arte

Arte e cultura nos ajudam a entender o mundo e transformá-lo. A Iberdrola realiza uma importante tarefa de patrocínio e conservação do patrimônio artístico, histórico e cultural das sociedades que exercem sua atividade.

TeInteresa
  • A independência dos Estados Unidos da América foi um acontecimento de grande relevância histórica e política que marcou o caminho para as democracias ocidentais modernas. Porém, pouco foi dito sobre a contribuição da Espanha e dos hispânicos para esse acontecimento, a qual foi decisiva para a vitória dos colonos. Entre 1775 e 1781, a monarquia hispânica enviou armas, cobertores, uniformes e empréstimos de dinheiro para o exército de George Washington por um montante de mais de 3 milhões de pesos (equivalente a 3 bilhões de dólares no câmbio atual), assim como milhares de soldados e marinheiros da Espanha e de seus territórios americanos lutando ao lado dos rebeldes. Agora lança Revelando Memórias (Unveiling Memories), um livro e um site promovidos e patrocinados pela Iberdrola com o objetivo de recuperar essa história hispânica e americana compartilhada.

  • O artista basco Darío Urzay não esconde sua preocupação pelo impacto da COVID-19 no mundo da cultura em geral e da arte em particular. Apesar disso, traça um halo de esperança pois confia na capacidade de sobrevivência dos artistas: "Na nossa cabeça sempre estão passando coisas e, às vezes, uma folha de papel e uma caneta são suficientes para iniciar alguma coisa".

    Alicia Peral recebeu uma das Bolsas Iberdrola - Museu do Prado de Formação e Pesquisa em Restauração durante os anos de 2013 e 2015. Hoje, ela faz parte do departamento de Restauração, do qual um dia foi bolsista.

  • Quadros de Picasso e Warhol em Teerã? Uma usina de energia que alberga obras dos melhores artistas atuais? Queremos convidá-lo para fazer uma fascinante viagem pelos principais museus de arte moderna.

    Descubra mais artigos interessantes relacionados

    José Manuel Broto busca provocar emoções através das cores, um elemento central nas suas obras que, agora que correm tempos escuros, pode servir de bálsamo, de impulso e de força. O pintor, originário da cidade de Saragoça, parece vislumbrar que esses tempos também se avizinham para os artistas, mas ressalta que as adversidades nunca foram uma barreira para a criação artística.