NotíciaVolver

30/03/2020

No âmbito do seu compromisso de colaboração para combater a crise do coronavírus

A Iberdrola compra material sanitário avaliado em mais de 22 milhões de euros que doará ao Governo

  • A companhia adquiriu equipamentos de respiração (450), máscaras (4,6 milhões), macacões (120.000) e óculos de proteção (20.000) que chegarão na Espanha previsivelmente na primeira quinzena de abril
  • A Iberdrola comprou este material de primeira necessidade em coordenação com as autoridades e outras grandes empresas espanholas
  • A companhia está finalizando acordos adicionais com outros fornecedores de produtos sanitários com o objetivo de concretizar mais compras nos próximos dias

A Iberdrola fechou uma primeira compra de material sanitário de primeira necessidade da China, avaliada em 22,1 milhões de euros, que entregará ao governo espanhol tão logo chegue em solo espanhol, durante a primeira quinzena de abril.

Mais concretamente, a companhia adquiriu via quatro grandes contratos com quatro empresas chinesas: equipamentos de respiração (450), máscaras (4,6 milhões), macacões (120.000) e óculos de proteção (20.000).

O primeiro dos acordos inclui a compra de 400 equipamentos de respiração de última geração por um valor de 11,6 milhões de euros. Os aparelhos do modelo Aeonmed VG70 (Intrusive Oxygen Ventilator) serão entregues ao Ministério da Saúde espanhol para serem posteriormente distribuídos.

Com o segundo acordo, foram compradas 2,5 milhões de máscaras do modelo FFP2 (KN95), cujo destino serão os ministérios da Saúde e do Interior da Espanha (1,5 milhões), bem como o Exército espanhol (1 milhão), responsável de trazê-las da China com seu próprio transporte e que, a seguir, serão repartidas entre seus diversos centros logísticos de toda a Espanha. O custo total disto será 5,3 milhões de euros.

O terceiro lote de material comprado pela Iberdrola está composto por 2 milhões de máscaras descartáveis do modelo EN 14683:2019 Classe I filtração 90-95% e 100.000 macacões de proteção descartáveis certificados conforme a Diretiva europeia 89/686/ECC. A companhia adquiriu este material por um montante total de 2 milhões de euros e o enviará aos Ministérios da Saúde e do Interior espanhóis.

O quarto pedido de equipamentos sanitários, avaliado em 3,1 milhões de euros, consta de 50 respiradores de cuidados intensivos ORICARE V8800, 50.000 máscaras FFP2 (KN95) e mais 50.000 máscaras FFP3, 20.000 unidades de macacões de proteção pessoal antirrespingo e 20.000 óculos de proteção. Este conjunto irá para a Comunidade de Madri.

Por último, a companhia comprou outro pequeno lote de material (100.000 euros) via diversos fornecedores. Compõe-se de luvas de nitrilo, macacões descartáveis, máscaras FFP2/KN95, óculos, semimáscaras, gel hidroalcoólico, batas e mangas. Todo este material irá ao País Basco.


Iberdrola, a ponto de fechar acordos adicionais

Graças a todos estes equipamentos de primeira necessidade, a Iberdrola irá ajudar a atenuar os impactos da crise do Covid-19. A companhia implementou esta iniciativa em coordenação com as autoridades espanholas e outras grandes empresas do país, as quais também estão dispostas a colaborar com doações e projetos de diferentes tipos para a resolução da pandemia e de suas consequências.

Igualmente, a Iberdrola está concluindo atualmente acordos adicionais com outros fornecedores de produtos sanitários com o objetivo de fechar, nos próximos dias, mais compras de equipamentos necessários para o país neste momento de crise.