LIDERANÇA TRANSFORMACIONAL

Liderança transformacional ou como promover a mudança através das pessoas

#competências profissionais #produtividade profissional #liderança

No ambiente de trabalho existem muitos estilos de liderança, mas atualmente um deles se destaca sobre os demais: o transformacional, que tem o objetivo de inspirar e motivar seus colaboradores, fomentar sua criatividade e incentivar seu desenvolvimento profissional. Através da influência que exerce como modelo a seguir, induz a transformação da empresa e de seus membros, que o seguem de forma voluntária e em prol de um objetivo comum.

As pessoas mudam, a sociedade muda e os ambientes profissionais também mudam. Por isso, aqueles que lideram também devem mudar. Basta olhar para trás para comprovar que o estilo de liderança de direção baseado na autoridade tem pouco ou nada a ver com o modelo atual. Embora inicialmente possa parecer que o mundo do trabalho atual — tão competitivo e complexo — exija lideranças focadas exclusivamente na consecução de resultados, a verdade é que as empresas do século XXI buscam cada vez mais líderes que saibam combinar objetivos e pessoas. É justamente aí onde entra em cena a liderança transformacional.

O QUE É A LIDERANÇA TRANSFORMACIONAL? CARACTERÍSTICAS

Seu criador, o historiador norte-americano James MacGregor Burns, definiu a liderança transformacional em 1978 como um tipo de liderança capaz de mudar as expectativas, percepções e motivações de seus seguidores, além de promover a transformação no âmbito de uma organização. Segundo MacGregor, para que a mencionada mudança aconteça, os líderes e seus seguidores devem chegar a um acordo sobre um objetivo comum para avançar conjuntamente e encontrar um nível de motivação superior.

Peter G. Northouse, especialista em liderança

A intenção da liderança transformacional é que a pessoa se comprometa com os demais e crie uma conexão que eleve seu nível de motivação e moralidade

Como desenvolver a liderança transformacional

Alguns anos mais tarde, em 1985, o conceito de MacGregor foi desenvolvido pelo pesquisador e psicólogo Bernard Morris Bass, que abordou os componentes da liderança transformacional — veja infográfico — em seu livro Transformational Leadership. A partir desses conceitos, podemos estabelecer uma série de características que uma determinada pessoa deve ter para desenvolver esse tipo de liderança:

 Ser um motivador. É capaz de criar um ambiente de trabalho motivador, fomentando o crescimento das pessoas, das equipes e da própria empresa em torno de um objetivo comum.

 Ser criativo. Incentiva e estimula seus colaboradores, praticando a escuta ativa, a pensarem de forma diferente e a encontrarem as melhores soluções para eles mesmos e para a organização.

 Ser um modelo a seguir. Além do carisma, condição indispensável para qualquer líder, deve ter como características determinados valores e uma visão que o convertam em uma referência.

 Ser atencioso. Embora promova a cooperação e o trabalho em equipe, considera cada colaborador de forma individual, valorizando aquilo que cada um tem para oferecer, criando relações de confiança.

Os componentes da lideranca transformacional.#RRSSOs componentes da liderança transformacional.

 VER INFOGRÁFICO: Os componentes da liderança transformacional [PDF]

BENEFÍCIOS DA LIDERANÇA TRANSFORMACIONAL

O estilo de liderança transformacional é muito valorizado atualmente por ser um dos que melhor se adapta às características e necessidades atuais. Em um ambiente de trabalho marcado pela transformação digital, soft skills próprias desse tipo de liderança como a gestão da mudança ou a inteligência emocional, entre outras, ganham terreno às hard skills. De fato, o relatório What Workers Want 2020 [PDF], elaborado pela empresa de consultoria britânica de recursos humanos Hays corrobora tal aspecto: seis de cada dez empresas consideram que as habilidades suaves ou comportamentais são mais importantes do que as duras no desenvolvimento profissional dos colaboradores.

Além de ser um dos estilos de liderança que melhor se adapta ao contexto atual, o transformacional oferece outros benefícios. Do ponto de vista da empresa, melhora a flexibilidade, a inovação, a identidade, a rentabilidade e a produtividade e, no que se refere aos colaboradores, incentiva a motivação, a capacitação, o empoderamento, o engajamento e a autoestima.

EXEMPLOS DE LIDERANÇA TRANSFORMACIONAL

Se reexaminarmos a história recente do mundo, encontraremos exemplos de personalidades que, com suas lideranças, transformaram a sociedade. Entre os mais destacados podemos citar figuras como Emmeline Pankhurst, Mahatma Gandhi, Rosa Parks ou Nelson Mandela, cujas realizações em prol dos direitos humanos e civis de milhões de pessoas são mais do que conhecidos.

Atualmente, a luta contra as mudanças climáticas é um dos grandes desafios do ser humano e aqui também encontraremos referências dispostas a mudar o futuro do planeta, como a jovem Greta Thunberg. Se nos restringirmos ao mundo empresarial, encontramos nomes como os de Steve Jobs, que se empenhava em incentivar e desafiar diariamente sua equipe para criar melhores produtos, ou Elon Musk que, com sua visão de futuro, além de inspirar sua equipe, também influencia uma multidão de pessoas em todo o mundo, ou, voltando à ação climática, Stella McCartney, que está liderando o compromisso da indústria têxtil com a sustentabilidade.