Notícia Volver

15/09/2023

Companhia vai desenvolver estudos para a produção de energia no litoral do Rio Grande do Norte, incluindo uma avaliação de aspectos técnicos, ambientais, sociais e regulatórios.

Neoenergia e Governo do Rio Grande do Norte assinam memorando para projetos de energia eólica 'offshore'

A Neoenergia, subsidiária do Grupo Iberdrola no Brasil, e o Governo do Rio Grande do Norte assinaram na última terça-feira um memorando de entendimento (MoU, na sigla em inglês) para o desenvolvimento de estudos para a produção de geração eólica offshore na região litorânea do estado. O acordo também contempla ações de mútua cooperação e intercâmbio que envolvem aspectos socioeconômico, ambientais, técnicos e de natureza regulatória. 

A assinatura foi realizada durante a 14ª edição do Brazil Windpower, o maior evento de energia eólica da América Latina, que aconteceu nesta semana em São Paulo.

“Essa é mais uma parceria que está alinhada à estratégia da Neoenergia. Somos protagonistas da transição energética no Brasil. Acreditamos que as novas oportunidades de negócios sejam pautadas pela descarbonização, inovação e desenvolvimento de novas tecnologias para geração de uma energia limpa, segura e confiável”, afirmou Eduardo Capelastegui, CEO da Neoenergia.  

Capelastegui defendeu que o primeiro passo para o crescimento do mercado de energia eólica em alto-mar no Brasil é a definição de um marco regulatório do novo segmento. “Isso é fundamental para o desenvolvimento da cadeia industrial com valor agregado e a valorização de atributos socioambientais da fonte. Também consideramos que o marco será importante para a segurança jurídico-regulatória e previsibilidade para os investidores”, completou.

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, declarou que a assinatura do memorando de entendimentos com a Neoenergia faz parte de uma sequência de desdobramentos de conversas e de reuniões com a companhia. 

“Sempre foi nossa intenção manter o Rio Grande do Norte na liderança brasileira na produção de energia limpa, e isso se dará através de interesses mútuos como, por exemplo, o que tem demonstrado o Grupo Neoenergia por meio de troca de informações e missões técnicas envolvendo as equipes da Neoenergia e as do Governo do Estado. Portanto, esse memorando vai ser muito importante para darmos segmento a essas conversas, sobretudo para o desenvolvimento de projetos offshore, além de apoio logístico para a infraestrutura portuária", enfatizou a governadora Fátima Bezerra.

Essa é a quarta assinatura de memorando de entendimento realizada pela Neoenergia para o desenvolvimento de projetos de eólica offshore no país. A companhia está conduzindo estudos para avaliar a viabilidade de desenvolver projetos eólicos em alto-mar nos estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Ceará

A Neoenergia tem um legado de pioneirismo no desenvolvimento de geração eólica no Rio Grande do Norte. A companhia possui 11 parques eólicos no estado: Calango, Mel, Arizona e Rio do Fogo, que entrou em operação em 2006. Por meio da Neoenergia Cosern, a companhia atende aproximadamente 1,5 milhão de clientes no segmento de distribuição.

Atualmente, a Neoenergia possui 5,2 GW de capacidade instalada em geração, sendo 90% de energia renovável, e está implementando mais 200 MW com a conclusão dos parques eólicos onshore.

Para saber mais sobre as atualidades da Neoenergia, visite a sua Sala de Comunicação.

* A Neoenergia, S.A. é de propriedade indireta da Iberdrola, S.A., com uma participação de 50% + 1.