TIPOS DE LIDERANÇA DE NEGÓCIOS

Liderança empresarial: quais são os principais estilos?

#produtividade profissional #liderança #competências profissionais

Entre as principais tarefas de um líder empresarial está a de conseguir que a sua equipe acredite no projeto, que fique motivada e que saiba tirar o melhor de cada membro do time em prol dos objetivos corporativos. O problema é que não há uma fórmula mágica e, consequentemente, temos um amplo leque de estilos de liderança.

A questão não é perguntar porque qualquer organização precisa de um líder, mas qual estilo de liderança é necessário de acordo com as circunstâncias. No caso de uma empresa, isto dependerá de diferentes fatores: sua posição no mercado, sua organização interna, seu modelo de negócio, seus objetivos corporativos e as tendências do ambiente onde está presente. Seja como for, o estilo de liderança escolhido será a chave para levar uma organização ao sucesso ou ao fracasso.

ESTILOS DE LIDERANÇA DE NEGÓCIOS

Além de ser um líder carismático ou burocrático, existem diferentes maneiras de gerenciar as equipes. Atualmente, segundo a consultoria Mind Tools estes são os principais estilos de liderança empresarial:

Liderança 'Laissez Faire'

Baseia-se no princípio de que os trabalhadores têm as competências e a experiência necessárias para desempenhar seus trabalhos e, portanto, qualquer intervenção gerencial é prejudicial. Um líder laissez faire faz com sua equipe se sinta menos limitada e mais valorizada.

Liderança Democrática

O líder democrático promove a participação de toda a equipe, consulta seus trabalhadores e leva em conta suas opiniões no momento de tomar decisões. Portanto, fomenta o diálogo e faz com que os trabalhadores se sintam parte da empresa, melhorando seu compromisso com a mesma.

Liderança Transacional

Baseia-se num sistema de recompensas. O líder recompensa os trabalhadores pelo seu desempenho e essa transação é o incentivo para cumprir seus objetivos. A principal função deste líder é criar estruturas para que cada membro do time possa trabalhar para atingir suas metas.

Liderança Transformacional

Promove a inovação. Estes líderes possuem grandes dotes de comunicação e fomentam a participação criativa, inspirando a equipe. Além disso, não têm medo dos riscos. É assim como provocam transformações na empresa e nos trabalhadores para que se adaptem aos novos tempos.

Liderança Situacional

É flexível, ou seja, se adapta às circunstâncias. O líder conhece bem a maturidade dos seus trabalhadores e as necessidades da sua empresa e, em função disso, aplica o estilo de liderança mais apropriado, mudando quando a situação o requer ou dirigindo cada funcionário com um estilo diferente.

Características de um líder contemporâneo.#RRSSCaracterísticas de um líder contemporâneo.

 VER INFOGRÁFICO: Características de um líder contemporâneo [PDF]

A LIDERANÇA NA ERA DIGITAL

O nosso presente está marcado pela digitalização e neste contexto as organizações precisam de líderes VUCA. Na segunda metade do século XX, o exército norte-americano usou esta sigla (Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade) para se referir a um cenário caracterizado pela instabilidade. Esse é o cenário no qual atualmente estão inseridas as empresas: um ambiente complexo e marcado por uma onda de mudanças advindas da revolução digital e da irrupção dos millennials. Este estilo de liderança, próprio da era digital, se caracteriza por:

 Uma grande flexibilidade para se adaptar à volatilidade.

 Um treinamento constante para resolver as incertezas.

 Agilidade para dar conta das mudanças e não deixar lugar para a ambiguidade.

 Capacidade de comunicar com clareza e simplicidade para combater a complexidade.

 Uma liderança colaborativa, que confia na equipo e lhe dá liberdade.

 Capacidade para entender a revolução digital e os mudanças daí originados.

 Gestão emocional para dirigir o mindset da geração millennial.

O LÍDER AO LONGO DA HISTÓRIA

A figura do líder na história evoluiu desde os líderes que baseavam seu poder na força até as formas mais racionais de liderança atuais, como o mencionado VUCA. A liderança, portanto, foi se adaptando às necessidades da época. Nas mais instáveis, como na primeira metade do século XX, os líderes que impunham sua vontade pelo seu caráter e facilidade para tomar decisões difíceis eram os mais considerados, enquanto que em épocas estáveis são vistos como autoritários e sem empatia.

Atualmente, a figura do líder é a de um gerente que ocupa seu posto graças ao seu carisma ou experiência, que promove uma comunicação horizontal, que leva em conta a opinião do seu time e se preocupa pelo seu bem-estar e que, ao mesmo tempo, tenta minimizar o impacto de suas decisões sobre o planeta. Trata-se de um estilo de liderança próprio das democracias e que, no mundo empresarial, deu lugar a códigos de boa governança destinados a fazer com que as empresas sejam gerenciadas de uma forma mais justa, transparente e eficiente, assim como a melhorar o controle interno e a Responsabilidade Social Corporativa (RSC).

O LÍDER NASCE OU SE FAZ? LÍDER CARISMÁTICO VS. LÍDER BUROCRÁTICO

O líder nato é conhecido atualmente como líder carismático. Como seu nome indica, é alguém que é líder graças à uma qualidade que não se aprende nos manuais. Atrai pela sua personalidade e sua equipe o vê como alguém especial, buscando sua constante aprovação. Os líderes carismáticos criam um ambiente positivo e conseguem que sua equipe se engaje plenamente nos projetos. São bons comunicadores e isso, algumas vezes, pode chegar a dissimular sua falta de capacitação para desempenhar o trabalho.

Na outra face da moeda está o líder burocrático, aquele que se restringe às normas estritas surgidas da política corporativa. Ter ou não carisma é algo que não lhe preocupa porque dirige sua equipe tomando como base algumas regras que devem ser seguidas estritamente para atingir seus objetivos. Sua religião é a eficiência e costuma garantir um trabalho de qualidade. No lado negativo, este tipo de líderes não se adapta bem às mudanças e cria um ambiente de trabalho rígido com pouco espaço para a comunicação e a criatividade.