NotíciaVolver

24/02/2021

Ignacio Galán recebe o prêmio Euskadi Avanza concedido à Iberdrola como Empresa do Ano

O Presidente da Iberdrola, Ignacio Galán, recebeu o Prêmio Euskadi Avanza como a "Empresa do Ano", que reconhece a contribuição primordial da Iberdrola para a sociedade basca devido ao seu papel de liderança, inovação, criação de empregos e riqueza.

O prêmio, concedido pelo jornal espanhol El Correo, do Grupo Vocento, e pelo Banco de Sabadell, comemora este ano sua quarta convocatória para reconhecer a importante contribuição das empresas e empresários a essa comunidade autônoma localizada no norte da Espanha.

Na cerimônia de premiação, Ignacio Galán agradeceu a concessão do prêmio que reflete "o esforço comum" das empresas "para criar empregos e bem-estar".

O Presidente da Iberdrola garantiu que "as dúvidas e as dificuldades sem precedentes vividas no ano 2020 fizeram com que todos dessem o melhor de si mesmos" e acrescentou que "a equipe humana que compõe a Iberdrola trabalhou com verdadeira coragem e determinação".

“Tão logo começou a pandemia, O Conselho [da Iberdrola] compreendeu os riscos que a paralisação da atividade poderia representar para milhares de empresas, por isso decidiu colocar o balanço da empresa a serviço da recuperação econômica e social”, afirmou o Presidente da companhia elétrica.

Além de alcançar o recorde histórico de investimentos -cerca de 10 bilhões de euros em 2020 -, a Iberdrola fez adjudicações para mais de 22.000 fornecedores, no valor de 14 bilhões de euros, a cifra mais alta de sua história, conforme indicou Galán.

Tal montante - acrescentou - beneficiou inúmeras empresas que, em vez de recorrerem a demissões, temporárias ou permanentes, fizeram horas extras para cumprir os pedidos do Grupo.

O Presidente da Iberdrola recordou que, junto ao programa de investimentos de 75 bilhões de euros previsto até 2025 para impulsionar a recuperação verde, a empresa identificou no âmbito do programa Next Generation EU 150 iniciativas que poderiam mobilizar até 21 bilhões de euros adicionais e gerar 45.000 postos de trabalho na Espanha.

Em relação à contribuição da Iberdrola à comunidade autônoma do País Basco, Galán destacou os 2 bilhões anuais adjudicados em compras às empresas locais, uma contribuição tributária de 1,3 bilhões de euros, a criação de mais de 17.000 postos de trabalho e uma contribuição de 2,2% ao PIB.

Além da Iberdrola, foram premiados o grupo industrial Mondragón Assembly, a vitivinícola Bodegas Faustino e a empresa de biotecnologia Viralgen.