NotíciaVolver

15/01/2021

Reforça sua liderança em energias limpas na região - onde controla mais de 5.100 MW - e em projetos de grande capacidade

Iberdrola tramita 500 novos MW verdes em Castela e Leão

  • Salamanca se converte na província espanhola da região com mais projetos renováveis em tramitação por parte da Companhia, com uma nova usina e um novo parque eólico que representam um investimento de cerca de 400 milhões de euros · Sua construção envolverá até 1.100 trabalhadores
  • A Companhia promoverá mais de 2.400 MW renováveis - eólicos e fotovoltaicos - nos próximos anos na região, aos quais destinará investimentos de 2 bilhões de euros

A Iberdrola continua liderando a promoção de projetos renováveis de grande capacidade, pois com o início da tramitação de 500 novos megawatts (MW) verdes em Castela e Leão, distribuídos entre a fotovoltaica de Villarino, com uma capacidade instalada de 200 MW, e o parque eólico de Villarino, de 300 MW, e junto com as instalações fotovoltaicas já em tramitação para obter a Declaração de Impacto Ambiental de 50 MW em Villarino de los Aires e 318 MW em Ciudad Rodrigo, Salamanca se torna a província da região com mais projetos renováveis em tramitação por parte da empresa.

A usina fotovoltaica de Villarino será construída na circunscrição municipal de Ahigal de Villarino, Sanchón de la Ribera e Brincones e o parque eólico será levantado em Villarino de los Aires, Trabanca, Ahigal de Villarino, Almendra, El Manzano, Iruelos, Puertas e Villar de Samaniego, na província de Salamanca, representando um investimento de cerca de 400 milhões de euros.

Sua construção terá um importante componente local, pois contará com fornecedores industriais e o envolvimento de até 1.100 trabalhadores em períodos de picos de trabalho.

Uma vez em funcionamento, as instalações produzirão energia limpa suficiente para abastecer uma população equivalente a 290.000 residências, evitando a emissão na atmosfera de 182.000 t CO2/ano.


Um líder mundial em energias limpas em Castela e Leão

Com as novas unidades, a Iberdrola reforçará sua liderança renovável em Castela e Leão, onde já controla mais de 5.100 MW - hidráulicos e eólicos -, convertendo essa comunidade autônoma espanhola na região com mais megawatts 'verdes' instalados pela empresa.

A Companhia constrói em Herrera três parques eólicos - integrados pelos aerogeradores mais potentes instalados na Espanha - e promove, também em Burgos, o complexo eólico de Buniel em colaboração com a Caja Rural de Soria, assim como o parque de Valdemoro que, com 164 MW de potência instalada é um dos maiores da Companhia e da Espanha.

A aposta fotovoltaica da Iberdrola na região se completa com a tramitação de outros 1.000 MW, distribuídos em Segóvia, Burgos e Palência, tais como as usinas fotovoltaicas em Velilla (400 MW), Otero (505 MW), Revilla Vallejera e Ballestas.

Nos próximos anos a Iberdrola promoverá na região mais de 2.400 MW em projetos de energias renováveis - eólicos e fotovoltaicos -, para os quais destinará investimentos de cerca de 2 bilhões de euros. Esse volume de recursos dinamizará o tecido industrial e criará 24.000 postos de trabalho, satisfazendo as estimativas estabelecidas no Plano Nacional Integrado de Energia e Clima (PNIEC).


Investimentos verdes para promover a recuperação econômica e a criação de empregos

A Iberdrola não tem dúvidas de que a transição energética pode atuar como agente indutor fundamental na transformação do tecido industrial e na recuperação verde da economia e criação de empregos. Para tal, a Companhia lançou um plano de investimento histórico de 75 bilhões de euros para o período 2020-2025 com o objetivo de dobrar sua capacidade renovável e aproveitar as oportunidades da revolução energética que as principais economias do mundo enfrentam.

Os investimentos na Espanha para o período chegam a cerca de 14,3 bilhões e a metade - mais de 7 bilhões e euros - será destinada ao desenvolvimento de novos projetos renováveis, enquanto mais de 4,5 bilhões serão direcionados a fortalecer e continuar digitalizando as redes elétricas.

Após vinte anos promovendo a transição energética, a Iberdrola é líder em energias renováveis na Espanha, registrando uma capacidade instalada de mais de 16.700 MW renováveis em setembro de 2020; um volume que no mundo atinge mais de 33.000 MW, convertendo seu parque de geração em um dos mais limpos do setor energético.

Com emissões de CO2/kWh que já são dois terços inferiores à média europeia, a estratégia de investimento em energias limpas e redes levará a Iberdrola a ser uma empresa “neutra em carbono” na Europa em 2030.

Acesso a informação legal