NotíciaVolver

30/08/2021

Com o seu Programa Internacional de Start-ups - PERSEO, investe na empresa cuja origem está na região espanhola de Navarra, pioneira no reflorestamento com drones e sementes inteligentes

Iberdrola entra no capital da CO2 Revolution para redobrar sua aposta nas energias renováveis e na biodiversidade

  • Sua eficiência permite repovoar até 100 vezes mais rápido que com meios tradicionais e semear até 100.000 sementes de árvores e espécies acompanhantes autóctones em um só dia
  • O Programa Árboles (Árvores) da Iberdrola prevê a plantação de 20 milhões de árvores até 2030 e 2,5 milhões até 2022
  • Com um orçamento de 125 milhões de euros, o PERSEO investiu 85 milhões de euros em start-ups e participa de uma carteira de nove empresas

A Iberdrola dá um passo adiante em sua estratégia de combinar o desenvolvimento de projetos de energia renováveis (isento de emissões) e a preservação da biodiversidade com a entrada no capital da CO2 Revolution, uma empresa de origem navarra, referência no reflorestamento com drones e sementes inteligentes. A operação foi feita por meio de seu Programa Internacional de Start-ups-PERSEO, com o qual há mais de uma década identifica e promove tecnologias do futuro no campo energético.

A participação da Iberdrola na CO2 Revolution incentivará a colaboração entre as duas empresas, que já desenvolvem projetos conjuntos para preservar ecossistemas em áreas e regiões onde a Iberdrola desempenha suas atividades.

Com a tecnologia dessa empresa, também é possível repovoar até 100 vezes mais rápido que com meios tradicionais e semear até 100.000 sementes de árvores em um só dia com baixos custos. De fato, já foram reflorestados 1.000 hectares de terreno nesse ano, evitando a emissão na atmosfera de 150.000 toneladas de CO2.

O diretor de Inovação e Sustentabilidade da Iberdrola, Agustín Delgado, destaca entre os motivos da entrada do PERSEO na empresa CO2 Revolution “a abordagem inovadora que une o uso de drones e o big data, orientando seu trabalho de forma eficiente à melhoria da biodiversidade; um dos âmbitos que apresenta maiores desafios para o desenvolvimento de um modelo de produção energética baseado em energias renováveis. Da mesma forma, suas atuações favorecem a economia do ambiente circundante através da colaboração com fornecedores locais, assim como a inclusão de organizações por meio de acordos”.

A Iberdrola desenvolve uma ambiciosa estratégia de reflorestamento com seu Programa Árvores, cuja previsão é plantar 8 milhões de árvores até 2025 e 20 milhões com vistas a 2030. A CO2 Revolution contribuirá para esse objetivo com seu revolucionário sistema de reflorestamento. Está baseado na semeadura seletiva com drones e sementes inteligentes. Estas plantações serão feitas sempre com espécies autóctones - não só com árvores -, incluindo arbustos e pastos que ajudam na preservação de ecossistemas plenos.

A companhia já promoveu a plantação de 768.000 árvores em 2020, avançando assim em seu objetivo de curto prazo de replantar 2,5 milhões de exemplares em 2022. Estima-se que os 20 milhões de árvores plantadas pela companhia até 2030 capturarão cerca de 6 milhões de toneladas de CO2 em 30 anos.

Para Juan Carlos Sesma, CEO da CO2 Revolution, a inclusão da Iberdrola como parceiro constitui um verdadeiro marco. Por um lado, incentiva ainda mais a aposta constante em P+D da CO2 Revolution e, por outro, deixa claro a autêntica ambição climática de uma das maiores e mais importantes empresas da Espanha, motor da economia espanhola e que situará a Espanha na vanguarda da verdadeira Transição Ecológica, liderando o Pacto Verde Europeu da UE. O objetivo comum é converter a CO2 Revolution em líder mundial em matéria de biotecnologia florestal aplicada ao reflorestamento, de combate contra as mudanças climáticas e de mercado de bônus de carbono.


Programa Internacional de start-ups Iberdrola-PERSEO  

A Iberdrola redobrou seus esforços na promoção da biodiversidade e na preservação de ecossistemas saudáveis como elementos-chave para o crescimento sustentável. Nesse sentido, o grupo - como referência internacional no combate contra as mudanças climáticas e líder mundial em energias renováveis - tem como objetivo alcançar zero perdas líquidas de biodiversidade até 2030. Aposta, sempre que for possível, em um impacto líquido positivo nos novos desenvolvimentos de infraestruturas.

Esta linha de ação foi reforçada no Programa Internacional de start-ups Iberdrola - PERSEO, orientado a facilitar o acesso do grupo a tecnologias do futuro e a fomentar a criação e desenvolvimento de um ecossistema global e dinâmico de empresas tecnológicas e empreendedores no setor elétrico.

Com um orçamento total de 125 milhões de euros, o programa já investiu 85 milhões de euros em start-ups em mais de uma década, situando o foco naquelas que permitam melhorar a sustentabilidade do setor energético com uma maior eletrificação e descarbonização da economia.

Com o PERSEO, a Iberdrola analisa aproximadamente 300 empresas anualmente e já criou um ecossistema de quase 3.000 empresas empreendedoras. Este instrumento investidor participa atualmente de uma carteira de nove empresas, incluindo a recente aquisição da CO2 Revolution.

Acesso a informação legal