igualdade de gênero

A não-discriminação e o respeito pela diversidade devem ser a base das relações profissionais em qualquer empresa. O acesso ao emprego, à formação, à promoção profissional e à equiparação das condições de trabalho são fatores essenciais para alcançar a igualdade de gênero no âmbito profissional.

TeInteresa
  • Os Jogos Olímpicos de Tóquio tiveram lugar entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021, após um atraso de um ano devido à pandemia. Os Jogos Paralímpicos aconteceram 15 dias depois: de 25 de agosto a 5 de setembro. A Iberdrola, que há mais de duas décadas promove o esporte espanhol, apoia agora os atletas olímpicos em sua corrida rumo a Paris 2024.

  • Em 2007, a Iberdrola concordou em aplicar a jornada de trabalho contínua aos seus colaboradores em Espanha, tornando-se a primeira empresa da Ibex 35 a concentrar-se na conciliação da vida profissional e familiar.

    A Iberdrola abriu o caminho para as energias limpas e deu os primeiros passos rumo a um modelo energético mais sustentável e responsável há mais de duas décadas. Agora, a companhia também abre o caminho da igualdade através do esporte. Estamos há anos promovendo o esporte feminino como via para melhorar o reconhecimento da mulher na sociedade e incentivar o seu empoderamento e autonomia.

  • O combate contra as mudanças climáticas e a proteção do meio ambiente é uma tarefa de todos. Porém, hoje colocamos o foco nas mulheres, mais concretamente naquelas que converteram a preservação da natureza em sua bandeira com um único objetivo: deixar um mundo melhor para as próximas gerações. Elas marcam o caminho, você quer conhecê-las?

    Descubra mais artigos interessantes relacionados

    As mulheres representam 23 % dos funcionários da Iberdrola. Embora os progressos realizados até agora sejam importantes, nosso objetivo é continuar avançando até nos consolidarmos como uma referência internacional em igualdade, tanto dentro quanto fora da empresa. Para 2022, a companhia fixou o objetivo de ter 25 % de mulheres ocupando cargos de direção — diante dos atuais 21,53 % —, elevando essa cifra para 30 % até 2025, além de manter a igualdade salarial.