Notícia

Colabora com 47 entidades sociais e destina 1,5 milhão de euros

16.10.2019

Iberdrola apoiará 33 projetos sociais com mais de 85.000 beneficiários no seu Programa Social 2020

  • Os projetos estão pensados para grupos em risco de exclusão social, priorizando a infância, pessoas com deficiências e pacientes com doenças graves
  • O programa criará cerca de 280 novos postos de trabalho e promoverá a participação de 700 voluntários
  • Com o seu Programa Social, a Companhia destinou mais de 9 milhões de euros para mais de 350 iniciativas sociais na Espanha, beneficiando um total de 335.000 pessoas

A Iberdrola, por meio da sua Fundação na Espanha, definiu seu Programa Social 2020, com o qual anualmente apoia projetos sociais que promovem o desenvolvimento integral dos coletivos mais vulneráveis nos territórios onde está presente, dando prioridade à infância, aos jovens e às mulheres, além de pessoas com deficiências e pacientes com doenças graves.

Em 2020, a Companhia destinará 1,5 milhão de euros a projetos que desenvolverá em colaboração com 47 entidades sociais e que beneficiarão diretamente mais de 85.000 pessoas. A maioria dos recursos (80%) se dirige aos projetos finalistas selecionados na chamada, enquanto os 20% restantes correspondem a parcerias com entidades.

Os 33 projetos sociais, alguns com alcance nacional e outros regional, estão localizados em 12 comunidades autônomas espanholas (Andaluzia, Astúrias, Castela-La Mancha, Castela e Leão, Comunidade de Madri, Comunidade Valenciana, País Basco, Estremadura, Galiza, La Rioja, Navarra e Região de Múrcia) e conseguiram um financiamento de até 40.000 euros, sem ultrapassar 50% do orçamento total do projeto.

O impulso destas iniciativas sociais também traz consigo a criação de postos de trabalho diretos, além de promover a participação do voluntariado. Estima-se que o Programa Social 2020 crie, aproximadamente, 280 novos empregos e 700 voluntários.

Do total dos projetos selecionados, 42% está destinado a evitar situações de pobreza e exclusão social, privilegiando a luta contra a pobreza infantil; 33% vai para a melhoria da qualidade de vida das pessoas com doenças graves, enquanto os 24% restantes estarão encaminhados à educação inclusiva de coletivos de pessoas com deficiências.

Algumas das entidades sem fins lucrativos escolhidas nesta edição são: Associação Espanhola Contra o Câncer (AECC), Fundação Menudos Corazones, Proyecto Hombre, Fundação Síndrome de Down, Fundação Tomillo, Associação Ciudad Joven ou Ayuda en Acción, entre outras. Durante o processo de seleção de projetos, todas elas demonstraram experiência em projetos sociais, suas contas haviam passado por auditorias e seus estatutos e documentação estavam publicados em seus sites.

O Programa Social da Iberdrola contribui para a consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas de 2030 - com os quais a Companhia está comprometida - especialmente com o cumprimento dos objetivos 1 (erradicação da pobreza), 3 (boa saúde e bem-estar), 4 (educação de qualidade), 5 (igualdade de gênero), 10 (redução das desigualdades) e 17 (parcerias).


Mais de 350 iniciativas sociais com 335.000 beneficiários

A Iberdrola, por meio de seu Programa Social, já destinou mais de 9 milhões de euros a iniciativas sociais na Espanha, beneficiando um total de 335.000 pessoas.

Desde o lançamento desse programa em 2010, a empresa promoveu mais de 350 projetos que contribuíram para a inserção social de crianças, jovens e mulheres em situação de vulnerabilidade. Estas atuações também permitiram a criação de 1.000 postos de trabalho e a participação de 2.250 voluntários.

Da mesma forma, a Fundação Iberdrola concentra suas atividades nas áreas de formação e pesquisa em energia com programas de bolsas; no âmbito da biodiversidade, com projetos de defesa do meio ambiente; e, no desenvolvimento cultural, direcionado para a conservação e manutenção da riqueza cultural e artística da Espanha.

Acesso a informação legal