COMO CONTAMINAMOS O MEIO AMBIENTE

Pequenas ações diárias que contaminam o meio ambiente e que talvez você não sabia

Escovar os dentes com a torneira aberta, beber água engarrafada ou atirar um chiclete no chão. Estas e outras ações quotidianas demonstram que, às vezes, não somos conscientes de como contaminamos o meio ambiente. Descubra esses pequenos hábitos diários que você deve evitar pelo bem do planeta.

Até faz pouco tempo pensávamos que a natureza além de sábia era indestrutível. Achávamos que ela era capaz de se recuperar de terremotos, vulcões, períodos glaciais e meteoritos tão destrutivos como 10 bilhões de bombas atômicas. Porém, as imagens da Terra em pleno século XXI repleta de oceanos de plástico, derretendo-se nos polos e com suas florestas se transformando em desertos, nos deixaram em evidência: o planeta está bem perto do abismo e nós também.

IMPACTO HUMANO NO MEIO AMBIENTE

Estamos batendo um triste recorde, até agora inédito na história da humanidade. O ritmo com o qual os animais e as plantas estão desaparecendo é atualmente milhares de vezes maior que nos últimos 500 milhões de anos. Se não solucionarmos o problema, em um século teremos acabado com 67% da fauna em perigo de extinção e 99,9% estará gravemente ameaçada, conforme o prognóstico da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN).

O dano seria tão devastador que a Terra precisaria de 3 a 5 milhões de anos para se recuperar da sexta maior extinção da história - a primeira provocada pelo homem - que é o que afirmava um estudo da Universidade de Aarhus (Dinamarca) em 2018. Os efeitos da urbanização, da agricultura, da criação de gado industrial, do corte das florestas e das emissões de CO2, entre outras atividades, aceleram a perda da biodiversidade pelo aquecimento global, desertização ou pela poluição dos oceanos e rios.

Principais números do aquecimento global.#RRSSPrincipais números do aquecimento global.

 VER INFOGRAFICO: Principais números do aquecimento global [PDF]

10 ATIVIDADES QUOTIDIANAS QUE CONTAMINAM

O aquecimento global é culpa de todos nós. Em várias situações usamos coisas que poluem o meio ambiente sem sabermos e que deveríamos evitar a todo custo. Por exemplo:

 Utilizar desodorantes em aerossol
Os sprays prejudicam a qualidade do ar. Porém, conforme uma publicação da revista científica Nature Communications de 2018, seus efeitos sobre a temperatura variam em função da zona do mundo onde são utilizados.

 Beber água em garrafas de plástico
Este tipo de recipientes levam 500 anos para se decompor e liberam micropartículas perigosas para a saúde.

 Atirar chicletes no chão
A goma de mascar está composta principalmente por plástico neutro e, além de sujar as ruas, pode matar por asfixia muitas aves pois elas podem pensar que são alimentos.

 Lavar as mãos sem fechar a torneira
A Universidade Estatal da Carolina do Norte EUA) calcula que poderíamos poupar mais de 1.400 litros mensais de água por pessoa se fechássemos a torneira para escovar os dentes ou lavar as mãos.

 Consumir alimentos com óleo de palma
As enormes plantações existentes para obter este ingrediente contribuem para o desmatamento das florestas tropicais.

 Deixar as bitucas de cigarro na praia
Ocupam o primeiro lugar do ranking de resíduos mais numerosos nas costas, demoram até 10 anos para desaparecerem e desprendem metais poluentes.

 Depositar as toalhinhas descartáveis no vaso sanitário
Estes produtos não se desfazem como o papel higiênico e causam a grande maioria dos entupimentos nas depuradoras e esgotos.

 Soltar balões de hélio no ar
É perigoso principalmente para as aves, peixes e outros animais marinhos que podem se asfixiar no caso de ingestão.

 Colocar as pilhas no lixo
Contêm mercúrio, um dos metais mais tóxicos do mundo. Demoram entre 500 e 1.000 anos para desaparecer e uma só bateria é capaz de contaminar até 3.000 litros de água.

 Jogar fora as redinhas dos packs sem cortá-las
Estes plásticos prendem peixes e tartarugas, causando-lhes mutilações, malformações ou, inclusive, a morte.

ALTERNATIVAS PARA CUIDAR DO MEIO AMBIENTE

Ao sermos conscientes que contaminamos o meio ambiente, temos que procurar soluções e modificar nossos hábitos. Estas são algumas das propostas da Organização das Nações Unidas (ONU):

 Separar diferentes tipos de lixo: não misture resíduos em casa e se certifique que utiliza corretamente as diferentes lixeiras para reciclagem.

 Recicle e reutilize: não use plásticos de um só uso e utilize sempre embalagens e artigos que podem ser usados várias vezes. Antes de pôr alguma coisa no lixo, pense se não pode reutilizar.

 Poupe energia: aproveite a luz natural, use lâmpadas LED, não ligue luzes desnecessárias, regule o controle do ar condicionado, etc.

 Consuma alimentos ecológicos: adquira produtos como frutas e verduras sem fertilizantes e outros elementos poluentes.

 Feche bem as torneiras: certifique-se que não pingam quando termina de lavar os pratos ou de fazer seu asseio pessoal.

 Mova-se de forma sustentável: caminhe, pedale ou utilize o transporte público sempre que puder.

 | Não utilize sacolas de um só uso: troque as sacolas de plástico e de papel pelas de algodão.

 Encha sua casa de flores: as plantas e árvores produzem oxigênio e são essenciais para a natureza.