Iberdrola assina o primeiro empréstimo energético da Europa vinculado à redução do consumo de água

Notícia Volver

01/08/2021

Estabelece um acordo com o banco Intesa Sanpaolo para um empréstimo circular de 250 milhões de euros com prazo de 5 anos

Iberdrola assina o primeiro empréstimo energético da Europa vinculado à redução do consumo de água

  • Oferece um incentivo vinculado à economia circular: A Iberdrola se compromete a reduzir progressivamente o uso de água, que não ultrapassará o limite de 420 m3/GWh em 2025 · Caso cumpra o objetivo, o banco Intesa Sanpaolo aplicará um desconto à taxa de juros do empréstimo
  • A operação com a Iberdrola é a maior realizada na Espanha no âmbito do programa de Economia Circular de 6 bilhões de euros lançado pelo banco Intesa Sanpaolo em seu Plano de Negócio 2018-2021

A Iberdrola concretizou o primeiro empréstimo do setor energético da Europa vinculado à redução do consumo de água; uma operação de financiamento efetuada com a entidade Intesa Sanpaolo no valor de 250 milhões e com prazo de cinco anos.

A operação inclui um incentivo vinculado à consecução de objetivos de economia circular: a Iberdrola se compromete a reduzir progressivamente o uso de água, que não deve ultrapassar o limite de 420 m3/GWh em 2025. Caso cumpra tal objetivo, o banco Intesa Sanpaolo aplicará um desconto ao empréstimo. Se não for assim, aumentará o custo do financiamento.

O empréstimo circular realizado com a Iberdrola representa a maior operação realizada na Espanha no âmbito do programa de Economia Circular de 6 bilhões de euros, lançado pelo Intesa Sanpaolo em seu Plano de Negócio para o período 2018-2021.


Iberdrola reafirma sua liderança mundial em financiamento verde

A Iberdrola se consolidou como referência global em financiamento sustentável, sendo o primeiro grupo mundial em emissão de bônus verdes, depois de ter sido em 2014 a primeira empresa espanhola em abrir esse mercado.

Atualmente, o Grupo possui financiamentos verdes ou ligados a critérios de sustentabilidade cujo valor supera a cifra de 32,4 bilhões de euros, dos quais mais de 15,6 bilhões correspondem a financiamentos verdes. Da mesma forma, mantém-se como o maior emissor privado de bônus verdes do mundo.

Os projetos aos quais se destinam os recursos obtidos com esse tipo de operação estão alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, onde a Iberdrola concentra seus esforços: Energia limpa e acessível (objetivo 7) e Ação contra a mudança global do clima (objetivo 13).

A estratégia da Iberdrola baseia-se em ter uma estrutura de financiamento com uma porcentagem cada vez maior de produtos verdes e sustentáveis, até alcançar 63% do total em 2025. Em concreto, 100% de suas linhas de crédito e 70% de seus bônus híbridos cumprirão tais características em 2021.

Essa abordagem de financiamento corresponde ao plano de crescimento da Iberdrola, que contempla investimentos de 75 bilhões de euros até 2025 visando dobrar sua capacidade em energias renováveis para até 60.000 MW, situando o valor de seus ativos de redes em 47 bilhões de euros. Um plano que tem como objetivo promover a descarbonização da economia e, com ela, a reativação econômica e a criação de empregos, prevendo investimentos de 150 bilhões de euros até 2030, através dos quais o Grupo alcançará uma potência instalada próxima de 100.000 MW.

O Intesa Sanpaolo é um dos bancos mais sustentáveis do mundo e está incluído nos principais índices de sustentabilidade. A partir desse contexto e do forte impulso à inovação surge o compromisso com a economia circular. O Intesa Sanpaolo é parceiro estratégico da Fundação Ellen MacArthur, a principal organização que promove o modelo circular em todo o mundo e com a qual colabora desde 2016.

Acesso a informação legal