Notícia

13.02.2023

Assinamos com o BEI um empréstimo verde de 150 milhões de euros para a construção de parques renováveis na Itália

  • O empréstimo será utilizado para construir 400 MW de uma carteira de projetos eólicos e fotovoltaicos em diferentes lugares na Itália. Estes serão os primeiros parques renováveis da Iberdrola na Itália.
  • Os projetos terão um impacto significativo em termos de sua contribuição para a segurança do abastecimento de energia, ação climática e coesão social da Itália.

 

O Banco Europeu de Investimento (BEI) e a Iberdrola assinaram um novo acordo para acelerar a transição energética na Itália através do desenvolvimento de novas usinas de energia renovável. O Banco da União Europeia concedeu um empréstimo verde de 150 milhões de euros para a construção de uma carteira de projetos eólicos e fotovoltaicos com uma capacidade total de cerca de 400 megawatts (MW). Estas novas instalações produzirão energia verde e competitiva equivalente ao consumo médio de até 260.000 residências. Os projetos envolverão um investimento total de mais de 300 milhões de euros.

O BEI financiará pequenas e médias usinas solares fotovoltaicas e eólicas e suas instalações de conexão. Estes projetos estão localizados principalmente em áreas do sul da Itália, regiões de coesão da União Europeia. 

O financiamento também incluirá infraestruturas auxiliares como estradas de acesso, subestações e interconexões. Esses investimentos não só aumentarão a geração de energia limpa, mas também melhorarão a garantia do abastecimento.

Os investimentos a serem realizados sob este acordo impulsionarão o crescimento econômico e o emprego nas regiões. Como um todo, as novas infraestruturas criarão empregos para aproximadamente 600 pessoas por ano durante a fase de construção. 

A vice-presidente do BEI, Gelsomina Vigliotti, declarou: "Garantir um financiamento que assegure um fornecimento de energia resistente e sustentável é uma prioridade para o Banco do Clima da UE. Temos o prazer de trabalhar com a Iberdrola no desenvolvimento de suas primeiras plantas renováveis na Itália e do nosso compromisso de atingir as metas climáticas”.

O Presidente-Executivo da Iberdrola, Ignacio Galán, afirmou: "Este novo empréstimo verde assinado com o BEI nos permite aumentar nossa contribuição para uma Europa capaz de cumprir suas metas climáticas e aumentar sua independência energética. A liderança do Banco Europeu de Investimento é essencial para alcançar este objetivo”. 

A empresa já conta com uma carteira de projetos de quase 3.000 MW, incluindo um parque fotovoltaico de 23 MW já em operação e outros 4 projetos aprovados próximos ao início da construção, para um total de 116 MW. 

BEI e segurança energética

Durante a última década, o Grupo Banco Europeu de Investimento canalizou quase 100 bilhões de euros para o setor energético da UE. Este investimento tão necessário está agora ajudando a Europa a superar a crise causada pelo corte repentino do fornecimento de gás russo. Somente nos primeiros nove meses de 2022, o apoio financeiro assinado pelo BEI totalizou mais de 8,3 bilhões de euros para projetos de eficiência energética, energia renovável, eletricidade e armazenamento dentro da UE, ajudando assim a fortalecer a resiliência da economia europeia.

Em outubro de 2022, o Conselho de Administração do BEI decidiu elevar os volumes de financiamento de energia limpa do Grupo para níveis recorde, em apoio ao objetivo do REPowerEU, que visa acabar com a dependência da Europa em relação às importações de combustíveis fósseis russos. Nos próximos cinco anos, serão investidos mais 30 bilhões de euros, que se juntarão ao já forte apoio do BEI ao setor energético na UE. Estima-se que o pacote específico do REPowerEU mobilizará um investimento adicional de 115 bilhões de euros até 2027, contribuindo substancialmente para a independência energética da Europa e para o objetivo do Grupo BEI de mobilizar 1 bilhão de euros ao longo desta década para o financiamento do clima.

Clique aqui para saber mais sobre o apoio do BEI ao setor energético e aqui sobre os mais recentes projetos de energia que financiamos.

Iberdrola, ampliando seus canais de financiamento

A Iberdrola continua avançando em sua estratégia de sustentabilidade, baseada na eletrificação da economia e orientada para a luta contra as mudanças climáticas e a criação de riqueza e emprego nas comunidades onde atua.

Com este financiamento, a companhia elétrica continua consolidando sua liderança em financiamento sustentável. No final de setembro, a dívida líquida da Iberdrola era de 44.293 milhões de euros, e a atual operação mundial de títulos verdes com mais de 16 bilhões de euros; cerca da mesma quantia em linhas de crédito ESG; papel comercial de 5 bilhões, e cerca de 3 bilhões em empréstimos e financiamentos estruturados. Em todos os casos, de natureza sustentável.

Os projetos aos quais são alocados os recursos obtidos a partir destas colocações estão alinhados com os seguintes Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, nos quais a Iberdrola concentra seus esforços: número 7 – Energias renováveis e acessíveis; e número 13 - Ação Climática.