Notícia

09.08.2022

Uma usina de hidrogênio verde para descarbonizar o maior porto de carga do Reino Unido

  • A empresa investirá cerca de 170 milhões de euros nessa instalação, que fornecerá hidrogênio limpo para veículos e máquinas no porto de Felixtowe (Inglaterra).
  • A usina, que entrará em operação em 2026, produzirá 14.000 toneladas de H2 renovável por ano na primeira fase e poderá dobrar sua capacidade no futuro
     

O grupo Iberdrola está planejando construir uma grande usina de hidrogênio verde no porto de Felixtowe (Inglaterra) que, com um investimento de cerca de 170 milhões de euros (150 milhões de libras), contribuirá para a descarbonização do maior porto de carga do Reino Unido.

A instalação, que entrará em operação em 2026, terá, em uma primeira fase, capacidade para produzir 14.000 toneladas por ano de H2 renovável, que poderá ser duplicada no futuro. A usina fornecerá hidrogênio para veículos e máquinas utilizadas pelo porto e será capaz de abastecer até 1.300 caminhões de hidrogênio verde. Ela também será usada para fornecer combustível limpo para trens que transportam mercadorias para o porto.

Além disso, contará com o potencial de ser utilizada para a produção de amônia verde ou etanol, o que poderia fornecer combustíveis limpos para o transporte marítimo e criar oportunidades de exportação para outros mercados internacionais. 

O projeto, que será desenvolvido pela ScottishPower, filial do grupo no Reino Unido, juntamente com a Hutchison Ports, deverá ser instalado em terrenos baldios dentro do porto, com um tamanho similar ao de um campo de futebol.

O hidrogênio verde será produzido através de um eletrolisador que divide a água em hidrogênio e oxigênio utilizando eletricidade de fontes renováveis. O porto de Felixtowe está localizado nas proximidades dos parques eólicos offshore que a Iberdrola está desenvolvendo nas águas britânicas do Mar do Norte. A empresa já começou a operar os 714 megawatts (MW) do East Anglia ONE nesta área e planeja construir o macrocomplexo eólico offshore East Anglia Hub, que reunirá três projetos com uma capacidade total instalada de 2.900 MW: East Anglia ONE North, East Anglia TWO e East Anglia THREE.


Motor de grandes projetos de hidrogênio verde

O grupo Iberdrola está atualmente promovendo os principais projetos de hidrogênio verde no Reino Unido, sendo acrescentado agora o da usina do porto de Felixtowe.

Em parceria com a Storegga, a empresa desenvolverá um projeto em Comarty, ao norte de Inverness, que possibilitará a descarbonização dos processos de aquecimento das destilarias. Na primeira fase, que entrará em operação a partir de 2024, produzirá até 4.000 toneladas por ano, com potencial de expansão para um total de 20.000 toneladas no futuro.

Além disso, a Iberdrola instalará uma planta de hidrogênio verde em seu parque eólico Whitelee, nos arredores de Glasgow, capaz de gerar 3.000 toneladas de H2 por ano, que entrará em operação em 2023 e será capaz de fornecer hidrogênio livre de emissões suficientes para alimentar até 550 ônibus que viajam diariamente entre Glasgow e Edimburgo. O projeto conta com o apoio do governo britânico, que destinou à sua construção mais de 11 milhões de euros (9,4 milhões de libras) provenientes do portfólio de inovação energética do Departamento de Negócios, Energia e Estratégia Industrial (BEIS).

Em seu compromisso de impulsionar a transição energética, o grupo Iberdrola está liderando o desenvolvimento do hidrogênio verde com mais de 60 projetos em oito países (Espanha, Reino Unido, Brasil, Estados Unidos, entre outros) para responder às necessidades de descarbonização. 

Como fez com as renováveis há 20 anos, a empresa foi mais uma vez pioneira no novo desafio tecnológico de produzir e fornecer hidrogênio verde. A Iberdrola está, portanto, na vanguarda desta nova revolução renovável, ajudando a indústria difícil de eletrificar a reduzir suas emissões poluentes.  

O grupo possui atualmente uma carteira de projetos de hidrogênio verde que exigirá investimentos de 9 bilhões de euros até 2030, com o objetivo de desenvolver 400.000 toneladas/ano de hidrogênio verde.

Entre os projetos promovidos pela empresa, destaca-se a instalação em Puertollano (Ciudad Real) da maior usina de hidrogênio verde para uso industrial da Europa, capaz de produzir 3.000 toneladas de H2 livre de emissões por ano, graças ao uso de fontes renováveis.