de grande consumo energético como a fabricação de componentes de instalações eólico-offshore.

Acesso a informação legal