NotíciaVolver

19/10/2021

O anúncio ocorre no âmbito da Global Investment Summit, prelúdio da COP26 de Glasgow

Iberdrola compromete investimentos de 6 bilhões de libras no complexo eólico offshore East Anglia Hub

  • Seu plano investidor no Reino Unido também prevê destinar 10 bilhões de libras até 2025 para dobrar sua capacidade renovável e promover a descarbonização
  • O complexo eólico offshore - o maior da companhia até os dias de hoje, que concentra o volume mais alto de investimento do grupo no mundo - criará até 7.000 postos de trabalho e dinamizará a cadeia de suprimentos renováveis do país
  • O East Anglia Hub, com mais de 3.000 MW de potência instalada, apoia os planos do governo britânico para acelerar a revolução industrial verde e levar a energia eólica offshore a todas as casas britânicas até o final da década

 

A Iberdrola continua reforçando sua liderança mundial no setor da energia eólica offshore, desta vez no Reino Unido. Por meio de sua filial Scottish Power, o grupo comprometeu um investimento de 6 bilhões de libras no desenvolvimento do complexo eólico offshore East Anglia Hub. O projeto concentra o volume mais alto de investimentos da companhia no mundo, sendo um dos maiores em termos de eólica offshore a nível global.

O presidente da Iberdrola, Ignacio Galán, anunciou este compromisso no âmbito da Global Investment Summit, organizada pelo Primeiro-Ministro Boris Johnson, menos de duas semanas antes do início da COP26 em Glasgow, sede da Scottish Power e principal partner dessa conferência. O presidente da companhia energética confirmou que esse novo pacote investidor - sujeito à obtenção de autorizações - se soma ao investimento recorde de 10 bilhões de libras previsto pelo grupo em seu plano 2020-2025, que lhe permitirá dobrar a capacidade de geração renovável e incentivar a descarbonização no Reino Unido.

Segundo Galán: "Este encontro é o impulso que precisamos para acelerar os compromissos Net Zero (Zero Emissões Líquidas) antes da COP26. Do mesmo modo, apoiará o plano do governo britânico para potencializar o investimento em indústrias 'verdes', criar empregos e crescimento e um futuro mais limpo e ecológico”. Neste sentido, indicou: “estamos totalmente comprometidos com o desempenho de nosso papel nesse processo e nosso investimento de 6 bilhões de libras no East Anglia Hub se converterá em um passo significativo para garantir que a energia eólica offshore produza suficiente eletricidade limpa para todas as residências do Reino Unido em 2030”.

“O complexo East Anglia Hub exemplifica como as empresas podem respaldar as ambições Net Zero do governo no contexto de um marco previsível e estável. É o que os investidores internacionais precisam, enquanto nos preparamos para a Conferência das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas (COP26)”. "Não tenho dúvidas que isto é o princípio daquilo que está por vir, enquanto continuamos combatendo a emergência climática, progredindo na transição energética e aspirando a alcançar as Zero Emissões Líquidas no futuro".

O evento Global Investment Summit demonstrará como o Reino Unido é capaz de conceber o futuro dos investimentos verdes e criar empregos de alta qualidade e crescimento econômico, ao mesmo tempo que reduz as emissões de carbono por meio de projetos de investimentos como o East Anglia Hub.


O maior desenvolvimento eólico offshore da Iberdrola e um dos principais do mundo

O East Anglia Hub, o maior desenvolvimento eólico offshore da Iberdrola (também está entre os maiores projetos eólicos offshore em todo o mundo), está composto por três parques eólicos ao longo da costa de Suffolk: East Anglia ONE North, East Anglia TWO e East Anglia THREE. O complexo - com uma capacidade instalada de mais de 3.000 MW - gerará eletricidade limpa suficiente para abastecer mais de 2,7 milhões de residências e contribuir com mais de 7,5 % do objetivo do Reino Unido de atingir 40.000 MW de potência instalada até 2030. Seu desenvolvimento, construção e operações criará até 7.000 empregos e apoiará de forma significativa a cadeia de suprimentos renovável do Reino Unido.

Atualmente, o projeto East Anglia THREE, com uma potência instalada de 1.400 MW, já obteve o licenciamento de planejamento. Igualmente, as autorizações sobre as petições de planejamento do East Anglia ONE North (800 MW) e do East Anglia TWO (900 MW) estão sendo analisadas pela Secretaria de Estado de Negócios, Energia e Estratégia Industrial do país. Sujeito ao resultado dessas considerações, a construção do East Anglia Hub deverá começar em 2023 e terminar em 2026.


Investimentos verdes para promover a recuperação econômica e criar empregos

A energia eólica offshore também se converteu em motor de crescimento futuro do grupo Iberdrola: atualmente, já opera 1.300 MW de capacidade instalada (Wikinger, East Anglia ONE e West of Duddon Sands) e mantém 2.600 MW em construção, que permitirão triplicar sua capacidade atual. Sua carteira de projetos eólicos offshore supera os 38.000 MW em mercados tradicionais, como é o caso do Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha, França, e em novas plataformas, como Taiwan, Irlanda, Japão, Suécia e Polônia.

A companhia lançou um plano de investimento recorde de 150 bilhões de euros para a próxima década - 75 bilhões de euros até 2025 -, através dos quais triplicará sua capacidade em energias renováveis e dobrará seus ativos de rede mais inteligentes, maximizando as oportunidades da revolução energética.

Com um investimento de 120 bilhões de euros nos últimos vinte anos, a Iberdrola é líder em energias renováveis com mais de 37.300 MW de capacidade instalada; um volume que converte seu parque de geração em um dos mais limpos do setor energético. A estratégia de investimentos em energias verdes e redes inteligentes permitirá que a Iberdrola seja "neutra em carbono" na Europa em 2030.

Acesso a informação legal