O que é Fotografia Conceitual? Artistas e exemplos

O QUE É A FOTOGRAFIA CONCEITUAL?

A fotografia conceitual ou a arte de representar o abstrato

#arte

A fotografia conceitual fala conosco com imagens. Cada foto que captura contém uma poderosa mensagem capaz de transmitir as ideias mais abstratas do nosso pensamento. Esta modalidade artística tem adquirido importância com os anos e hoje é uma das categorias dos reconhecidos Sony World Photography Awards.

A fotografia conceitual utiliza as imagens para transmitir ideias abstratas ao espectador.
A fotografia conceitual utiliza as imagens para transmitir ideias abstratas ao espectador.

O surgimento da arte conceitual no final dos anos 60 deu à fotografia um novo sentido que transcendia sua capacidade de imortalizar identidades, lugares e momentos. As imagens planas e mudas deram lugar a uma fotografia conceitual cheia de significado, que utiliza a criatividade para representar ideias e emoções abstratas, como o amor, a nostalgia, a solidão ou a passagem do tempo, com o objetivo de provocar a reação do espectador.

Uma das principais características da fotografia conceitual é o fato de que os artistas reflitam sobre as cenas e as preparem detalhadamente antes de capturá-las, para acentuar a mensagem que desejam transmitir. Algumas vezes, até mesmo introduzem nas composições elementos fantásticos e exagerados, ou usam edição digital para incluir efeitos a posteriori que podem surpreender quem as vê.

A imagem que abre este artigo — de título e autor desconhecidos — mostra o tambor de um revólver carregado com cigarros no lugar de balas. A mensagem que subjaz nessa foto é evidente e reflete perfeitamente tudo o comentado na fotografia conceitual.

Principais aplicações da fotografia conceitual.
Principais aplicações da fotografia conceitual.

PASOS PARA HACER FOTOGRAFÍA ARTÍSTICA CONCEPTUAL

La complejidad de este género fotográfico lo ha convertido en uno de los más difíciles de ejecutar. Es recomendable seguir algunas pautas para llevarlo a cabo:

 Define el concepto
Antes de montar la escena y coger la cámara debes tener muy claro cuál es el mensaje y cómo lo vas a transmitir.

 Busca la inspiración
Las buenas ideas casi nunca caen del cielo. La fotografía conceptual requiere de método, disciplina y rutinas de trabajo como la reflexión, la observación y la exploración continuas.

 Apunta lo que se te ocurra
Cuando tengas una idea regístrala inmediatamente en un bloc de notas o en el teléfono para que no se te olvide.

 Emplea símbolos
Muchos son universales y puedes utilizarlos para expresar conceptos como el tiempo (un reloj), el infinito (una carretera recta que se pierde en el horizonte), etc.

 Simplifica el mensaje
Expresa tu idea de la forma más clara y sencilla posible. Una imagen puede admitir diversas lecturas, pero el mensaje tiene que ser evidente.

 Cuida mucho la producción y la ejecución
En esta fase se deciden aspectos técnicos como el tipo de objetivo, el encuadre, la iluminación, la localización, la composición, los objetos o modelos, etc.

 Esmérate con la posproducción
Incluye todo el proceso de edición y retoque fotográfico. Es una de las etapas más importantes y puede llevar semanas o meses.

MOVIMENTOS ARTÍSTICOS DA FOTOGRAFIA CONCEITUAL

Existem duas formas principais de conceber esta modalidade artística conforme o tipo de mensagem que transmite:

  1. Opta por imagens e composições mais simples, sem distrações, para que as mensagens sejam claras e universais. O espectador deve entender a vontade do artista no primeiro olhar, sem que haja espaço para outras interpretações.
  2. Joga com ideias mais complexas e fotografias que contêm mais elementos e simbologia. Neste caso, a mensagem é mais difusa e o significado da imagem é determinado pela leitura do espectador. Este tipo de fotografia conceitual é mais arriscado, pois o público pode interpretar mal a mensagem ou inclusive ignorá-la.

ARTISTAS CONCEITUAIS QUE DEVERÍAMOS SEGUIR

Entre os autores mais importantes em termos mundiais deste gênero fotográfico, destacam nomes como:

  • Chema Madoz: este artista espanhol está considerado como uma das grandes referências internacionais da fotografia conceitual. Ganhou o Prêmio Nacional de Fotografia espanhol e o Prêmio Higashikawa, entre outros reconhecimentos, e expôs sua obra em galerias e museus de todo o mundo.
  • Jordi Larroch: fotógrafo e poeta espanhol, em sua obra combina objetos cotidianos levemente modificados para conceder-lhes um novo significado. As imagens de Larroch se dividem em duas séries (Branco e Preto).
  • Amy Stein: fotógrafa norte-americana e autora de séries conceituais como Stranded e Domesticated. A obra de Stein explora a nossa relação com o selvagem e os efeitos dos nossos impulsos sobre o comportamento dos seres humanos e animais.
  • David Levinthal: autor norte-americano conhecido por utilizar bonecas e brinquedos em cenas que ilumina de forma dramática para que tenham um aspecto humano. A maior parte de sua obra faz referência a elementos da cultura pop americana e da TV a cores.
  • Heidi Lender: esta fotógrafa norte-americana começou sua carreira escrevendo sobre suas experiências em sessões de fotos para revistas de moda. Com a câmera, Lender se concentra na exploração do ser humano e o autorretrato é uma constante em sua obra.