NotíciaVolver

02/06/2020

A iniciativa apoiará 12 projetos escolhidos entre 396 propostas

A plataforma Energía Positiva+ investirá 4 milhões de euros em projetos inovadores para ajudar na recuperação econômica e social contra o coronavírus

  • As empresas promotoras também colocam à disposição das start-ups outras fórmulas de apoio como os projetos-piloto, o codesenvolvimento tecnológico ou o venture client
  • Durante o mês de junho, prevê-se o fechamento de acordos de colaboração para desenvolver e implantar suas soluções no prazo máximo de um ano

A plataforma Energía Positiva+ estima um investimento inicial de 4,19 milhões de euros para as 12 start-ups definitivamente selecionadas na chamada do último dia 7 de abril. A iniciativa, que recebeu 396 propostas em tão só 13 dias, terminou com sucesso em 19 de abril. Durante o evento virtual Energía Positiva+ Demo Day foram divulgadas algumas das finalistas.

Esta plataforma, pioneira na Espanha, está promovida pela Enagás, Red Eléctrica, CLH, Iberdrola, bp, EIT InnoEnergy, Acciona, Capital Energy e DISA. A iniciativa também tem a colaboração de instituições como Startup Olé, ASCRI, El Referente, Socios Inversores, Byld, Everis, Dentons, PKF Attest innCome e Pons IP.

Os projetos de start-ups e scale-ups espanholas, com diferente grau de maturidade, oferecem soluções inovadoras para o novo modelo energético descarbonizado e propostas para atenuar o impacto econômico e social da COVID-19. Além do apoio financeiro, as start-ups terão respaldo para desenvolver projetos-piloto, de codesenvolvimento tecnológico ou venture client. Em alguns casos, várias empresas promotoras investirão ou realizarão projetos-piloto conjuntamente na mesma start-up.

As start-ups/scale-ups, focadas no impacto social contra a COVID-19, descarbonização, energias renováveis, eficiência energética, armazenamento, mobilidade sustentável e economia circular, são: Solatom CSP S.L, Hybrid Energy Storage Solutions S.L (HESSTEC) Pastoria Project, S.L, Nautilus Floating Solutions, S.L, PFT Engineering Development, Light App SL, Cedrion Consultoría Técnica e Ingeniería S.L, Ariema Energía, Cedanjobs (com seu produto Purefy), Voltaware Services Limited, BeePlanet Factory S.L. e Batterycare SL.

As empresas promotoras completaram suas análises muito rapidamente e fecharão o acordo de colaboração - sujeito aos correspondentes processos administrativos - com cada empresa nas próximas semanas para que possam desenvolver e implantar suas soluções no prazo máximo de um ano. Além disso e dada a qualidade das propostas recebidas, as promotoras seguirão analisando vários dos projetos não selecionados para um possível apoio no futuro.

Para ter mais informações sobre a Energia Positiva+, clique aqui.