integração

O bem-estar social deve repercutir em todos os membros de uma sociedade. Mas nem sempre é assim; por isso, fazemos iniciativas a nível educativo, profissional e cultural entre os grupos sociais mais vulneráveis. Conheça algumas delas.

TeInteresa
  • A Iberdrola identifica a diversidade e a inclusão como prioridades estratégicas para o crescimento sustentável. Por isso, possui uma Política de igualdade, diversidade e inclução que visa garantir um quadro de pessoal diverso e uma cultura corporativa inclusiva, trabalhando para satisfazer as diferentes necessidades de seus clientes e avaliando o desempenho de seus fornecedores em termos de diversidade e inclusão. A companhia também promove o esporte feminino como via para incentivar a igualdade efetiva e desenvolve projetos sociais destinados à integração de grupos sociais vulneráveis.

  • A vida nunca foi fácil para Susana Rodríguez, pois ela nasceu com apenas 5 % de visão em um dos olhos e 7 % no outro, no entanto, além de ser uma das melhores triatletas paralímpicas do mundo atualmente, também acaba de concluir sua formação como médica residente. Faltando poucos meses para os Jogos Paralímpicos de Tóquio — esperemos que desta vez eles aconteçam —, ela nos conta como foi seu último ano tanto quando estava com seu jaleco branco quanto com seu macacão de triathlon.

    A Iberdrola colabora na Espanha com o Plano de Apoio ao Esporte Objetivo Paralímpico (ADOP) desde que este foi criado em 2005, com o objetivo de proporcionar aos atletas paralímpicos espanhóis as melhores condições possíveis para realizarem sua preparação e enfrentarem com garantias de sucesso a participação nos Jogos Paralímpicos.

  • A democratização das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), que facilitam o acesso a milhares de oportunidades informativas, profissionais ou de lazer, é fundamental na sociedade atual e seu uso deve ser independente da condição de cada pessoa. O objetivo da inclusão digital consiste, por exemplo, em conseguir que as pessoas mais idosas ou aquelas com menor poder aquisitivo ou deficiências motoras, intelectuais ou audiovisuais não fiquem fora de um mundo que oferece possibilidades infinitas.

    Descubra mais artigos interessantes relacionados

    A crise da COVID-19 fez com que algumas das crises humanitárias que assolam o planeta ficassem em segundo plano, embora a pandemia as tenha exacerbado. Crises que vão desde conflitos armados até desastres naturais que se proliferam devido às mudanças climáticas. A seguir, conheceremos essas outras realidades.