DIA INTERNACIONAL DA MULHER 2021

Promovemos a igualdade de gênero

#ação social #mulheres #igualdade de gênero

Sob o lema Mulheres na liderança: Alcançando um futuro com igualdade em um mundo de COVID-19, em 2021 o Dia Internacional da Mulher comemorou o imenso esforço feito por mulheres e meninas de todo o mundo para conseguir um futuro mais igualitário e recuperar-se da pandemia. O grupo Iberdrola, que assume como próprios os desafios do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 5 das Nações Unidas (Igualdade de Gênero), juntou-se mais um ano a esse evento em seu compromisso com a igualdade.

IBERDROLA COM A SEMANA INTERNACIONAL DA MULHER

  • sub RELATÓRIO 'GENDER PAY' ScottishPower publica seu relatório 'Gender Pay'.

    ScottishPower publica seu relatório 'Gender Pay'

    A filial da Iberdrola no Reino Unido publicou seu estudo anual sobre a remuneração de seus trabalhadores, em consonância com o compromisso da companhia para que tanto homens quanto mulheres tenham o mesmo salário pelo mesmo trabalho. O relatório reflete a progressiva evolução da presença de mulheres dentro da empresa, que atualmente ocupam 26 % dos cargos de direção, dois pontos a mais em relação ao exercício anterior. A ScottishPower pretende que até 2022 essa porcentagem aumente para 30 % e o número de mulheres em cargos intermediários chegue a 40 %.

  • sub MULHERES DIGITAIS

    Mulheres digitais que rompem barreiras e tetos de vidro

    O Campus Iberdrola acolheu o II Encontro de #MulheresDigitais, onde foram abordados os desafios enfrentados pelas mulheres que se dedicam a profissões digitais e inovadoras e como está surgindo um sentimento.

  • sub MULHERES E CARREIRAS STEM

    "Quando eu for grande quero ser cientista"

    Engenheiras e cientistas da Iberdrola de diferentes gerações conversam sobre a importância de criar referências femininas no âmbito das profissões STEM para modificar os dados atuais: as mulheres representam apenas 28 % do pessoal dedicado à pesquisa no mundo e só 7 % delas querem fazer carreiras técnicas.

  • sub CONQUISTAS DO FEMINISMO NO BRASIL A energia feminina rompe barreiras.

    A energia feminina rompe barreiras

    Neoenergia*, filial brasileira da Iberdrola, se une ao Dia Internacional da Mulher destacando as conquistas e avanços conseguidos pela luta feminista no Brasil. A companhia promove, entre outras iniciativas, a Escola de Eletricistas para mulheres, que foi reconhecida pela ONU como um exemplo mundial de boas práticas na promoção da igualdade no setor elétrico.

  • sub ESCOLA DE ELETRICISTAS Escola de eletricistas.

    Neoenergia contrata mulheres eletricistas e fortalece presença feminina no setor

    A Escola de Eletricistas da filial de Iberdrola no Brasil, Neoenergia — uma iniciativa que contribui para a promoção da equidade de gênero em uma profissão antes dominada por homens — acaba de contratar 74 mulheres que passaram pelo curso e agora integram o time de eletricistas da companhia.

  • sub MULHERES INSPIRADORAS Neoenergia lança um guia de mulheres inspiradoras.

    Neoenergia lança um guia de mulheres inspiradoras

    A Neoenergia publicou um guia [PDF] para visibilizar as cientistas, engenheiras e profissionais que foram pioneiras em âmbitos até então ocupados apenas por homens. Mulheres que serviram de inspiração para diferentes trabalhadoras da companhia e que marcam o caminho para muitas outras.

  • sub HISTÓRIAS DE MULHERES Women's History Month.

    Conheça as mulheres que tornam a AVANGRID possível

    A filial da Iberdrola nos Estados Unidos declarou em março o Women's History Month e reservou um espaço em seu blog para revelar algumas das mulheres que fazem parte da AVANGRID**. Conheça suas histórias, como conseguiram chegar até onde estão agora e quais são suas motivações e aspirações.

  • #esportes #mulheres #integração

    Susana Rodríguez, uma heroína de nosso tempo

    A vida nunca foi fácil para Susana Rodríguez, pois ela nasceu com apenas 5 % de visão em um dos olhos e 7 % no outro, no entanto, além de ser uma das melhores triatletas paralímpicas do mundo atualmente, também acaba de concluir sua formação como médica residente. Faltando só alguns meses para os Jogos Paralímpicos de Tóquio, ela nos conta como foi seu último ano tanto quando usava seu jaleco branco quanto seu macaquinho de triathlon.

  • #igualdade de gênero #esportes #mulheres

    Stefy Navarro.

    Stefy Navarro, jovem promessa do parkour

    Com apenas 22 anos, Stefy Navarro tornou-se uma das maiores promessas do parkour internacional. Seu esforço, perseverança, e essa dose de loucura que reconhece ter e necessitar, conseguiram convertê-la em uma verdadeira pioneira nacional e em um exemplo para as novas gerações de mulheres que desejam praticar esse esporte.

  • #esportes #igualdade de gênero

    "Todo o esforço terá valido a pena se minha história ajudar a eliminar os padrões estabelecidos"

    Garazi Sánchez teve que enfrentar todos os tipos de comentários que questionavam sua capacidade como surfista só por ser mulher. Ela não teve mulheres como referência nesse esporte, pois não tinham visibilidade, mas atualmente observa com alegria como a praia está cheia de meninas surfando, algo que considera um triunfo para todas as mulheres que trabalharam para atingir esse objetivo.

  • sub BOXE FEMININO

    María González e Carmen González lutam contra os estereótipos

    As boxeadoras María González e Carmen González enfrentam todos os dias as críticas e estereótipos por serem mulheres em um esporte que ainda é considerado masculino. Porém, elas continuam brigando para conseguir a igualdade de gênero no ringue porque não existe estereótipo que possa impedi-las de lutar.

  • sub RUGBY FEMENINO

    "Que nada nem ninguém impeça seus sonhos"

    As meninas e mulheres que decidem jogar rugby ainda enfrentam inúmeros estereótipos por parte daquelas pessoas que acham que é um esporte para homens. Mas a seleção espanhola de rugby feminino insiste para que não se deixem condicionar por eles e que lutem por seus sonhos.

  • sub CAMPUS IBERDROLA Campus Iberdrola.

    Iluminamos de lilás o Campus Iberdrola

    Desde a noite de 5 de março, iluminamos de lilás o Campus Iberdrola, em San Agustín del Guadalix (Madri) para nos unirmos ao Dia Internacional da Mulher.

COMPROMETIDOS COM A IGUALDADE DE GÊNERO

ODS 5.

Alinhados com o ODS 5

A Iberdrola está firmemente comprometida com o ODS 5 para alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.
Wikinger.

Atuamos em prol da igualdade de gênero efetiva

Nosso objetivo é continuar avançando até nos consolidarmos como referência internacional em termos de igualdade dentro e fora da companhia.
Mulher trabalhando em uma turbina eólica.

Com o empoderamento da mulher

O grupo desenvolve diferentes iniciativas nos países onde está presente para aumentar a presença das mulheres no setor energético e na sociedade em geral.
Mulheres técnicas.

Incentivamos a mulher nas carreiras STEM

A Iberdrola realiza inúmeras iniciativas para apoiar o desenvolvimento profissional das mulheres e promover a igualdade de oportunidades.
Mulher puxando com arco.

Diversidade e inclusão: uma prioridade estratégica

Trabalhamos para criar um ambiente diverso e inclusivo onde todas as pessoas se sintam representadas. Um esforço que se reflete em nossa nova Política de diversidade e inclusão.
Política de igualdade.

Incentivamos a conciliação

Através de nossa Política de oportunidades e conciliação, promovemos medidas para tornar compatível a maternidade e a paternidade com uma carreira profissional de sucesso.
Bloomberg Gender Equality Index.

Bloomberg Gender Equality Index

A empresa de informações Bloomberg reconhece o compromisso da Iberdrola com a transparência e seus progressos em igualdade.

COM A MULHER NO ESPORTE

Carolina Marín.

Orgulhosos de apoiar nossas atletas

A Iberdrola é desde há quatro anos a principal promotora do programa Universo Mulher do Conselho Superior de Esportes da Espanha, cujo objetivo é incentivar o esporte praticado por mulheres.
Premios Iberdrola SuperA.

Prêmios Iberdrola SuperA

Os Prêmios Iberdrola SuperA reconhecem as pessoas e organizações que fomentam o empoderamento feminino através do esporte.
Tour Universo Mulher.

Divulgamos o papel da mulher no esporte

Siga os programas do Tour Universo Mulher para conhecer as conquistas das atletas espanholas e suas histórias de esforço e superação.
Mulheres no pódio.

Mulheres que fizeram história no esporte

O esporte mudou ao longo da história graças às conquistas conseguidas pelas mulheres. Algumas foram vítimas de discriminação, mas sua luta e suas conquistas abriram precedentes e se tornaram uma inspiração para muitas outras.
Sandra Sánchez.

'Future Is In You': criando referências

Nossas atletas competem fora e dentro do esporte para conseguir visibilidade e igualdade, sendo um exemplo a seguir para milhares de meninas.
Historias con Alma.

Elas: histórias com alma

Conheça em primeira mão a história de sacrifício e superação de algumas das principais representantes do esporte feminino espanhol.

TAMBÉM PODE SER DO SEU INTERESSE

Pioneiras.

Grandes pioneiras

Em um mundo dominado pelos homens, nada foi fácil para as mulheres. No entanto, algumas delas enfrentaram os estereótipos e romperam barreiras até conseguirem brilhar em seus respectivos campos.
Mulher preservando a natureza.

Mulheres defensoras do meio ambiente

Conheça as mulheres que converteram a preservação da natureza em seu ideal com um único objetivo: deixar para as próximas gerações um mundo melhor.
Marie Curie.

Cientistas e inventoras que mudaram o mundo

Foram pioneiras e suas descobertas marcaram a história. No entanto, seu trabalho foi muitas vezes ignorado chegando inclusive a ser vetado por seus contemporâneos.
Mulheres-soldado.

Mulheres-soldado: preparadas para a batalha

No século XVIII, a necessidade de sair da miséria fez com que algumas mulheres tivessem uma vida de aventuras e sacrifícios e se escondessem detrás de uma aparência masculina. Apresentamos algumas dessas mulheres-soldado.
Garotinha.

Estereótipos de gênero

A autoestima, a ambição e as expectativas das meninas são as primeiras vítimas dos estereótipos de gênero. A erradicação dos clichês deve começar na escola.
Mulheres Stem.

As mulheres e as disciplinas STEM

Apenas 35 % das mulheres escolhem carreiras relacionadas à ciência. Há solução? Para muitos especialistas, a resposta está no incentivo à educação STEM.

 

Toda a informação sobre

O DIA INTERNACIONAL DA MULHER

O que é o Dia Internacional da Mulher e por que se comemora?

O Dia Internacional da Mulher é uma comemoração reivindicativa através da qual se pretende refletir sobre as conquistas alcançadas em matéria de igualdade de gênero e exigir mais mudanças e possíveis melhorias. Além disso, é um dia especialmente importante para recordar as mulheres que desempenharam um papel-chave na história.

Como se comemora o Dia Internacional da Mulher?

O Dia Internacional da Mulher é comemorado em muitos países do mundo e em alguns deles é feriado nacional. Realizam-se mobilizações para reivindicar a igualdade de gênero e os direitos das mulheres e meninas de todo o mundo. Em 2017 aconteceu a primeira paralisação internacional de mulheres, convocada por organizações feministas de mais de 50 países para dar visibilidade à violência machista em todas as suas formas (sexual, social, cultural, política e econômica). Desde então ocorrem greves e paralisações gerais onde as mulheres estão convidadas a participar de uma maneira que transcendo a meramente profissional, convocam-se greves de cuidados, de consumo, estudantis e associativas, com o objetivo de mostrar o importante papel que elas exercem na sociedade.

Por que o Dia Internacional da Mulher é importante?

A luta pela igualdade e pelos direitos das mulheres em todo o mundo continua sendo, lamentavelmente, muito necessária. Conforme a Organização das Nações Unidas (ONU), atualmente nenhum país conseguiu alcançar a igualdade de gênero. Apesar de terem ocorrido progressos sem precedentes, as mudanças reais têm sido muito lentas e ainda há obstáculos na legislação e em termos culturais que permanecem inalterados. Assim sendo, por exemplo, a ONU adverte que existem restrições legais que impedem que 2,7 bilhões de mulheres tenham acesso às mesmas opções de trabalho que os homens, enquanto uma em cada três mulheres continua sofrendo violência de gênero. Além disso, há uma ameaça significativa de reversão de ganhos dos direitos das mulheres já conquistados.

Qual foi o lema do Dia Internacional da Mulher 2021?

O lema de 2021 foi Mulheres na liderança: Alcançando um futuro com igualdade num mundo de COVID-19. Com ele queria-se celebrar os esforços feitos por mulheres e meninas em todo o mundo para atingir um futuro mais igualitário e uma recuperação pós-pandemia, bem como enfatizar as deficiências que ainda existem.

As mulheres continuam sem representação suficiente na esfera pública e na tomada de decisões. Segundo a ONU, apenas 22 países têm mulheres chefes de estado ou de governo e apenas 24,9 % dos parlamentares são mulheres. Além disso, as profissionais de saúde, cientistas e cuidadoras que estão na linha de frente da pandemia cobram 11 % menos do que os homens.

Quais são as atividades do Dia Internacional da Mulher?

Governos, ONG, instituições, sindicatos e empresas organizam diversos tipos de atividades de conscientização no Dia Internacional da Mulher. Este ano comemora-se o Fórum Geração Igualdade, o encontro mais importante para investir e adotar medidas em prol da igualdade de gênero. O evento, que iniciará na Cidade do México de 29 a 31 de março e terá seu encerramento em junho na cidade de Paris, reunirá líderes, visionários e ativistas de todo o mundo através de uma plataforma virtual.

História do Dia Internacional da Mulher

Com a Revolução Francesa, as mulheres tomaram consciência do seu papel na luta de classes. Tal como aconteceu em 1917 com a Revolução Russa, a revolta começou com os protestos das mulheres contra a carestia da vida. Porém, apesar de terem marchado e combatido junto com os homens, a luta de classes não contemplava a luta de gênero, razão pela qual as mulheres começaram a reivindicar sua igualdade social com aos homens. Em 1791 aparece a Declaração dos Direitos da Mulher e da Cidadã — como resposta à Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão de 1789 — que propõe a emancipação da mulher, a igualdade de direitos e o sufrágio feminino.

Mais tarde, em meados do século XIX, começaram a surgir os grupos sufragistas vinculados ao movimento operário internacional, que uniam a emancipação da mulher com a luta da classe trabalhadora.

Como começou o Dia Internacional da Mulher? Qual é a sua origem?

No dia 28 de fevereiro de 1909 celebrou-se pela primeira vez nos Estados Unidos o Dia Nacional da Mulher, organizado pelas Mulheres Socialistas em honra à greve das trabalhadoras têxteis de 1908 em Chicago e Nova York. Cerca de 15.000 mulheres caminharam pela cidade de Nova York para exigir a redução da jornada de trabalho, melhores salários e direito ao voto.

Em novembro desse mesmo ano deflagrou-se a greve das costureiras, também conhecida como a Revolta das 20.000. Liderada por Clara Lemlich, durou 11 semanas e conseguiu reduzir a jornada de trabalho para 52 horas semanais (antes estava entre 65 e 75 horas) tanto para homens como mulheres e estabelecer quatro dias de férias pagos.

Por que o Dia Internacional da Mulher é comemorado em 8 de março?

Em 1910, a II Conferência Internacional de Mulheres Socialistas, reunida em Copenhague (Dinamarca), declarou a data de 8 de março como o Dia Internacional da Mulher, conforme a proposta de Clara Zetkin. O objetivo era promover a igualdade de direitos, incluindo o sufrágio feminino. O primeiro Dia Internacional da Mulher foi finalmente celebrado no dia 19 de março de 1911 na Alemanha, Áustria, Dinamarca e Suíça, com comícios aos quais estiveram presentes mais de um milhão de pessoas que exigiram que as mulheres tivessem direito ao voto, a ocupar cargos públicos, ao trabalho, formação profissional e não discriminação no trabalho.

Apenas uma semana depois, no dia 25 de março, ocorreu um incêndio na fábrica de camisas Triangle Shirtwaist de Nova York. Os trabalhadores não puderam escapar do fogo porque os patrões bloquearam as portas para impedir que saíssem para descansos. Faleceram 123 mulheres e 23 homens. Após este massacre, os protestos públicos propiciaram importantes alterações na legislação trabalhista e industrial dos Estados Unidos.

Em 1913, a Rússia comemorou seu primeiro Dia Internacional da Mulher no último domingo de fevereiro. Em 1914, a Alemanha, Suécia e Rússia comemoraram pela primeira vez de maneira oficial o Dia Internacional da Mulher no dia 8 de março.

Em 8 de março de 1917, coincidindo com o Dia Internacional da Mulher, foram realizados vários comícios e manifestações na Rússia que tiveram um forte componente político e econômico, dando lugar à revolta que acabou com a monarquia. Nesse mesmo ano, após a Revolução de Outubro, a dirigente bolchevique Alexandra Kollontai conseguiu que o dia 8 de março fosse feriado nacional e, em 1965, foi declarado dia de folga. A partir deste momento, o dia começou a ser comemorado em outros muitos países.

Qual foi o primeiro Dia Internacional da Mulher?

A ONU declarou a data de 8 de março como o Dia Internacional da Mulher em 1975, celebrando-o pela primeira vez a nível oficial. Dois anos depois, a Assembleia Geral da ONU convidou todos os estados a proclamarem, de acordo com suas tradições históricas e costumes nacionais, um Dia das Nações Unidas para os direitos da mulher e da paz internacional.

Nos Estados Unidos, o Dia Internacional da Mulher não foi estabelecido como tal até 1994.

Quais são as cores representativas do Dia Internacional da Mulher?

A cor mais representativa é o lilás. É a cor internacional do movimento pela igualdade de direitos e a tonalidade que as sufragistas norte-americanas adotaram como uniforme na caminhada de Washington a favor da Emenda pela Igualdade de Direitos em 1978.

Porém, a vinculação do feminismo com o lilás vem de muito antes. Existe uma lenda que associa este fato com a cor das camisas que fabricavam as trabalhadoras que morreram no incêndio da fábrica Triangle Shirtwaist em 1911. Conta-se que a fumaça, que podia ser vista a quilômetros, era lilás.

As sufragistas inglesas também assumiram a cor lilás em 1908, juntamente com o verde e o branco. A ativista inglesa Emmeline Pethick explicava assim: "O lilás, cor dos soberanos, simboliza o sangue real que corre pelas veias de cada lutadora pelo direito ao voto, simboliza sua consciência da liberdade e a dignidade. O branco simboliza a honradez na vida privada e na vida política. O verde simboliza a esperança em um novo começo".

Qual é o símbolo do Dia Internacional da Mulher?

O símbolo do Dia Internacional da Mulher é o laço lilás.

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE AS EDIÇÕES ANTERIORES

 

* A Iberdrola, S. A. tem uma participação indireta de 50 % + 1 ação na Neoenergia, S. A.

** A AVANGRID, Inc. é detida a 81,50 % pela Iberdrola, S. A.