NotíciaVolver

12/02/2020

A energia que a Iberdrola fornecerá à Orange por meio deste acordo de compra e venda de longo prazo (Power Purchase Agreement - PPA) procede de um novo projeto solar fotovoltaico que construirá na Extremadura espanhola

A Orange escolhe a Iberdrola para abastecer a longo prazo com energia verde 9.000 pontos de fornecimento de sua rede própria

  • A instalação fotovoltaica Ceclavín, com uma potência instalada de 328 MW, evitará a emissão de 110.000 toneladas de CO2/ano
  • A parceria reforça a estratégia de desenvolvimento de projetos renováveis da Iberdrola na Espanha - onde prevê a instalação de 3.000 MW até 2022 - através de contratos bilaterais que promovem um fornecimento de energia com preços competitivos e estáveis para grandes clientes, comprometidos com um consumo sustentável
  • A Orange, cujo consumo de energia na Espanha já é 100% procedente de fontes de geração renováveis, contribui assim para a sua missão de aumentar e incentivar o consumo de energia verde no país

A Iberdrola e a Orange decidiram estabelecer uma parceria em termos de sustentabilidade com um acordo de compra e venda de energia a longo prazo (PPA - Power Purchase Agreement). Dito acordo permitirá que a operadora de telecomunicações siga contribuindo para seu compromisso com o consumo de energias sem emissões no país, o que já se pode corroborar, pois utiliza energia derivada de fontes de geração 100% renováveis em todos seus locais.

O marco do acordo entre ambas as empresas determina que a Iberdrola abastecerá com energia verde os 9.000 pontos de fornecimento da rede própria da Orange na Espanha por 12 anos. O contrato já está em andamento e a metade do consumo (200 GWh/ano) será feita em conformidade com a fórmula de PPA, associado a um ativo renovável de nova construção, o projeto fotovoltaico Ceclavín que a Iberdrola desenvolverá na Extremadura espanhola durante este ano.

Com uma potência instalada de 328 MW, a unidade estará situada nos municípios de Ceclavín e Alcántara (província de Cáceres, Espanha). Será o terceiro projeto fotovoltaico que a Iberdrola implementa na região. Estará em funcionamento em 2020 e evitará a emissão à atmosfera de 110.000 toneladas de CO2/ano.

Ceclavín faz parte da estratégia de investimento em projetos de geração de energia renovável da Iberdrola na Espanha (onde prevê a instalação de 3.000 MW até 2022), bem como de sua aposta nos contratos bilaterais, como via para promover o fornecimento de energia com preços competitivos e estáveis para grandes clientes comprometidos com um consumo sustentável.

“Com os PPA, abrem-se muitas oportunidades para o desenvolvimento dos projetos renováveis que estão transformando o presente e o futuro energético da Espanha. Estes contratos de compra e venda de energia a longo prazo oferecem estabilidade aos investimentos da Companhia e também se tornaram uma ótima ferramenta para a gestão do fornecimento elétrico de grandes consumidores, comprometidos com um consumo limpo e sustentável. Além disso, estes acordos demonstram a competitividade das energias renováveis e sua capacidade para fornecer energia com preços acessíveis e estáveis”, explicou Ángeles Santamaría, CEO da Iberdrola España.

“Este acordo com a Iberdrola está alinhado com o nosso compromisso com o cuidado do planeta e a sustentabilidade, incluídos no plano estratégico do Grupo Orange - Engage 2025 - do qual a Espanha, como segundo mercado, é uma parte fundamental. Do mesmo modo, reforça a nossa estratégia como Grupo para alcançar a neutralidade em emissões de carbono em 2040, contribuindo também para aumentar a capacidade de energia renovável na Espanha “, afirmou Laurent Paillassot da Orange España.

Juntamente com seu impacto ambiental, a construção deste novo projeto solar fotovoltaico ajudará na criação de empregos e na dinamização do tecido industrial da comunidade local. A sua construção representará um investimento de cerca de 250 milhões de euros.


Líder em energias limpas da Iberdrola na Espanha

O projeto fotovoltaico Ceclavín se enquadra na aposta da Companhia de reforçar o investimento em geração de energia limpa na Espanha com a instalação de 3.000 novos MW até 2022. As previsões da Companhia indicam a instalação de 10.000 novos MW até 2030, o que permitirá a criação de empregos para 20.000 pessoas.

Na Espanha, a Iberdrola é o primeiro promotor eólico (com uma potência instalada de mais de 5.800 MW) e líder em energias renováveis (com uma capacidade instalada de mais de 16.000 MW). Este volume, em termos mundiais, representa mais de 30.300 MW e converte seu parque de geração em um dos mais limpos do setor energético.

A aposta da Iberdrola num modelo econômico descarbonizado levou a Companhia a comprometer-se com investimentos de 10 bilhões euros anuais no mundo, depois de ter destinado quase 100 bilhões para estes âmbitos desde 2001. Deste montante, 25 bilhões foram investidos na Espanha.

A Iberdrola é uma referência no âmbito dos PPA no mundo e gerencia acordos de compra e venda de energia a longo prazo (PPA) em mercados como: Espanha, Estados Unidos e México, procedentes de projetos eólicos e fotovoltaicos de mais de 1.500 MW. Na Espanha, a Companhia promoveu esta modalidade com caráter pioneiro com empresas de diferentes setores (bancos, telecomunicações, setor cervejeiro, distribuição e marcas esportivas).

Para mais informações: Você sabe o que é um PPA e quais são suas principais vantagens?


Política ambiental da Orange

A política ambiental da Orange, incluída em seu plano estratégico (Engage 2025), está baseada em 3 pilares principais: reduzir as emissões de CO2, integrar a economia circular em seus processos e atividades e usar os recursos digitais para promover a eficiência energética.

Um dos objetivos da Orange, em linha com os ODS, é reduzir até 0% as emissões de CO2 procedentes de sua atividade em 2040, o que exige que toda a energia consumida venha de fontes renováveis, assim como ações concretas no campo da eficiência energética.

Além disso, a Orange aumentará seu programa Green ITN para reduzir o consumo de energia dos locais de sua rede e integrará a economia circular no negócio com medidas tais como produtos de design ecológico, equipamentos de rede usados e a comercialização de mais dispositivos de segunda mão nas lojas.

Todas as ações previstas são mensuráveis e acessíveis, estão regidas pelo Sistema de Gestão Ambiental ISO 14001:2015, auditado e apresentado a organismos certificadores internacionais que regularmente reconhecem e certificam o Grupo Orange.

Acesso a informação legal