Notícia Volver

03/10/2023

Usamos caminhões elétricos para trabalhos de manutenção de rede no Brasil

  • A empresa está construindo o Corredor Verde, uma eletrovia com 1.200 quilômetros de extensão entre os estados da Bahia e do Rio Grande do Norte, onde foram instalados 17 pontos de recarga.
  • Os veículos foram desenvolvidos com base no caminhão T7, do fabricante BYD, implementando características próprias de acordo com as necessidades do projeto.

A Iberdrola, por meio de sua subsidiária no Brasil, a Neoenergia, está operando caminhões elétricos para realizar trabalhos de manutenção e construção de redes elétricas no país. Em pouco mais de um ano, a frota de caminhões elétricos da empresa percorreu 29.000 quilômetros nas cidades de Limeira e Mairiporã, no interior de São Paulo.

A iniciativa, que reforça o compromisso da Iberdrola em incentivar a mobilidade sustentável, é um projeto de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação que faz parte de uma estratégia de investimento para desenvolver a mobilidade elétrica no Brasil em diferentes âmbitos.

Entre as iniciativas desenvolvidas, destaca-se a implementação de um sistema de controle por telemetria, tecnologia que permite a medição remota de grandezas físicas e o posterior envio de informações. Ao monitorar as informações da bateria de forma automatizada e em tempo real, é possível calcular a necessidade de recarga e os pontos disponíveis ao longo do trajeto planejado para o caminhão.

Os veículos foram desenvolvidos com base no caminhão T7, do fabricante BYD, implementando características próprias de acordo com as necessidades do projeto. Os caminhões foram equipados com cestos aéreos do tipo eletro hidráulico, com destaque para o sistema de recargas de oportunidade na própria rede de distribuição. O carregador instalado na carroceria do caminhão pode ser conectado a pontos pré-determinados da rede de energia elétrica da distribuidora.

O projeto também inclui a promoção da mobilidade elétrica no Brasil em diferentes áreas, como o desenvolvimento da infraestrutura de recarga no país. A empresa está construindo o Corredor Verde, uma eletrovia com mais de 1.200 quilômetros de extensão entre os estados da Bahia e do Rio Grande do Norte que inclui 17 pontos de recarga para veículos elétricos, sendo 12 de recarga rápida.

"No Brasil, a Neoenergia aposta em um Programa de Mobilidade Elétrica que inclui projetos para ampliar a infraestrutura de recarga de veículos elétricos e desenvolver novas soluções. Com o nosso caminhão elétrico conseguimos, além de contribuir para a criação de um novo produto nacional, inovar no gerenciamento da recarga e alcançar um sistema seguro e eficiente para recargas na própria rede", afirma Renato Morais, gerente Corporativo de Frota da Neoenergia.

Descarbonização da economia

A Iberdrola está comprometida com a eletrificação do transporte como parte de sua estratégia de transição para uma economia descarbonizada. Em seu esforço pela mobilidade sustentável, a empresa e a Associação Empresarial para o Desenvolvimento e Impulsionamento da Mobilidade Elétrica (AEDIVE) criaram em julho a primeira aliança para a eletrificação do transporte rodoviário pesado na Espanha.

É a primeira iniciativa que reúne todos os setores envolvidos na eletrificação do transporte rodoviário pesado: fabricantes, infraestrutura de recarga, operadores logísticos e clientes finais.

Seu objetivo é acelerar a descarbonização do transporte rodoviário pesado e combater as mudanças climáticas. Ao mesmo tempo, busca melhorar a eficiência do combustível, limitar o seu alto consumo e reduzir o custo para os operadores de logística e para o país.