Notícia

29.10.2019

A Companhia realiza hoje e amanhã no seu Campus de formação em San Agustín del Guadalix (Madri) a quinta edição do encontro

Iberdrola promove sua transformação digital na Digital Summit 2019

  • Ignacio Galán, presidente do grupo, defendeu que “ser mais digital é uma obrigação para a Iberdrola” pois a digitalização “é uma grande oportunidade para criar valor” e “desempenhará um papel crucial na transformação energética”
  • Nesta edição da conferência digital anual da Companhia estarão novamente presentes executivos e empresas de primeiro nível tais como: Chuck Ames (Amazon), Tiffani Bova (Salesforce), Ricardo Klatovsky (IBM), Alicia Asín (Libelium), Rodrigo González (Spotify) ou Gabriel Perdiguero (Iberia)

Novamente, a Iberdrola deixou claro nesta semana seu firme compromisso com a transformação digital — processo ao qual tem a previsão de destinar 4,8 bilhões de euros entre 2018 e 2022 — com a realização da quinta edição da Digital Summit da Companhia no seu Campus de formação em San Agustín del Guadalix (Madri).

No âmbito desse encontro, onde estarão presentes 320 funcionários de oito países, o presidente do grupo, Ignacio Galán, asseverou que “ser mais digital é uma obrigação para a Iberdrola. A digitalização, além de ser uma grande oportunidade para criar valor, também desempenhará um papel crucial na transformação energética através da eletrificação da economia e nos ajudará a fortalecer a nossa liderança e compromisso com a luta contra as mudanças climáticas”.

Nesta linha, Galán indicou que a relação entre o processo digital e o setor energético “é uma via de dois sentidos pois as vantagens da digitalização não serão possíveis sem uma infraestrutura energética realmente confiável que proporcione a eletricidade necessária”. Do mesmo modo, expôs que “todas as instalações de geração da Iberdrola já estão sendo gerenciadas com sistemas automatizados”. O Presidente também ressaltou que “no âmbito das redes já somos capazes de operar as linhas de forma remota e em tempo real e o uso do Big Data está permitindo que ofereçamos aos clientes novos e inovadores serviços”.

Cabe destacar que, conforme seu plano de digitalização, a Iberdrola estabeleceu a meta de implementar 75 projetos de inovação por ano com o objetivo de seguir liderando este processo. A Companhia atualmente é a utility espanhola mais inovadora e a terceira do mundo conforme o ranking da Comissão Europeia.

A empresa também continuará apostando em ideias disruptivas no setor energético com o seu Programa de Start-ups - PERSEO, dotado com 70 milhões de euros. O objetivo dessa iniciativa — através da qual já foram feitos investimentos de cerca de 60 milhões de euros em mais de uma década — consiste em facilitar o acesso da Iberdrola às tecnologias do futuro e fomentar a criação e o desenvolvimento de um ecossistema global e dinâmico de empresas tecnológicas e de empreendedores no setor elétrico.

Neste mesmo ano e visando seguir captando as melhores ideias do mercado, a Iberdrola lançou no seu site dois Start-up Challenges. Ao primeiro, Resiliência contra desastres naturais, 131 start-ups de 24 países apresentaram 148 propostas. O segundo, Limpeza de painéis fotovoltaicos, recebeu 74 propostas de 70 start-ups de 25 países.


Palestrantes de primeiro nível: Amazon, Spotify, Libelium, IBM...

Além dos executivos da Iberdrola, liderados pelo Chief Information Officer (CIO), Fernando Lucero, estão participando da quinta edição da Digital Summit da Companhia responsáveis de outras empresas tecnologicamente inovadoras, que partilhando as melhores práticas de digitalização em seus respectivos âmbitos de atuação.

Entre eles se destacam, por exemplo: Tiffani Bova, Evangelista do Crescimento e Inovação na Salesforce; Rodrigo González, Diretor de Vendas para Espanha da Spotify; Jaime del Valle, Chief Marketing Officer (CMO) da L’Oreal; Alicia Asín, CEO e fundadora da Libelium; Chuck Ames, Manager de Experiência do Usuário na Amazon; Gabriel Perdiguero, Chief Transformation Officer da Iberia ou Ricardo Klatovsky, Vice-presidente Global de Vendas e Fidelização da IBM para a indústria energética, ambiental e das utilities.

No contexto da sua Digital Summit, a Iberdrola convocou pela segunda vez um Call for Ideas, que teve o dobro de aceitação que na edição anterior: foram recebidas 207 propostas relacionadas com a sustentabilidade, eficiência dos processos e melhoria da experiência do cliente onde, de alguma forma, estivesse implicada a presença de tecnologias disruptivas. Prevê-se que no decorrer do encontro seja escolhida a melhor de todas.

Além disso, a conferência digital da Companhia terá duas mesas redondas: uma sobre Cidades Sustentáveis e Comunidades e outra denominada Tech4Good que tratarão de questões relacionadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, como a qualidade do ar ou a tecnologia como ferramenta de transformação social.

Do mesmo modo, cabe destacar o firme compromisso da Iberdrola com o cumprimento dos ODS. A empresa concentra seus esforços no fornecimento de energia acessível e não poluente (objetivo 7) e na ação pelo clima (objetivo 13), embora contribua diretamente para garantir água limpa e saneamento (objetivo 6); aumentou seu investimento em atividades de P&D+I (objetivo 9); promove o respeito pela vida dos ecossistemas terrestres (objetivo 15) e trabalha para estabelecer alianças visando cumprir os objetivos (objetivo 17).

 

Acesso a informação legal