MITIGAÇÃO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS

A Iberdrola contribui para a mitigação das mudanças climáticas com ações e compromissos concretos

#empresa #mudanças climáticas #sustentabilidade ambiental

Os efeitos das mudanças climáticas já são irrefutáveis e sua mitigação é uma das maiores preocupações da agenda climática global. Foi o que a Cúpula de Ação Climática 2019 de Nova York expôs no dia 23 de setembro, onde a mitigação foi o tema central dos trabalhos realizados pelos líderes políticos, econômicos e cidadãos que compareceram ao encontro. O grupo Iberdrola, participante ativo da cúpula, contribuiu para o sucesso do evento com ações e compromissos concretos.

IBERDROLA, LÍDER MUNDIAL EM AÇÃO CLIMÁTICA

Os cenários mais ambiciosos da ação climática exigem atingir a neutralidade de carbono até a metade do século para garantir que o aumento da temperatura do planeta não ultrapasse a barreira de 1,5 ºC. Esse é precisamente o objetivo estabelecido pelo grupo Iberdrola em relação a 2050, sustentando seu modelo de negócio sobre o crescimento alinhado à ação climática. A empresa também se tornou líder mundial em ação climática e há anos apoia as políticas mais exigentes e participa ativamente da agenda climática global.

Portanto, nesse sentido, a Iberdrola desempenhou um papel fundamental na Cúpula de Ação Climática 2019, que este ano teve como principal objetivo reforçar os compromissos de mitigação e os âmbitos de políticas climáticas dos países e empresas. De fato, o presidente do grupo, Ignacio Galán, foi o único representante de uma empresa espanhola convidado para intervir no principal ato da conferência, junto aos chefes de governo e António Guterres, secretário-geral da ONU. Galán defendeu que "a luta contra as mudanças climáticas, longe de ser um problema, é uma oportunidade" e insistiu na necessidade urgente de avançar para um modelo energético isento de combustíveis fósseis, baseado em energias renováveis e que contribua para um cenário de emissões líquidas nulas de CO2 até 2050.


Cimeira 2019. Açao climática. Acesso.

COMPROMISSOS ALCANÇADOS PELA IBERDROLA

Apresentamos os compromissos aos quais o grupo Iberdrola aderiu, assim como as ações concretas realizadas pela empresa durante a Cúpula de Ação Climática de Nova York.

 Cenário de 1,5 ºC
A Iberdrola foi uma das 28 primeiras empresas em apoiar o compromisso mais importante durante a cúpula no tocante à mitigação e que convoca todos os agentes a assumirem roteiros de descarbonização focados em um cenário de 1,5 ºC.

O grupo também contribuiu na elaboração do relatório 1.5 ºC Business Leadership preparado pela ONU, onde aparece como exemplo de empresa alinhada a tal cenário. A empresa também participou de reuniões técnicas e eventos de alto nível como o Private Sector Forum, onde Galán esteve presente.

 Transição justa
A transformação para um modelo energético descarbonizado e as oportunidades e desafios que este processo oferece valorizam a experiência do grupo Iberdrola, que há 20 anos aposta em um modelo de negócio sustentável que incorpora os mais exigentes padrões sociais e de trabalho.

Esse trabalho foi reconhecido pela organização da Cúpula de Ação Climática, que convidou Galán para o evento preparatório sobre transição justa — realizado no dia 22 de setembro com a participação de governos, empresas e organismos como a Organização Internacional do Trabalho (OIT) — para explicar a experiência e os planos da empresa nesse âmbito. Seguindo essa linha, a Iberdrola apoiou o compromisso empresarial para conseguir uma transição justa e promover o emprego verde decidido durante a Cúpula.

A empresa também foi reconhecida como participante LEAD no Pacto Global da ONU devido ao seu compromisso com os 10 princípios para uma atividade empresarial responsável estabelecidos por esse organismo.

 Acesso universal à energia
Representantes da Iberdrola participaram de debates preparatórios e reuniões sobre o papel da ação climática e do acesso universal à energia como pilares do desenvolvimento sustentável.

 Financiamento climático
O grupo é um dos principais emissores mundiais de financiamento verde, o que levou a empresa a apoiar o relatório da High-Level Commission On Carbon Pricing And Competitiveness para fixar âmbitos de carbon pricing destinados a atribuir um preço às emissões de CO2.

 Os jovens e a mudança climática
A Iberdrola participou da Cúpula da Juventude para o Clima, especialmente na Summer of Solutions Pitch Competition, onde atuou como júri. O vencedor dessa iniciativa fará parte do Moving for Climate NOW, a ciclo-passeata que a empresa organizará por ocasião da COP25.

 Mobilidade sustentável
O grupo aderiu formalmente à coalizão EV100, cujo objetivo é unir forças entre diferentes agentes globais para promover a eletrificação do transporte até 2030.

 Desenvolvimento sustentável
A Iberdrola apoiou dois projetos da Universidade de Columbia (Columbia International Investment Conference-Aligning Corporations with the SDGs e The Global Pact for the Environment and the Sustainable) e participou de vários eventos: Girls Get Climate Action sobre a ação climática como motor dos direitos humanos, desenvolvimento e igualdade de gênero; e no SDG Business Forum, onde foram exploradas soluções inovadoras para acelerar o desenvolvimento sustentável.

 Ação industrial
A empresa esteve presente nas reuniões preparatórias relacionadas a essa matéria, defendendo a descarbonização da economia como uma oportunidade para avançar rumo a modelos industriais dinâmicos e sustentáveis.