'START-UP' CHALLENGE: LIMPEZA DE PAINÉIS FOTOVOLTAICOS

Setenta empresas de 25 países apresentam propostas para melhorar a limpeza de painéis solares

O segundo start-up challenge promovido pela Iberdrola — por meio de sua filial de Renováveis e seu Programa internacional de 'start-ups' - PERSEO —, Limpeza de painéis fotovoltaicos, recebeu 74 propostas de 70 empresas em 25 países.

A companhia lançou em agosto o Start-up Challenge: Limpeza de painéis fotovoltaicos, uma chamada internacional para que empresas de todo o mundo apresentassem soluções waterless, sustentávels e de baixo custo, para melhorar os processos de limpeza de painéis solares em projetos fotovoltaicos de grande escala, como as usinas de Núñez de Balboa (Espanha) e de Hermosillo (México). O prazo de inscrição finalizou no 18 de outubro de 2019 e o vencedor será anunciado entre janeiro e fevereiro de 2020.

QUE SOLUÇÕES SE PROCURARAM

A iniciativa procurava sistemas que pudessem ser aplicados nas seguintes instalações:

  • Usinas com painéis fixos (três painéis verticais por string, de dois metros de altura cada um deles).
  • Usinas com rastreador em um eixo multifila (um painel por string).
  • Usinas com rastreador em uma fila (com dois painéis por string).
  • Soluções genéricas aplicáveis a diferentes tipos de configuração de usinas.

Os fatores mais importantes levados em consideração nas soluções propostas são:

  • Além das soluções de limpeza a seco, poderiam ser contempladas outras soluções com um consumo muito reduzido de água.
  • Ser fixas ou portáteis para que possam ser utilizadas em várias usinas próximas.
  • Configuração da usina fotovoltaica: instalações com painéis fixos ou montadas sobre seguidores de eixo único.
  • Ser totalmente autônomas e/ou controladas de forma remota.
  • Eliminar as manchas dos painéis e prevenir sua fixação nos mesmos.
  • Ser independentes do ponto de vista de energia da instalação e não acrescentar peso aos painéis nem danificar suas características.

BENEFÍCIOS PARA OS PARTICIPANTES

 Projeto-piloto
A Iberdrola assumirá os gastos e proporcionará ao ganhador do desafio o apoio técnico para testar sua solução nas instalações da filial de Renováveis, concedendo-lhe acesso ao equipamento, instrumentos, infraestruturas, localizações de alta tecnologia e áreas de coworking.

 Novos clientes e investidores
Se o projeto-piloto tiver sucesso, a empresa incluirá a solução ao portfólio de fornecedores para melhorar a operação e manutenção em suas instalações fotovoltaicas. Também existe a possibilidade de Perseo investir no projeto.

 Escalabilidade do negócio
A tecnologia ganhadora poderia ser escalada para toda a carteira de projetos fotovoltaicos do grupo, que perfaz 14.000 MW de capacidade instalada.
 

Cronograma.
 

 Bases Legais [PDF]