Notícia Volver

02/11/2023

Fechamos aliança em eólica 'offshore' com a Masdar para um investimento de 1,6 bilhão de euros no Báltico

  • Após obter as aprovações regulatórias necessárias, as empresas fecharam o acordo anunciado em julho passado para coinvestir no parque eólico offshore Baltic Eagle, que conta com uma capacidade de 476 MW. 

A Iberdrola fechou um acordo estratégico com a Masdar, o grupo de energias renováveis dos Emirados de Abu Dhabi, para coinvestir no parque eólico offshore alemão Baltic Eagle, de 476 MW, localizado no Mar Báltico. Depois de obter todas as aprovações regulatórias necessárias, a Iberdrola terá uma participação majoritária de 51% nos ativos e, assim, acelerará a independência energética na Europa.

De acordo com os termos do acordo, a avaliação de 100% desse parque eólico chega a cerca de 1,6 bilhão de euros. A Iberdrola controlará e administrará os ativos, prestando serviços de operação e manutenção e outros serviços corporativos.

Em julho passado, Ignacio Galán, presidente executivo da Iberdrola, e o CEO da Masdar, Mohamed Jameel Al Ramahi, assinaram o acordo como parte de um compromisso mais amplo entre duas potências de energia limpa. Ambas as partes consideram que essa é uma transação de importância estratégica e um marco fundamental que fortalece uma parceria que permitirá que outras oportunidades de investimento em energia renovável sejam exploradas em diferentes tecnologias e regiões.

O Baltic Eagle contará com 50 turbinas eólicas de 9,53 MW de potência unitária em monoestacas, para uma produção anual de 1,9 TWh, o suficiente para atender de forma sustentável à demanda de 475.000 residências e evitar a emissão de 800.000 toneladas de CO2 na atmosfera a cada ano.

O parque eólico, que deverá estar operacional no final de 2024, tem uma tarifa mínima regulada de 64,6 €/MWh nos primeiros 20 anos. Além disso, já vendeu 100% de sua produção em contratos de longo prazo.

Nos últimos meses, o grupo energético fechou uma série de parcerias de longo prazo para impulsionar a descarbonização da economia:

  • Em setembro, a Iberdrola anunciou um acordo estratégico com o GIC para a expansão das linhas de transmissão no Brasil por 430 milhões de euros.
  • Também fechou com o Norges Bank Investment Management uma parceria para coinvestir 1.265 MW de nova capacidade renovável na Espanha.
  • A empresa assinou um acordo para vender mais de 8.400 MW de usinas de gás de ciclo combinado no México por 6 bilhões de dólares.
  • A Iberdrola e a MAPFRE avançaram ainda mais em sua aliança estratégica ao incorporar 150 novos MW por meio de uma sociedade conjunta, que já conta com 450 MW.
  • A Iberdrola e a BP também assinaram uma aliança estratégica em março para implantar 11.700 pontos de recarga rápida na Espanha e em Portugal.
  • Além disso, há alguns meses, a Iberdrola assinou uma aliança com a Energy Infrastructure Partners para coinvestir no parque eólico offshore Wikinger e reforçar sua carteira de projetos eólicos offshore.