NotíciaVolver

26/04/2021

Iberdrola, pré-qualificada para o próximo leilão de capacidade eólica offshore na França

  • O projeto da Normandia, localizado no canal da Mancha, é um dos maiores complexos offshore do mundo com uma capacidade que se situa entre 900 e 1.050 MW
  • Lidera o segmento eólico offshore com uma carteira de 19.000 MW em mercados como França, Reino Unido e Estados Unidos e em plataformas de crescimento como Japão, Suécia, Polônia e Irlanda

A Iberdrola foi pré-qualificada para o próximo leilão de capacidade eólica na França, que licitará o parque offshore da Normandia, localizado no canal da Mancha, um dos maiores complexos offshore do mundo com uma capacidade que se situa entre 900 e 1.050 MW. Dessa forma, a Iberdrola passa para a fase de diálogo competitivo durante a qual os detalhes do projeto serão discutidos com o governo francês. Posteriormente, a proposta será preparada e apresentada. Possivelmente a decisão final do leilão será divulgada publicamente em abril de 2022.

No último dia 15 de janeiro, o governo francês abriu o processo de pré-qualificação para esse projeto, que se situa a aproximadamente 32 km da costa da comuna francesa de Barfleur. Inicialmente, foi definida uma área de aproximadamente 500 km2, que será delimitada no processo de tramitação e após o diálogo competitivo que as autoridades francesas terão com cada uma das empresas participantes. Também está prevista a utilização de fundações fixas uma vez que a profundidade das águas permite esse tipo de tecnologia.

“O desenvolvimento contínuo da energia eólica offshore é vital para conseguir uma economia descarbonizada, portanto o parque da Normandia será de grande relevância para a transição energética na França, uma vez que se trata do primeiro projeto no âmbito do Plano Plurianual de Energia atribuído pelo governo francês que estabelece o objetivo de adjudicar 1GW de energia eólica offshore/ano. Como líder mundial em energia eólica offshore, com grandes projetos já em funcionamento no Mar do Norte e no Báltico e com a construção do parque eólico offshore de Saint-Brieuc em andamento, temos a convicção de poder oferecer nossa experiência e capacidade de execução para o desenvolvimento desse novo projeto”, ressaltou Javier Garcia Pérez, diretor do Negócio Internacional de Energia Eólica Offshore da Iberdrola.


Entre os promotores líderes com uma carteira de 19.000 MW

A decisão da Iberdrola de participar de um novo projeto eólico offshore na França está em consonância com sua estratégia de liderar esse segmento de atividade e reforçar sua presença no mercado francês, o qual é estratégico para a Companhia.

O processo se soma a inúmeras transações realizadas pela Iberdrola nos últimos meses no segmento eólico offshore, que lhe permitiram ter uma carteira de projetos de 19.000 MW no encerramento de 2020 em mercados como França, Reino Unido e Estados Unidos e se posicionar em novas plataformas de crescimento como Japão, Suécia, Polônia e Irlanda.

Essa estratégia já permitiu operar parques eólicos offshore no mar Báltico alemão (Wikinger), no Mar do Norte (East Anglia One) e no Mar da Irlanda (West of Duddon Sands). A Companhia também avança nos projetos dos parques eólicos offshore de Vineyard Wind ONE (800 MW nas costas de Massachusetts), Saint Brieuc, na Bretanha francesa, que iniciará sua construção no próximo dia 3 de maio, Baltic Eagle no Báltico e East Anglia Hub no Mar do Norte.


França, um mercado estratégico

A Iberdrola já está presente na França como promotora de energia eólica (onshore e offshore) e empresa comercializadora de energia limpa. Sua carteira de clientes atual chega a 400.000 e tem como objetivo alcançar um milhão de pontos de fornecimento em 2023.

Além de Saint Brieuc, entre os projetos renováveis temos o de Aalto Power, empresa adquirida em junho de 2020 que opera 118 MW de energia eólica e que tem uma carteira de 700 MW em projetos eólicos e fotovoltaicos em desenvolvimento.

A Iberdrola prevê investir 4 bilhões de euros no mercado francês até 2025, principalmente em projetos de energias renováveis, contribuindo assim para a manutenção da atividade industrial e a criação de centenas de milhares de postos de trabalho. O Grupo adjudica pedidos no valor de quase 1 bilhão de euros anuais a várias empresas francesas, tais como a Eiffage, Nexans, Vinci e Schneider e espanholas como a Navantia e Windar.


Investimentos verdes para a recuperação da economia e a criação de empregos

A Iberdrola já está há duas décadas liderando a transição energética, atua como agente indutor fundamental para a transformação do tecido industrial, a recuperação verde da economia e a criação de empregos. Para tal, a Companhia lançou um plano de investimento histórico de 150 bilhões de euros para a próxima década - 75 bilhões até 2025 - com o objetivo de triplicar sua capacidade renovável e dobrar os ativos de redes, aproveitando as oportunidades da revolução energética que as principais economias do mundo enfrentam.

Na Espanha, os investimentos até 2025 chegam a 14,3 bilhões de euros, destinados principalmente à implantação de um ambicioso plano de energias renováveis e redes elétricas inteligentes. A Companhia é líder no setor das energias renováveis na Espanha com uma capacidade instalada de mais de 17.400 MW que chegará a 25.000 MW até 2025 de acordo com seu plano de investimento.

Depois de ter realizado investimentos de 120 bilhões de euros nos últimos vinte anos, é líder em energias renováveis com cerca de 35.000 MW instalados no mundo; um volume que converte seu parque de geração em um dos mais limpos do setor energético.

Com emissões de 98 grCO2/kWh que já são dois terços inferiores em relação à média europeia, a estratégia de investimento em energias limpas e redes levará a Iberdrola a ser uma companhia “neutra em carbono” na Europa até 2030.

Acesso a informação legal