transformação social

O mundo avança com uma velocidade impressionante. Num contexto de profundas transformações, é necessário participar dessa mudança, tanto para incentivá-la como para ajudar as pessoas em sua adaptação e que ninguém fique para trás.

TeInteresa
  • A Responsabilidade Social Corporativa (RSC) é uma prioridade para as empresas realmente comprometidas com as comunidades onde estão presentes. Em plena crise climática, agravada pela pandemia da COVID-19, sua contribuição será fundamental para conseguir uma recuperação verde que promova um crescimento econômico sustentável, acelerando a transição rumo a sociedades descarbonizadas. Nesse sentido, os critérios ESG, que incluem indicadores relacionados ao meio ambiente, à sociedade e à governança corporativa são essenciais no momento de fazer investimentos mais responsáveis com o planeta.

  • O grupo Iberdrola atua como indutor de desenvolvimento econômico e social criando emprego estável e de qualidade. Portanto, nesse sentido, comprometeu-se a investir 75 bilhões de euros até 2025, que aumentarão até 150 bilhões em 2030, para dinamizar o tecido industrial e criar emprego nos países onde está presente.

    Em um mundo ameaçado pelas mudanças climáticas, impulsionar uma economia mais respeitosa com o meio ambiente não é uma opção: é uma obrigação. Para chegar a esse desenvolvimento sustentável, a bioeconomia, que a FAO define como "a aplicação de conhecimentos biológicos, em um ambiente sustentável, para produtos competitivos e com agregação de operações econômicas", torna-se fundamental.

  • A energia eólica e a energia solar estão impulsionando as energias renováveis na Europa. Esse fato é confirmado por um dado histórico: em 2020, as energias renováveis tornaram-se a principal fonte de eletricidade do continente, ultrapassando pela primeira vez os combustíveis fósseis. É o que indica um relatório elaborado pela Ember e Agora Energiewende. Isso significa que a eletricidade da Europa é hoje 29 % mais limpa que em 2015, o que levará à região a uma redução de 55 % dos gases de efeito estufa até 2030 e para a neutralidade climática em 2050.

    Descubra mais artigos interessantes relacionados

    O Fórum Econômico Mundial apresentou no Fórum de Davos 2021 sua iniciativa para melhorar a situação do mundo após o devastador impacto da COVID-19. Seu nome: Grande Reinício (Great Reset, em inglês). Para tal, apelam para a gestão simultânea em âmbito global das consequências da pandemia por todas as partes interessadas. A seguir, revelamos os elementos-chave da proposta.