produtividade profissional

TeInteresa
  • No ambiente de trabalho existem muitos estilos de liderança, mas atualmente um deles se destaca sobre os demais: o transformacional, que tem o objetivo de inspirar e motivar seus colaboradores, fomentar sua criatividade e incentivar seu desenvolvimento profissional. Através da influência que exerce como modelo a seguir, induz a transformação da empresa e de seus membros, que o seguem de forma voluntária e em prol de um objetivo comum.

  • Quando as empresas buscam talento, tendem a olhar para fora. Mas, e se esse talento estivesse em seu próprio escritório? Por falta de mecanismos para identificá- los, por desconfiança das estruturas internas ou por resistência em mexer na hierarquia, inúmeras empresas não fomentam o desenvolvimento de ideias nos seus colaboradores.

    Alegria, nervosismo, surpresa, ira, calma, decepção... Gerenciar a cascata de emoções que vivemos diariamente não é fácil. Porém, a inteligência emocional aparece cada vez com mais força como via para alcançar a felicidade em qualquer aspecto das nossas vidas, incluído o profissional. Você está disposto a aprender a ser feliz?

  • A pessoa multitarefa ou multitasking pode agregar valor a um projeto. Por isso, várias empresas decidem escolher perfis que possam assumir diferentes funções, responsabilidades e papéis. No entanto, não é fácil realizar várias tarefas simultaneamente e de forma eficaz, da mesma maneira que uma única pessoa não pode dar conta do trabalho de várias. A seguir, enumeramos as vantagens e inconvenientes do multitasking.

    Descubra mais artigos interessantes relacionados

    As organizações TEAL baseiam-se no modelo homônimo criado em 2014 por um ex-diretor da empresa de consultoria McKinsey & Company, Frederic Laloux, após estar anos em busca de um modelo organizacional mais eficiente. Seu principal objetivo é potencializar o talento dos trabalhadores, que se complementam entre si, através de um compartilhamento de seus conhecimentos e uma integração em todos os níveis.