NotíciaVolver

13/05/2020

Ignacio Galán se reúne de forma virtual com os 9.000 funcionários da Iberdrola na Espanha: “da crise se sai investindo em setores de futuro, como o nosso”

O presidente da Iberdrola, Ignacio Galán, se reuniu virtualmente nesta manhã com os quase 9.000 funcionários da companhia na Espanha para comentar a evolução da empresa e os planos de futuro, bem como para responder as mais de 200 perguntas, agrupadas por temáticas e que foram realizadas de forma telemática.

O seguimento do encontro - de uma hora de duração e transmitido através do Portal do Colaborador da Iberdrola - foi enorme, dado que praticamente 100 % do quadro de pessoal na Espanha se conectou em algum momento.

O presidente agradeceu a todos os profissionais da Iberdrola sua dedicação e esforço, especialmente durante estes últimos dois meses de pandemia, encorajando-os a seguir desempenhando seu trabalho com o máximo esmero: “Estamos na melhor empresa e no melhor setor”, acrescentou.

Neste sentido, ressaltou que a Iberdrola seguirá promovendo seus planos de crescimento, investindo neste ano 10 bilhões de euros, sendo de esperar uma quantia semelhante nos próximos anos. “Este investimento criará atividade e empregos não só para as 40.000 pessoas que trabalham no grupo, mas também para as 400.000 que trabalham para nós nas empresas dos nossos fornecedores.”

Galán deixou bem clara a opinião de que “mais do que retardar, a crise irá acelerar a transição energética”, destacando que há consenso entre as instituições europeias e espanholas sobre o fato de que “a saída da crise será verde ou não ocorrerá” e que a Europa tem uma grande oportunidade para liderar a mudança. Nesse campo de jogo, a Iberdrola não tem rivais: “Da crise se sai investindo em setores de futuro e nós temos a capacidade tecnológica e financeira para continuar incentivando a descarbonização da economia”.

A solidez do modelo de negócio da Iberdrola ficou novamente evidente nesta conjuntura tão complicada também para os mercados: “Somos um investimento seguro pelo nosso modelo diversificado e, por isso, somos uma das duas empresas do índice bolsista Ibex-35 que está tendo um melhor comportamento durante a crise.”

Nesta linha, Ignacio Galán comentou que metade do pessoal da Iberdrola na Espanha (cerca de 4.500 funcionários) já fez os testes sorológicos e destacou que a incidência da COVID-19 no grupo - com presença em alguns dos países mais afetados - é claramente mais baixa que a média. Em qualquer caso, sublinhou que “não devemos cair na complacência contra o vírus” e que é necessário seguir tomando “todas as medidas de segurança necessárias”.

O presidente da Iberdrola prevê ter em breve encontros virtuais como este com os funcionários do resto dos países onde a companhia está presente.

Acesso a informação legal